Faz sentido oferecer plano de saúde para vaga home office?

As vantagens do escritório, como alimentação gratuita, vale alimentação ou inscrição em uma academia, costumam ser vistas pelos funcionários como um grande benefício – e às vezes até a principal atração – de ingressar em uma organização. 

Porém, será que faz sentido oferecer esses benefícios, incluindo o plano de saúde, para vaga home office? 

Uma refeição quente grátis, frutas frescas e bebidas às sextas-feiras são bônus de que alguns funcionários tinham acesso antes da Covid-19. 

Mas é claro que essas vantagens no local de trabalho são difíceis de entregar para muitas empresas durante uma pandemia e podem desaparecer completamente quando as empresas implementam o trabalho doméstico de longo prazo ou mesmo decidem que não precisam de um escritório. 

Inclusive, algumas empresas já anunciaram que adotaram o home office para sempre, enquanto outras, irão oferecer o trabalho remoto como um benefício para ser usufruído em algum momento – um dia da semana, por exemplo.

No entanto, a entrega do plano de saúde – seja ele um plano de saúde Amil ou de qualquer outra operadora – não é algo que está relacionado à ida ao escritório. 

Porém, com toda essa mudança, como ficam os benefícios dos funcionários? Será que eles devem ser retirados ou deve-se manter da mesma maneira que antes, quando o trabalho era presencial? 

Se essas também são as suas dúvidas, continue a leitura e saiba mais sobre o assunto! 

Retirar benefícios proporciona riscos

Muitos pacotes de benefícios vêm com um grau de ponderação geográfica, o que significa que estão localizados perto do escritório, e não da casa do funcionário. Por exemplo, o acesso gratuito a alguma academia. 

Por definição, muitos trabalhadores do mundo pós-pandêmico não poderão tirar proveito de tais ofertas, e isso pode levar a acusações de tratamento injusto – caso alguns funcionários trabalham no escritório e tenha acesso ao benefício e quem está de home office não -, o que pode levar a níveis mais baixos de engajamento e, por extensão, menor produtividade também.

À medida que o recrutamento começa a aumentar novamente, as empresas não podem se dar ao luxo de perder talentos para os concorrentes como resultado da não manutenção de ofertas atraentes.

Obter a combinação certa de benefícios para garantir que todos os trabalhadores – onde quer que estejam – vejam o valor total do pacote de benefícios será uma consideração importante.

O plano de saúde, por exemplo, é um benefício extremamente importante e que faz toda a diferença para alguns funcionários. 

Para usufruí-lo, o colaborador não precisa estar no escritório, muito pelo contrário. Logo, retirar o benefício pode causar muita frustração nos funcionários. 

Claro, existem alguns benefícios que não fazem sentido quando se trata de trabalho home office, como o de vale transporte, já que a pessoa não precisará se locomover até o local de trabalho para exercer as suas funções. 

Plano de saúde é ainda mais importante agora

Todos os sinais apontam para uma correlação entre as empresas que oferecem seguro saúde a todos os funcionários e a retenção e felicidade dos mesmos. 

Com a recente pandemia, mais trabalhadores conduzem negócios em seus escritórios domésticos. Embora isso seja bom para a saúde física, devido à menor exposição a germes e ao estresse do trajeto, também é bom em termos de dinheiro. 

O funcionário está gastando menos dinheiro e, consequentemente, o empregador e o provedor de seguro saúde também.

E embora alguns vírus e doenças bacterianas tenham diminuído, outros problemas surgiram. Problemas ergonômicos, de fadiga ocular e de saúde mental aumentaram.

A fadiga ocular pode ser atribuída a um tempo maior de tela para todas as idades, ao passo que configurações de home office ruins são responsáveis ​​por problemas ergonômicos e musculoesqueléticos. 

Os problemas de saúde mental estão ligados à ansiedade em torno da pandemia e à linha tênue entre trabalhar em casa e encontrar tempo para a família e diversão.

Você pode descobrir que suas necessidades de seguro de saúde não mudam em nada devido ao trabalho remoto, mas isso é algo que você deve reavaliar durante seu próximo período de inscrição no plano de saúde. 

Inclusão de novos benefícios

Como muitos funcionários que trabalham em casa estão perdendo os benefícios de ir para o escritório – como refeições grátis ou até mesmo um escritório doméstico adequado – os empregadores podem querer expandir sua política de benefícios. 

Uma opção é criar um sistema em que os funcionários tenham um orçamento com um fornecedor para gastar em itens de sua escolha que são entregues em seus endereços residenciais. 

Por exemplo, a empresa pode proporcionar um vale compra em um determinado valor para que a pessoa gaste com algum aplicativo de delivery. 

Além disso, muitas empresas permitiram que os funcionários levassem para casa o computador, teclados e outros equipamentos ergonômicos de seus escritórios.

Conclusão

Os benefícios oferecidos pelas empresas são extremamente importantes para reter talentos e ter colaboradores satisfeitos com a empresa, o que proporciona maior produtividade. 

Portanto, a recomendação é que os benefícios não sejam retirados durante o trabalho home office, exceto os que realmente não serão mais utilizados, como o vale transporte. 

Quando se trata de plano de saúde, a atenção deve ser redobrada. Agora, mais do que nunca, é um momento em que as pessoas estão se preocupando com a saúde e bem-estar. 

Logo, retirar este benefício poderá proporcionar uma grande frustração nos colaboradores. 

Esperamos que tenha gostado do conteúdo e que tenhamos ajudado a esclarecer se faz sentido ou não oferecer plano de saúde para vaga home office! 

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.