Cálculo Seguro Desemprego: Conheça as regras para receber o seguro desemprego

Cálculo Seguro Desemprego: Conheça as regras para receber o seguro desemprego
5 (100%) 2 votes

Cálculo Seguro Desemprego | O trabalhador brasileiro dispõem de diversos benefícios, sendo eles um dos mais importantes é o do seguro desemprego é um benefício vigente em todo o território nacional.

Cálculo Seguro Desemprego conheça as novas regras

No atual cenário de crise que o país está passando, benefícios como o seguro desemprego tendem a ser muito importante, principalmente por conta da instabilidade do mercado de trabalho. É o seguro desemprego que garante o sustento de milhares de trabalhadores desempregado enquanto buscam uma nova colocação no mercado de trabalho.

Cálculo do seguro desemprego, entenda melhor…

Seguindo um raciocínio muito diferente de diversos benefícios sociais, o seguro desemprego é calculado e definido de acordo a alguns critérios estabelecidos pelo o programa, para forma a parcela destinada ao seguro desemprego é necessário que o empregador a média dos 3 últimos salários do trabalhador, mais a quantidade de meses trabalhados. É avaliado também ser o trabalhador recebeu nos últimos 36 meses o seguro desemprego.

É importante esclarecer que o trabalhador que estiver recebendo o seguro desemprego não poderá receber em conjunto o PIS, pois são benefícios em conjunto administrado pela a Caixa Econômica Federal seguindo as regras definidas pelo o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Tabela do Seguro Desemprego

A tabela do seguro desemprego é um dos principais meios responsáveis em informar os valores que os trabalhadores deverão ser basear para calcular o benefício, a tabela é dívida em 3 faixas salariais, onde consta o valor respectivo de cada parcela.

Conheça a tabela do seguro desemprego…

Valor do salário (média dos 3 últimos meses)

Valor da parcela

Menor que R$ 1360,70

Salário médio * 0,8

Entre R$ 1360,71 e R$ 2268,05

R$ 1088,56 + (o que excede R$ 1360,70 * 0,5)

Maior que R$ 2268,05

R$ 1542,24

Conheça as regras para receber o seguro desemprego:

O seguro desemprego passou por novas atualizações referente as regras de recebimento do programa, é preciso que o trabalhador atente-se as informações, para que não realize viagens perdidas ao MTE, muitas pessoas acham que as novas regras do seguro desemprego é para dificultar o acesso ao programa, foi uma iniciativa do Governo Federal para que o programa só seja concedido a pessoas que realmente necessite do seguro.

Conheça as novas regras:

  • Para obter o direito de solicitar o seguro desemprego pela a primeira vez é necessário que o trabalhador tenha no mínimo 12 meses, ou seja, 1 ano exercendo as suas atividades funcionais dentro de uma empresa privada em regime de contratação CLT;
  • Para solicitar o benefício pela a segunda vez, é necessário que o trabalhador tenha no mínimo 9 meses trabalhados, comprovados em carteira assinada;
  • Para realizar a solicitação do seguro desemprego pela a terceira vez é necessário que o trabalhador comprove que tem 6 meses ininterruptos de carteira assinada.

Parcelas do Seguro Desemprego

Baseado nas novas regras do seguro desemprego, foi estabelecido que o trabalhador vai receber de 3 a 5 parcelas, que vai ser definido de acordo com os meses trabalhados e o número de vezes que o auxílio já foi solicitado.

Cálculo Seguro Desemprego
Cálculo Seguro Desemprego

Entenda a seguir:

1ª Solicitação do Seguro Desemprego

  • Direito a 4 parcelas do seguro, trabalhadores que tiveram vínculo trabalhista com duração de 18 a 23 meses trabalhados.
  • Direito a 5 parcelas trabalhadores com vínculo trabalhista igual ou maior a 24 meses trabalhados.
  • Não terá direito a receber o auxílio desemprego o trabalhador que tiver vínculo trabalhista inferir a 18 meses.

2ª Solicitação do Seguro Desemprego

  • Direito a 3 parcelas do seguro desemprego trabalhador com vínculo trabalhista com duração de 9 a 11 meses trabalhados.
  • Direito a 4 parcelas do seguro desemprego o trabalhador que tem vínculo trabalhista com duração entre 12 a 23 meses trabalhados.
  • Direito a 5 parcelas do seguro desemprego o trabalhador que tem vínculo trabalhista com duração igual ou superior a 24 meses trabalhados.
  • O trabalhador que tem tempo inferior a 9 meses trabalhados não tem direito a receber o seguro desemprego.

3ª Solicitação do Seguro Desemprego

  • Direito a 3 parcelas do seguro desemprego o trabalhador que teve vínculo trabalhista de 6 a 1 meses trabalhados.
  • Direito a 4 parcelas do seguro desemprego o trabalhador que teve vínculo trabalhista entre 12 a 23 meses trabalhados.
  • Direito a 5 parcelas do seguro desemprego o trabalhador que teve vínculo empregatício igual ou superior a 24 meses trabalhados.
  • Trabalhados com tempo inferior a 9 meses de trabalho não possuem direito a receber o seguro desemprego.

Compartilhar

3 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here