Como emitir nota fiscal para MEI automaticamente?

Emitir Nota Fiscal é uma exigência de muitas empresas que precisam de prestação de serviço. A emissão das NF enquanto MEI é um tema muito importante para quem busca aprender mais sobre todas as obrigações dos microempreendedores individuais. Muitos querem saber como emitir nota fiscal para MEI automaticamente, e isso é uma das coisas que iremos aprender neste artigo.

O MEI é hoje a principal maneira que um prestador de serviços e os demais trabalhadores autônomos possuem para legalizar os seus trabalhos. E dentro dessa categoria existem inúmeras vantagens para que o MEI se torne cada vez mais independente.

Deste modo, os autônomos passam a se enquadrar em um regime de impostos bastante específico e que possui diversos benefícios, assim como algumas obrigações. Entre esses benefícios (e obrigações) se enquadra a emissão das Notas Fiscais MEI. Porém, como a emissão de NF precisa ser feita? E afinal de contas, é realmente obrigatório emitir uma Nota Fiscal quando trabalha como MEI? Quais são os tipos de notas fiscais que o MEI pode emitir? Enfim, nesse texto iremos abordar todos esses temas e muito mais. Por isso, continue com a gente.

O que é e como emitir nota fiscal para MEI automaticamente?

Mesmo sendo emitida de maneira on-line, diversas empresas ainda geram as suas NF-e uma por uma. Ou seja, elas não possuem nenhuma integração com todo o processo de venda. Ao realizar dessa maneira, é importante entender que cada vez que determinado produto vai pra venda ou o serviço é prestado, se tem a necessidade de entrar no sistema usado e criar a Nota Fiscal eletrônica referente a venda ou serviço individualmente.

Como é de se esperar, essa maneira de emissão de NF acaba tornando esse processo bastante demorado e cansativo. Por consequência, acaba gerando uma perda na produtividade. Infelizmente não é raro achar empresas que disponibilizam determinado funcionário para fazer somente essa função, e isso é bastante ruim.

Além disso, fazer a emissão das NF-e, uma por uma, pode acabar abrindo espaço para alguns erros. Esses erros, por sua vez, acabam gerando muitos problemas para o seu negócio. Tudo isso pode ser evitado apenas emitindo a Nota Fiscal de forma automática, gerando mais produtividade e rapidez.

Esse processo só é possível pois, ao fazer o lançamento de um valor de venda ou de serviço em seu sistema de pagamento, o processo para a emissão das NF-e começa de forma automática, eliminando toda a necessidade de uma intervenção manual.

Quais as vantagens de automatizar esse processo?

Como é possível ver, automatizar todo esse processo pode trazer diversas vantagens para a sua empresa. A primeira vantagem que merece um destaque com certeza é o ganho de tempo. Os gerenciadores da Nota Fiscal permitem que o empreendedor entre com dados do cliente para que não tenha a necessidade de escrever todas as informações de cada emissão novamente.

Como todos os sistemas já estão integrados às prefeituras municipais, a liberação e validação das Notas Fiscais eletrônicas também ocorrem de forma bem mais rápida. Outra vantagem é que você tem sempre a certeza de que todos os valores que são lançados estão certos, visto estarem ligados ao valor da venda informado no início.

Além disso, fazer a emissão de uma NF de forma automática garante que esse documento seja expedido. Isso significa que não tem o risco de esquecer essa emissão, que é algo que facilmente acontece quando esse trabalho é feito manualmente.

Quando você deve emitir nota fiscal automaticamente?

Outro fator muito importante quando for abrir um MEI é saber o momento ideal para começar a emitir NF de forma automática. Afinal de contas, o foco dessa função é dar mais otimização para as atividades de sua empresa e, quanto antes essa otimização acontecer, melhor para o seu negócio.

Sabendo disso, dê uma olhada em algumas situações importantes e que mostram que já está no momento de automatizar a sua emissão de Nota Fiscal eletrônica.

● o número das notas emitidas por sua empresa vem crescendo a cada dia e de forma contínua;

● é necessário dispor ou contratar um empregado exclusivamente para fazer o serviço de emissão de NF;

● o processo de emissão de notas fiscais está ficando mais burocrático e demorado;

● as NFs-e estão chegando com atraso aos clientes;

● você depende exclusivamente do site da prefeitura para fazer as emissões;

● está com dificuldades de gerenciar a emissão de notas dentro dos meios de pagamento utilizados;

● a informação das notas emitidas à sua contabilidade está divergente ou pouco dinâmica;

● Já aconteceu de gerar mais de uma NF-e para um mesmo serviço ou produto, ou mesmo não gerar nenhuma;

● A dinâmica de emissão está comprometendo o recolhimento de impostos, levando a problemas fiscais.

Independente de qual for nessas situações, é possível perceber que elas mostram que o seu empreendimento aumentou e que já está no momento ideal de emitir NF-e de maneira automatizada. Se alguma delas corresponde perfeitamente a sua realidade e atual momento, já está na hora de buscar algum sistema que possa ajudar a fazer essa tarefa.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.