Como saber o número do PIS?

O PIS é uma numeração importante para que o trabalhador receba determinados benefícios sociais, por isso é extremamente importante que você saiba como consultar e entenda a diferença entre os dois é que um é vinculado ao trabalhador privado ativo (PIS) e o outro é funcionário público (Pasep).

O número do PIS é igual ao NIS ambos são usados para a mesma finalidade só muda a nomenclatura.

O número do PIS pode ser identificado facilmente em documentos tais como:

  • Agência da Caixa no autoatendimento ao cliente;
  • Agência do Banco do Brasil caso seja PASEP;
  • Extrato do FGTS;
  • Carteira de Trabalho;
  • Cartão Cidadão.

Você consegue a numeração do PIS/CNIS também online, confira o passo a passo a seguir:

  1. Acesse o site oficial através do https://cnisnet.inss.gov.br/cnisinternet/faces/pages/inscricao/filiado/identificar.xhtml;
  2. Clique na opção “cidadão”;
  3. Logo a esquerda clique em inscrição;
  4. Escolha a opção nomeada como filiado;
  5. Preencha todos os dados pessoais solicitados;
  6. Continue, vai aparecer o número do seu NIT em vermelho, anote o mesmo, esse número é o mesmo do seu PIS/PASEP.

Afinal, o que é PIS?

O PIS (Programa de Integração Social) e o Pasep (Programa de Formação do Legado do Servidor Público) são planos para empresas e instituições públicas depositarem doações por meio de seus recursos vinculados aos funcionários Fundo PIS / Pasep.

Atualmente, os recursos desse fundo vão para o FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), que é utilizado para o pagamento de salários, auxílio-desemprego e seguro-desemprego, entre outros benefícios.

No entanto, entre 1971 e 1988, as empresas e instituições públicas efetuaram depósitos em contas pessoais em nome de cada trabalhador. Então, cada trabalhador fica com uma parte do fundo (cota).

Como tirar o PIS pela primeira vez?

PIS é um número utilizado para pleitear direitos e benefícios trabalhistas.

Veja como usar o PIS pela primeira vez neste artigo, instruções detalhadas! O cidadão brasileiro deve estar cadastrado no PIS (Programa de Integração Social), obrigatório para todos os trabalhadores com carteira assinada do setor privado, pois visa administrar e proporcionar a esses trabalhadores direitos e benefícios trabalhistas para sustentá-los no futuro.

O cadastro gerará um código de identificação pessoal do trabalhador para o Ministério da Previdência Social e do Trabalho e Emprego, que é usado para identificar e gerenciar todos os dados do trabalhador relacionados à cobrança e recebimento de direitos trabalhistas e benefícios sociais, como FGTS, seguro-desemprego, salários subsidiados, aposentadoria, etc.

O registro do PIS é um fator muito importante para todos os trabalhadores brasileiros do setor privado. Porém, se você ainda tiver dúvidas sobre sua importância, recursos ou registro, continue lendo o artigo completo sobre o assunto e esclareça todos os artigos em alguns minutos.

Para que serve o PIS?

O Fundo PIS / PASEP visa destinar recursos arrecadados dos setores público e privado para apoiar os trabalhadores brasileiros que têm direitos trabalhistas e se beneficiam de planos de seguro-desemprego, FGTS, salário, família, pensões e outros aspectos, conforme mencionado acima.

Portanto, quando o trabalhador brasileiro precisar consultar ou apresentar um cadastro de direitos e benefícios trabalhistas no FAT, deverá possuir o número do PIS / PASEP, que é igual ao NIS (número de identificação do trabalhador) e ao NIT (número de identificação do trabalhador).

Isso porque, embora o cadastro do NIS seja atribuído apenas para identificar os cidadãos que têm benefícios sociais ou têm direito aos benefícios sociais, porque o cidadão também passou a se cadastrar no PIS, ele passa a ser o cadastro do PIS quando o cidadão inicia o vínculo empregatício. Portanto, o número PIS / PASEP é igual ao número NIS.

Como fazer o cadastro do PIS?

O registo do PIS não é da responsabilidade nem da obrigação do trabalhador, porque o empregador é obrigado a registar o trabalhador, mas só o tem para ser aceite como empresa privada. Além disso, os funcionários só podem se cadastrar se não tiverem cadastro prévio no PIS ou somente no NIS.

O que acontece mesmo que você ainda não seja considerado trabalhador, pois o cadastro é feito por meio da emissão de carteira de trabalho (aprendendo a fazer carteira de trabalho digital) e de documentos como carteira de cidadão.

Portanto, neste caso, o número deve ser comunicado à empresa no momento da contratação para evitar a duplicação.

Atualmente, não existe documento oficial para cadastramento do trabalhador no PIS, mas conforme mencionado acima, o número consta do extrato do FGTS, carteira de trabalho e carteira de cidadão.

Além disso, o trabalhador ainda pode obter o número do telefone diretamente na agência da Caixa, mas, para isso, deverá apresentar documento oficial com foto.

Através do aplicativo MEU INSS que você pode baixar agora mesmo no seu telefone é possível saber tudo a respeito do seu PIS, inclusive se você tem direito ao mesmo em 2021 e ainda conferir suas informações previdenciárias.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.