Onde eu vou para criar uma empresa?

Quando decidimos começar um negócio e abrir uma empresa muitas dúvidas vem à cabeça. A primeira delas e talvez mais básica é: afinal, onde eu vou para criar uma empresa? E por mais que possa parecer um mistério, essa pergunta é realmente muito fácil de responder.

Porém, antes de saber onde ir para criar uma empresa, é necessário saber os passos anteriores para chegar nesse ponto final que é ir até um local abrir a sua empresa. Por isso, nesse artigo vamos abordar alguns passos necessários, dicas e, finalmente, responder o local que você precisa ir para criar uma empresa.

Registrar Empresa: Documentos Necessários

Para formalizar o seu negócio de imediato, e assim dar início ao primeiro passo para as suas atividades é preciso ter conhecimento dos documentos. Antes de tudo você tem que ter atenção para fazer de forma correta todas as licenças, inscrições e os alvarás necessários.

Mesmo depois de ter nas suas mãos o seu CNPJ, que é o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas, e finalmente estar inscrito na Previdência Social, existe uma série de registros, alvarás e licenças das respectivas regiões e municípios do país que você precisa para funcionar de forma legal.

A ausência de alguns dos documentos pode acabar atrasando ou até mesmo inviabilizando a abertura de seu empreendimento. Se lembre que para cada ramo da atividade e/ou forma da constituição selecionada para abrir a sua empresa, você tem que ter as autorizações distintas.

A legislação do estado e da cidade onde a sua empresa vai ser instalada também pode cobrar algumas inscrições mais específicas. Por isso, é essencial consultar o serviço de um contador que tenha conhecimento da legislação local.

Porém, existem certos documentos que são gerais e que todos os municípios exigem. Por isso, se você se pergunta “onde eu vou para uma criar uma empresa” e “quais documentos preciso para abrir um negócio”, tenha atenção aos próximos tópicos onde abordaremos esses detalhes.

Contrato social

A elaboração do contrato social, basicamente, vai definir as participações do capital de cada um dos envolvidos no empreendimento. Além disso, ele vai definir quais vão ser as atividades de sua empresa e o seu funcionamento (modelo de tributo, participação de sócios etc.).

O próximo passo é conferir se o objeto social e o nome da empresa se encontram disponíveis para que esse documento seja feito, que, por sua vez, tem que ser reconhecido em um cartório e assinado e oficializado por algum advogado.

Uma importante dica é fazer uma avaliação, já nessa ocasião, se a sua empresa pode se enquadrar na categoria Simples Nacional, que é uma das melhores maneiras de diminuir as alíquotas de impostos e simplificar um pouco mais a sua forma de pagamento aos órgãos do Fisco.

Registro na junta comercial

Um dos primeiros documentos importantes é o registro no Cartório de Pessoas Jurídicas ou na mais comum Junta Comercial da sua região. É por meio desta documentação que a sua empresa vai passar a existir de forma oficial, sem nenhuma ilegalidade.

O documento deve ser adquirido antes mesmo de você obter o CNPJ e, mesmo que ele não ofereça uma autorização para a sua empresa passar a funcionar, é um requisito importante para você prosseguir no processo para a legalização da mesma. Se lembre que você vai precisar fazer previamente uma consulta do nome da empresa que escolheu, para conferir se não tem uma outra empresa com o mesmo nome já registrada.

Alvará de localização e funcionamento

O Alvará de funcionamento com certeza é a principal documentação obtida na cidade. É esse documento que certifica a autorização final que permite ao empresário abrir as portas de seu negócio para trabalhar dentro da legalidade. Para conseguir esse documento, o empresário tem que comprar na prefeitura de seu município que reúne as condições necessárias e exigidas pela lei para exercer a função da sua empresa.

Todas essas exigências costumam variar em relação ao município que você vai abrir a empresa, ao estado e também ao ramo de atividade do seu negócio. Antes de fazer a solicitação e até mesmo de fazer a inscrição na junta comercial de sua cidade, você vai precisar realizar uma consulta prévia na prefeitura a fim de verificar se a função empresarial selecionada por você vai poder ser exercida naquele local onde você tem interesse em se estabelecer.

Inscrição estadual

Boa parte dos estados já tem um convênio junto a Receita Federal. Esse convênio é o que possibilita ao empreendedor se inscrever pelo estado na internet junto com o CNPJ, através de um cadastro único. Em certos casos, essa inscrição estadual precisa ser adquirida antes de ter o alvará para funcionamento.

A inscrição é obrigatória para as empresas que fazem prestação de serviço em energia e comunicação, além de empresas dos setores do comércio, da indústria e de serviços de transporte interestadual e intermunicipal. É através dessa inscrição que o empresário recebe o seu cadastro no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, o ICMS.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.