Como formalizar sua loja de roupas: entenda o procedimento

A praticidade da Internet permitiu que milhares de pessoas pudessem driblar a atual crise econômica ao criar negócios informais online. Por exemplo, milhões de pessoas abriram um MEI para poder vender roupas online ou trabalhar com outros tipos de empresas parecidas. No entanto, é importante formalizar esses empreendimentos para não ter problemas no longo prazo. Por exemplo, você sabe como formalizar sua loja de roupas?

Suponha que você tenha uma loja Plus Size, especializada em roupas Plus Size e que conseguiu um sucesso razoável nesta pandemia. Agora é a hora de pensar em como formalizar esse negócio, de modo a conseguir ter mais segurança jurídica e recursos à disposição para escalar as suas vendas e conseguir crescer na sua área, transformando essa loja em uma empresa de grande nível.

Mas como formalizar sua loja de roupas a ponto de conseguir ter todos esses recursos a disposição? É o que veremos a seguir. Portanto, siga a leitura abaixo com atenção!

Como formalizar sua loja de roupas: 5 passos

1. Defina o tipo de empresa

O primeiro passo para conseguir formalizar a sua loja de roupas é definir qual o tipo de empresa que ela será. Afinal de contas, o processo de formalização varia de acordo com a classificação jurídica do seu negócio.

Por exemplo, você pode ser um MEI, como já mencionamos. Nesse caso, há um limite de faturamento anual de R$ 81.000,00 (agora alargado em lei ainda não sancionada para R$ 130 mil) e com a possibilidade de contratar somente 1 funcionário.

Não é o meio ideal para uma loja que quer crescer e que quer ter uma equipe para funcionar, claro. As outras possibilidades incluem:

  • Micro Empresa: uma micro empresa só tem um dono e um faturamento máximo de R$ 360 mil por ano;
  • Empresa de Pequeno Porte: é uma empresa que só pode faturar de R$ 360 mil a R$ 4,8 milhões por ano;
  • Empreendedor Individual: quando uma pessoa física exerce atividade empresarial e pode ter ganhos de R$ 360 mil até R$ 3,6 milhões;
  • Sociedade Limitada Unipessoal: permite que a empresa tenha vários sócios e que o patrimônio deles não fique atrelado às dívidas da empresa.

Cada uma dessas formas jurídicas pede alguns tipos de documentos e de processo. Portanto, é vital conhecer esses funcionamentos para se adequar a eles na hora de abrir sua empresa.

2. Entenda a burocracia envolvida

O segundo passo para conseguir formalizar a sua loja de roupas é entender a burocracia envolvida nesse trabalho. Você precisará fazer várias ações para que a sua loja esteja 100% alinhada com o que é esperado dela. Por exemplo:

  • fazer os registros devidos em órgãos como a Secretaria da Fazenda do estado e Prefeitura local;
  • cumprir os requisitos necessários para receber alvará e autorização do corpo de bombeiros;
  • abrir contas válidas para fazer transferências trabalhistas.

Esses são só alguns exemplos do que será exigido para a formalização da loja. Portanto, é vital começar a estudar para poder fazer esse processo o mais rapidamente possível.

3. Monte seu plano de negócio

Após lidar com todas as burocracias (ou pelo menos começar a se preparar para elas), você precisará montar um plano de negócio. Trata-se de um documento que é focado em planejar o futuro da sua loja e indicar o “caminho das pedras” do seu crescimento, por assim dizer.

O seu plano de negócios deve indicar o que você vai vender, para quem venderá e muito mais. A ideia é que você possa produzir, de fato, o planejamento completo do que você fará com a sua empresa e para onde a levará.

Para fazer esse documento, é importante se municiar de dados e pesquisas que sejam adequadas para dar a base que você precisa para traçar seu caminho futuro.

4. Escolha um escritório de contabilidade

Com o plano de negócios montado, você precisará procurar um escritório de contabilidade. Esse fornecedor pode ajudar você a formalizar a sua empresa ao fazer todo aquele percurso dos passos 1 e 2 para você, além de ajudar no seu plano de negócios também.

Além disso, o escritório ajudará a manter sua empresa de pé, emitindo notas e fazendo toda a contabilidade para que ela funcione adequadamente.

5. Documente seus processos

Por fim, você precisará criar mecanismos de padronização do seu trabalho. Isso significa documentar seus processos para que eles sejam reproduzidos em outros lugares e por outras pessoas.

Assim, você poderá contratar funcionários e abrir filiais ou franquias sem jamais perder a qualidade do seu serviço. Isso é vital para escalar o crescimento da sua loja.

Pronto! Agora que você já viu essas dicas, já sabe como formalizar sua loja de roupas sem tanta dificuldade. Esses 5 passos ajudarão a garantir que a sua loja não terá problemas com a Receita Federal e nem com outros órgãos, além de poder preparar o seu negócio para conseguir montar um ritmo de crescimento adequado, ganhando escalabilidade e muito mais.

E aí, gostou do conteúdo? Então comente abaixo com a sua opinião sobre o assunto!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.