Qual a diferença entre MEI e ME?

Antes de decidir abrir o seu próprio negócio é essencial buscar entender qual vai ser a melhor opção para você conseguir se dar conta. Atualmente, muitos empreendedores acabam ficando na dúvida sobre qual a diferença entre MEI e ME.

Essa dúvida é super válida, afinal as siglas são bem parecidas. Porém, os significados delas são completamente distintos. Você quer saber qual a diferença entre MEI e ME e qual escolher para a sua empresa? Então continue lendo o nosso artigo.

O que é MEI?

Se você quer saber qual a diferença entre MEI e ME é necessário primeiro saber o que significa cada categoria. A sigla MEI quer dizer Microempreendedor Individual, e se refere a um dos formatos empresariais que existem no Brasil. Essa é a alternativa perfeita para quem está iniciando no empreendedorismo e deseja formalizar logo o negócio, de maneira prática e simples.

Porém, é importante saber que o teto de faturamento para essa categoria é de R$81.000,00 por ano. Além disso, o empreendedor tem um limite e pode contratar no máximo 1 funcionário, além de não poder ter sócios.

Além disso, existe uma lista de profissões que podem atuar como MEI. Portanto, se você pensou em se cadastrar no Simples Nacional como MEI, saiba que existem uma série de fatores que você precisa cumprir. Essa categoria possui inúmeras vantagens, mas é necessário conferir se você se encaixa antes de se cadastrar como Microempreendedor Individual, para evitar contratempos.

O que é Microempresa – ME?

O ME, ou Microempresa, é apenas mais um porte de empresa. Esse diferente do MEI possui um teto de faturamento maior, que chega a até R$360 mil anual. Nessa modalidade não existe nenhuma restrição de atividades do empreendedor.

Ou seja, o dono do negócio pode atuar com qualquer atividade e escolher pelo regime de impostos que mais seja vantajoso para ele. Vale lembrar que o número de sócios vai depender somente da natureza jurídica que for escolhida.

Afinal, quais são as diferenças entre MEI e ME?

Bom, agora que já sabemos os significados de ambas as siglas, chegou o momento de descobrir qual a diferença entre MEI e ME. Muitos confundem as duas siglas por serem semelhantes, mas elas têm diferenças que vamos pontuar a seguir, confira”.

Regime Tributário e Porte de empresa

As Microempresa, nada mais que um porte da empresa. O porte em si só é definido pelo faturamento da empresa e esse negócio pode escolher qualquer regime de tributo para seguir.

Já quando falamos dos MEIs, nós encontramos o formato de empresa que obrigatoriamente segue o Simples Nacional. O regime do MEI é composto por um regime e um porte já pré-estabelecido, que é o de Microempresa.

Processo de abertura de empresa

Para formalizar o ME, existe um processo um pouco mais burocrático quando comparado ao MEI. Existe a necessidade de um profissional da contabilidade, por exemplo. Além disso, é necessário o registro na Junta Comercial, uma autorização para funcionamento da empresa e outros processos.

Já o MEI é muito mais simples e ocorre diretamente pelo Portal do Empreendedor, onde o empresário consegue emitir um certificado e concluir a abertura da empresa e os devidos registros.

Atividades permitidas

Entre as principais diferenças entre o MEI e o ME se encontram as atividades permitidas para cada modalidade. Como o ME você não possui restrições de atividades, ou seja, o empreendedor consegue atuar em qualquer área.

Já como MEI existe uma lista de atividades permitidas na modalidade. Geralmente o critério é que atividades de cunho intelectual não são incluídas nesse tipo de ramo. Porém, é necessário fazer uma pesquisa sobre essas atividades para ter tudo bem detalhado.

Limite de faturamento

Sendo ME, você possui o teto de faturamento de até R$360 mil reais. Já como MEI, o limite de faturamento anual é de até R$ 81 mil. Os valores são referentes ao ano de 2021.

Número de colaboradores

Como ME, é permitida a contratação de até 9 funcionários no caso de empresas de comércio e prestação de serviços, e até 19 para empresas no ramo da indústria. E no caso do MEI, existe o limite de contratação de apenas 1 funcionário.

Impostos

Em relação ao ME, os impostos e as contribuições são aplicados mediante a uma faixa de faturamento desse negócio. Os impostos são referentes ao PIS, COFINS, PASEP, CSLL, ICMS, IPI, ISS e IPI.

Já para os Microempreendedores Individuais existe uma única guia para pagar os tributos, essa guia se chama DAS, abreviação de Documento de Arrecadação do Simples Nacional. Ele corresponde a 5% do valor do salário mínimo vigente, somado a R$5 do ISS e R$ do ICMS.

Emissão de Nota Fiscal

Como o ME é pago uma porcentagem em cima das notas emitidas. Já como MEI, não é preciso pagar, já que todos os impostos que são pagos estão incluídos no DAS.

Portanto, cabe ao empreendedor conferir qual o melhor caminho para ele seguir. Se você pretende abrir uma empresa, veja bem as vantagens e desvantagens de cada categoria antes de iniciar esse trajeto importante em sua vida.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.