Carteira de Trabalho Digital Redação Empregador Web

Você sabe o que é uma pirâmide financeira?

Com toda certeza, você já ouviu falar sobre pirâmide financeira e sobre todos os benefícios milagrosos que esse tipo de negócio pode trazer, não é? Mas na prática, você sabe como as pirâmides financeiras funcionam? Aqui vamos lhe mostrar como elas se formam e por que não é uma boa entrar nessa.

As promessas de negócio altamente lucrativo e com potencial de retorno imediato chamam atenção nas ofertas de pirâmide financeira. Muitas propostas surgem no ambiente da Bolsa de Valores e até mesmo se popularizaram na internet. De acordo com dados do Sebrae junto ao SPC Brasil, cerca de 11% de brasileiros já foram vítimas de esquemas deste tipo.

O que é uma pirâmide financeira?

A pirâmide financeira é um modelo de negócio não sustentável, por isso ela é tida como uma operação fraudulenta. Para resumir, uma pirâmide por meio do número de indicações de novos membros e consegue se sustentar até o momento em que o número é absurdo e a pirâmide desmorona.

Geralmente, a pirâmide é montada por meio de um sistema de indicações. Uma pessoa paga para entrar e precisa indicar um número X de pessoas para conseguir receber o dinheiro gerado pela pirâmide.

Porém, na prática o modelo não é sustentável. Funciona assim: novos membros fazem um investimento inicial e vão sustentando os membros mais antigos. Isso se mantém até que o número de indicações seja insuficiente para suportar os ganhos dos membros do alto da pirâmide, que vai crescendo com o tempo e demandando mais indicações para continuar.

Pirâmide financeira é crime?

Sim, a prática de pirâmide financeira é proibida no Brasil. Esse modelo de negócio é configurado como crime contra a economia popular. A ilegalidade desse sistema é prevista em lei porque ele não consegue se sustentar por muito tempo, logo é considerado uma prática fraudulenta.

Em resumo, a pirâmide só funciona enquanto atrai novos investidores, quando isso não acontece ela entra em colapso.

E isso faz com que a grande maioria dos investidores perca todo o valor investido no esquema. Isso acontece porque o modelo não gera nenhuma receita, ele promete dinheiro baseado no recrutamento de novos membros e não na venda de algum produto.

Como a prática de pirâmide financeira acabou ficando popular em todo o mundo, após alguns escândalos, as propostas deste modelo de negócio vem camufladas como ofertas de marketing multinível, prática legal de negócio, mas que acaba servindo de fachada para a formação de uma pirâmide financeira.

Nos Estados Unidos, por exemplo, os programas de marketing multinível são obrigados angariar, pelo menos, 70% da sua receita por meio da venda de produtos. Um percentual menor do que esteja, já configura um esquema de pirâmide no país.

Como identificar uma oferta de pirâmide financeira?

Os esquemas de pirâmide financeira têm características bastante comuns. De acordo com informações da SEC (Securities and Exchange Commission), agência federal americana, estes são os principais fatores que caracterizam uma pirâmide financeira, veja abaixo:

Foco na indicação de novos membros

A indicação de novos membros é o que sustenta o sistema de pirâmide, logo num esquema desse tipo, o foco do programa é sempre voltado a angariar novos membros. E isso se faz prometendo aos membros uma remuneração maior pela indicação de novos participantes do esquema do que na venda de algum produto, por exemplo.

Não há um produto real!

Como falamos acima, as pirâmides financeiras costumam ser camuflar através de uma proposta de marketing multinível. Mas ao conhecer mais sobre o programa, qualquer pessoa pode notar que não há nenhum produto real a ser vendido, geralmente as propostas e o modelo de venda são bastante confusos.

Promessa de alto lucro e renda fácil

Uma pirâmide financeira se caracteriza por propagandas de renda fácil e alto potencial de lucro. Logo, se você se depara com uma promessa desse tipo que seja focada no recrutamento de novos membros, é sinal de que você esteja sendo aliciado para um esquema de pirâmide.

Estrutura confusa e falta de comprovação da legalidade

As pirâmides costumam ter um sistema de comissão complexo, sempre focado no recrutamento de novos membros para o esquema. Diferente do marketing multinível, que é bem claro em relação ao percentual de comissão concedida por venda.

Nesses esquemas, também há a dificuldade em comprovar a atuação legal do negócio, já que não há nenhum registro das operações.

O que fazer caso você vire vítima de uma pirâmide financeira?

A recomendação do Ministério Público é que as vítimas façam a denúncia dos esquemas no próprio órgão, seja no âmbito federal ou estadual, ou denunciem através de boletim de ocorrência nas delegacias de Polícia Federal ou Civil. O advogado Fernando Zito, sócio da ZMR, disse em entrevista ao UOL, que também é importante que as vítimas contratem um advogado e entrem com pedido de indenização por danos materiais e morais em caráter de urgência para facilitar o resgaste dos valores aplicados nesses esquemas fraudulentos.

Avatar
Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.