Carteira de Trabalho Digital Redação Empregador Web

Por que o brasileiro tem medo de sair dos bancos tradicionais

Nos últimos tempos, muitas iniciativas surgiram para facilitar a vida dos que veem na tecnologia, na previdência privada e nos investimentos na bolsa de valores boas possibilidades de arrecadação, crescimento de patrimônio, estabilidade e sossego futuro.

Os bancos digitais, que frequentemente facilitam o processo de embarque no mundo dos investimentos e que têm oferecido cada vez mais opções diferenciadas, são aliados de quem não tem receio de experimentar novas tendências e participar de uma modificação e tanto na forma de se fazer negócios e poupar.

Curiosamente, há uma parcela da população que não se sente segura para fazer uma conta em bancos não-tradicionais, especialmente os que existem apenas “na nuvem”. O que está por trás deste receio?

Quem deseja entrar no mundo dos investimentos precisa conhecer, entre outras coisas, as melhores empresas para investir. Trata-se de um mundo vasto, cheio de minúcias e detalhes, mas que premia aqueles que desejam desvendá-lo. Neste artigo, traremos alguns motivos pelos quais o brasileiro ainda hesita em fazer conta em bancos digitais. Confira.

Por que o brasileiro tem receio de bancos digitais?

Primeiro porque, embora seja um assunto bastante comentado, os bancos digitais ainda são “uma novidade”. O Nubank, por exemplo, foi fundado em 2013 e obteve mais atenção nos últimos cinco anos. Para quem passou trinta anos em um banco tradicional, pode ser um desafio abrir mão do que é conhecido.

Isso não é tudo. Inevitavelmente, para que se tenha uma conta digital é preciso ter acesso a um dispositivo seguro – ou seja, um smartphone – e à internet de qualidade. Quem mora fora das regiões mais populosas e modernas do país pode não ter os serviços necessários para acessar a sua conta sempre que precisar.

Para além disso, não se pode negar que parte dos brasileiros não têm o costume de utilizar dispositivos tecnológicos ou não têm acesso a eles. Os bancos tradicionais, em casos do gênero, surgem como uma opção facilitada e capaz de atender a perfis diversificados.

Segundo pesquisa feita pela Cantarino Brasileiro, o perfil dos clientes de bancos digitais é bem específico: 54% dos entrevistadores eram homens com até 28 anos, moradores da região sudeste do Brasil.

Vemos que, embora os bancos online sejam práticos e muito inteligentes, ainda fazem parte do cotidiano de uma fração da população. Espera-se que, com o tempo, isso mude.

Os bancos digitais são vantajosos?

Sim, são! A maior vantagem dos bancos digitais está no fato de que, geralmente, são isentos de taxas. Enquanto bancos tradicionais tendem a cobrar taxas de manutenção, a maior parte das instituições virtuais oferece abertura de conta e transações gratuitas ou com valores bem reduzidos.

Pessoas que têm contas em instituições tradicionais têm maior diálogo com o gerente e podem tornar mais enxutas as suas taxas de manutenção, além de diminuir ou exterminar a anuidade do cartão de crédito. Isso, às vezes, faz com que elas não sintam necessidade de criar uma nova conta, em uma plataforma online.

Engana-se quem acredita, no entanto, que a vantagem dos bancos online está apenas na inexistência de taxas básicas. Apps financeiros tendem a oferecer benefícios muito competitivos, como:

Atendimento 24h, saques em caixas eletrônicos

Se você é usuário de um banco convencional e não tem conta na internet, possivelmente precisava fazer uma ligação, esperar o atendimento e digitar os seus dados para ter acesso a informações sobre o seu saldo, extrato ou lançamentos futuros.

Da mesma forma, caso passe por alguma situação indesejada, terá que enfrentar filas, explicar seus problemas por telefone, comparecer a sua agência algumas vezes.

Quando o universo financeiro está presente na nuvem, você pode resolver tudo com um clique: o atendimento é feito via aplicativo e é normal que seja 24h. Além disso, ao acessar o app, você pode verificar o seu saldo, agendar transferências, pedir empréstimos, etc.

Há cartões que permitem ao usuário que faça saques em bancos 24h, com taxas pequenas. É mais difícil encontrar instituições que não cobrem, mas o valor tende a caber no bolso.

Produtos de investimentos

Nem todos sabem, mas bancos digitais dão acesso facilitado a uma série de produtos. Pelo aplicativo, é possível entrar em contato com tipos diferentes de fundos, além de entender o perfil desejado e os riscos de cada um.

Ao optar por investimentos feitos em bancos digitais, o usuário pode checar, sempre que desejar, os seus rendimentos. Desta forma, torna-se mais próximo de suas transações e domina de forma inteligente e consciente a própria vida financeira.

Avatar
Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.