Seguro desemprego online (Como encaminhar, quem tem direito, cálculo)

1
554
Seguro desemprego online (Como encaminhar, quem tem direito, cálculo)
5 (100%) 1 vote

A modernidade chegou para melhorar a vida das pessoas nos mais diversos aspectos, como uma maior facilidade de comunicação, mais interatividade, otimização de processos e praticidade para solucionar algumas situações burocráticas.

Assim, era lógico que todo essa tecnologia ia ser usada em pró da população, em alguns processos do Governo. Por isso, foi criado o Seguro Desemprego online, o qual, facilita bastante a obtenção desse benefício, para quem foi demitido sem justa causa e precisa desse incentivo do Governo para conseguir se manter.

Como encaminhar o Seguro Desemprego online

Para quem necessita dar entrada no processo desse auxílio, é necessário acessar o portal do empregador web, no link http://maisemprego.mte.gov.br/portal/pages/home.xhtml e fazer todo o preenchimento dessa ficha.

É necessário que o próprio empregador, o qual, demitiu você de seu antigo emprego, preencha algumas partes desse requerimento, já que é a empresa que dá entrada no seguro desemprego, explicando a situação da demissão e pedindo ao Governo o pagamento desse benefício.

Com esse procedimento feito todo de forma online, fica mais fácil para o Governo realizar a conferencia dessas informações e liberar mais rapidamente esse seguro desemprego, além de dar uma maior segurança contra possíveis falsificações de dados, os quais, eram usados para garantir o Seguro Desemprego, sem uma real necessidade desse benefício.

Ao terminar de realizar o preenchimento online, todas as informações ficam arquivadas para a verificação do Governo e caso os dados informados estejam corretos, a liberação desse benefício ocorre instantaneamente, sem nenhum tipo de burocracia.

Quem tem direito ao Seguro Desemprego

Para solicitar o seguro desemprego é necessário cumprir uma série de requisitos estabelecidos pelo Governo Federal.

Em primeiro lugar, para receber esse dinheiro do Seguro Desemprego, é necessário que os trabalhadores sejam demitidos sem justa causa e que já estivessem nos seus respectivos empregos a mais de seis meses.

Além disso, uma outra condição para receber esse incentivo, é que a pessoa que o solicite, não possua renda própria para o seu sustento e de sua família, comprovando por meio de documentos, a real necessidade do uso do Seguro Desemprego para o sustento de sua família.

Por fim, uma última atitude a ser cumprida, por quem deseja receber esse dinheiro, é não ter nenhum outro tipo de auxílio do Governo, como por exemplo o PIS, o abono salarial ou qualquer outro tipo de ajuda.

Cálculo do seguro desemprego

Para saber quanto se vai ganhar desse benefício, existe um cálculo a ser feito, em cima do salário e do tempo de trabalho exercido antes de ser demitido sem justa causa. Assim, para quem depender desse benefício para se manter, é necessário se atentar ao valor correto a ser recebido.

O cálculo a ser feito se base na seguinte formula, pega-se a média salarial de um trabalho dos últimos três meses e multiplica-se por 0.8. Assim, caso um trabalhador recebe 1600 mil de salário, o seu seguro desemprego será de 1600 vezes 0.8, que é igual a 1280, lembrando que o teto máximo pago pelo benefício no ano de 2016 é o valor de R$ 1.385, 91.

 

 

 

 

 

 

 

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here