Carteira de Trabalho Digital Redação Empregador Web

Saiba os números arrecadados pelo governo através de impostos federais

Em 2018, o governo brasileiro arrecadou mais de R$ 2,3 trilhões em impostos, um dos maiores valores do mundo 

Descubra quais são os principais impostos que você paga no seu cotidiano

A principal forma de arrecadação do governo é através de impostos. Todo produto que você compra tem um tipo de imposto incluído. Toda a renda, que soou o ano todo para conseguir, também deve ser destinada ao estado. 

Quer saber quanto o governo já arrecadou em 2020 apenas com impostos? Segundo o site do impostômetro, que calcula o quanto de imposto que o brasileiro pagou, já passou da casa do 1,4 trilhões de reais. E ainda estamos no mês de setembro. Há mais três meses de recebimento. Em 2018, o valor total chegou a 2,39 trilhões de reais. 

Mas quais são esses impostos que fazem o governo arrecadar tanto dinheiro? Afinal, é impossível imaginar uma sala cheia de notas com um total de um trilhão. Entre impostos, taxas e contribuições, o brasileiro paga 73 tipos de tributos federais, estaduais e municipais. 

Muitas vezes não prestamos tanta atenção em tantos impostos que pagamos. Então, foi feita uma lista com os impostos federais, aqueles que têm uma escala mais importante. Sabendo quais são eles, fique mais fácil fazer o seu planejamento financeiro.  

Imposto de Renda (IR)

Provavelmente, o Imposto de Renda é o imposto mais importante de todos. Toda a população economicamente ativa deve fazer o pagamento anualmente. Há dois tipos de IR: o de pessoa física e o de pessoa jurídica. 

O Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) incide sobre a renda e os salários de contribuintes residentes no país ou no exterior que recebam rendimentos no Brasil. Há quatro faixas de contribuição: 

  • Rendas entre R$ 1.903,99 e R$ 2.826,65 são taxadas em 7,5%;
  • Rendas entre R$ 2.826,66 e R$ 3.751,05 são taxadas em 15%;
  • Rendas entre R$ 3.751,06 e R$ 4.664,68 são taxadas em 22,5%;
  • Rendas acima de R$ 4.664,68 são taxada em 27,5%.

Fazendo a declaração do IR, o governo envia o valor a ser pago pelo contribuinte. Por mais que a declaração possa parecer um processo bastante burocrático, o pagamento não é. Ele é feito pelo DARF, uma guia emitida pelo ministério da Fazenda e pela secretaria da Receita Federal, e pode ser feito pela internet. 

O Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) é cobrado de empresas e microempreendedores individuais. A alíquota do IRPJ é cobrado de uma maneira diferente da de pessoa física. É 15% sobre o lucro apurado, com adicional de 10% sobre a parcela do lucro que exceder R$ 20 mil por mês.

Imposto Sobre Produto Industrializado (IPI)

O IPI é o imposto cobrado sobre qualquer produto industrializado, seja ele fabricado no Brasil ou se ele foi importado por alguma empresa brasileira. As alíquotas podem chegar até 30%. 

Mesmo não sendo a pessoa física que paga diretamente esse valor, ela está embutida no valor do produto industrializado. Então, é um imposto pago indiretamente pela população. 

Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF)

O imposto mais temido pelas pessoas que passam o cartão de crédito quando estão viajando para fora do Brasil. Mas o IOF não se resume apenas a isso. Ele é cobrado em operações financeiras com cartões de crédito, de câmbio, de seguros, de títulos e de fundos imobiliários. 

Em cada uma dessas operações, a alíquota tem um valor diferente. Em compras de cartão de crédito internacional, por exemplo, o valor é de 6,38% sobre o valor pago. 

Imposto de Importação (II)

Se estiver viajando ou comprar um produto vindo do exterior, será necessário pagar uma taxa. O valor da alíquota varia de acordo com o produto e do valor pago por ele. 

Além de ser uma forma de arrecadação por parte do governo federal, também é uma medida tomada pelo estado para proteger a indústria interna. 

Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (CIDE)

Esse nome grande é conhecida de uma maneira diferente pela população. É o imposto do combustível. Ele é cobrado sobre a importação e venda de petróleo e todos os seus derivados, como gasolina, diesel e álcool. Então, toda vez que vai abastecer seu carro, você paga esse imposto para o governo federal, que cobra uma alíquota de até R$ 0,10 por litro de combustível. 

Esses são alguns dos principais impostos federais pagos pela população brasileira. Há muitos outros também. Como foi dito anteriormente, são mais de 70 impostos nas escalas municipais, estaduais e federal.

Avatar
Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.