DAS MEI: Saiba como emitir o Documento de Arrecadação do Simples Nacional

É muito comum quando uma pessoa se torna MEI, não saber quais são os meios para emitir o DAS. Contudo, para contextualizar melhor o tema, você precisa saber o significado de DAS e MEI. Só então, ficará mais fácil entender como funciona todo o processo. 

Dito isso, a sigla DAS, é uma abreviação para Documento de Arrecadação do Simples Nacional. Em outras palavras, o DAS é a única guia mensal de recolhimento de imposto que o Microempreendedor Individual precisa pagar. 

Portanto, no momento em que uma pessoa decide atuar no mercado como MEI, seja uma empresa que preste serviço de registrar aplicativo inpi ou de outro ramo, deve priorizar suas responsabilidades financeiras, para que o seu registro não fique comprometido. 

Dentro do mundo dos negócios, toda a atenção é pouca. Isso vale tanto para o setor financeiro, quanto para outras áreas que precisam estar em pleno funcionamento para não comprometer o andamento dos resultados. 

As obrigações com os impostos, inclusive, é uma responsabilidade que não pode, em hipótese alguma, deixar de lado. 

Ao ignorá-los, obviamente, a empresa passa a colecionar uma série de problemas, levando até mesmo a sua falência. 

No pior cenário possível, um MEI pode procurar optar pela procura de uma assessoria financeira, justamente para conseguir uma orientação mais clara para lidar melhor com os seus custos dentro do seu negócio próprio. 

O DAS MEI, por sua vez, possui um valor fixo, e neste ano (2022), pode sofrer variações de R$ 61,60 e R$ 66,60. O MEI precisa pagar esse valor todo dia 20 de cada mês. Por sua vez, essa data vale para todos, e não é possível alterá-la. 

Como emitir o DAS MEI

Para que você não corra o risco de perder os seus benefícios como microempreendedor formalizado, vamos te mostrar as maneiras mais simples para que você possa emitir o seu DAS MEI

Resumidamente, você pode fazer essa emissão através de duas formas. A primeira, é pelo aplicativo MEI Fácil, ou por meio do PGMEI (Programa Gerador de DAS do Microempreendedor Individual. 

Ambas as opções citadas, proporcionam uma grande facilidade e praticidade para a emissão da guia. 

Dentro de um mundo que está cada vez mais digital, fica visível a necessidade de investir em ferramentas que possam otimizar certas operações. Contudo, a administração manual ainda é indispensável em alguns casos, como realizar a gestão de patrimonio familiar, por exemplo. 

Na prática, a emissão do DAS MEI é bastante fácil. O fato é que todo o trabalho é feito pelo próprio aplicativo, basta seguir os seguintes passos:

  • Instale o aplicativo MEI Fácil no seu smartphone;
  • Clique em “Tenho MEI”;
  • Preencha todos os campos solicitados.

Logo, você poderá visualizar todos os boletos que estão disponíveis para fazer pagamentos. Ter esse acesso facilitado, muitas vezes, é essencial no mundo dos negócios, afinal, quanto mais fácil e rápido um processo, melhor. 

Isso explica, em partes, como algumas empresas vêm optando por contratar os serviços de empresas que fazem auditoria ambiental para conseguir uma gestão melhor dos seus respectivos setores financeiros. 

Além de poder ver todos os boletos, você também tem acesso a lista de DAS em aberto, emitir o código de barras, ou até mesmo fazer o pagamento direto pela conta digital MEI Fácil. 

Por outro lado, temos o PGMEi, que também é outro recurso que pode ser utilizado para emissão de DAS MEI. 

Dentro do âmbito dos negócios, o PGMEI pode ser considerado como um programa onde reúne todas as questões importantes de uma empresa de consultoria em gestão financeira, por exemplo. 

Dentro dele, você tem acesso a todas as informações que precisa para que o seu registro de MEI não fique comprometido. Para te auxiliar nesse processo, desenvolvemos alguns passo a passo para te ajudar a pagar o seu DAS MEI. 

Da mesma forma que é fácil fazer essa emissão pelo MEI Fácil, a mesma situação ocorre com o PGMEI. Confira:

  • Digite o seu CNPJ MEI;
  • Vá em “Emitir Guia de Pagamento (DAS);
  • Selecione o ano;
  • Selecione o mês;
  • Em seguida, clique em “Apurar/Gerar DAS”;
  • Por fim, clique em “Imprimir/Visualizar PDF”.

Perceba que o PGMEI que o processo de emissão pelo PGMEI pode ser um pouco mais demorado, entretanto, ambas promovem uma grande facilidade para emitir a guia de pagamento. 

Como emitir a segunda via do DAS, e fazer a emissão de DAS atrasados

Em meio a tantas responsabilidades que precisamos lidar no dia a dia, às vezes, é inevitável esquecermos de pagar algo. 

O mesmo acontece com o pagamento de DAS. Contudo, os MEIs podem optar por ter um suporte profissional para lidar melhor com essas questões, isto é, ter por perto uma consultoria tributária, que pode auxiliar em alguns processos que vão além do que pagar uma DAS. 

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, ao se dar conta que esqueceu de pagar a guia no dia 20, a emissão da segunda via do DAS é muito mais fácil do que você imagina. 

A prova disso: basta seguir os mesmos passos que foram citados acima, que irá valer para emitir DAS atrasados, ou emitir a segunda via. 

Como pagar o DAS MEI?

Até aqui, você já aprendeu a como fazer a emissão do DAS MEI, agora, chegou o momento de descobrir como pagar o seu imposto mensal. 

Vale lembrar que, os seus pagamentos efetuados pela sua empresa de acompanhamento tecnico de segurança do trabalho, precisam ser monitorados frequentemente, afinal, trata-se do seu registro. 

Use a conta MEI Fácil

Um dos recursos que podem ser bastante úteis para a vida de um microempreendedor individual, é possuir uma conta digital PJ MEI Fácil. 

Além de ser uma ferramenta que facilita o pagamento das guias, ela é gratuita. Através dela, você pode abrir o aplicativo MEI Fácil, escolher o mês que deseja pagar, e clicar em “Pagar com a conta MEI”. 

Use sua conta de preferência

Como já foi dito anteriormente, através dos passos citados, você pode copiar o código de barra ou gerar o boleto DAS MEI, e pagar na instituição financeira de sua preferência. 

Use o PIX

No dia 24 de abril, o Governo Federal publicou uma nota apresentando a sua mais nova novidade para os microempreendedores individuais. Trata-se de uma nova forma de pagamento, via Pix. 

Ter essa nova forma de pagamento, de fato, tornou todo o processo mais fácil e rápido, o que acabou beneficiando mais de 11 bilhões de MEIs no Brasil, abrindo possibilidades até mesmo de empresas de assistência técnica perícia trabalhista abrirem contratos PJ com MEI. 

Como já sabemos, o Pix torna qualquer tipo de pagamento fácil e rápido. O mesmo vale para quando for realizar pagamentos de boletos DAS. 

Atualmente, o documento pode ser emitido com QR Code, que por sua vez, pode ser lido por qualquer aplicativo de instituição financeira que aceite pagamentos via Pix. Essa possibilidade, inclusive, está presente no MEI Fácil. 

Para isso, basta abrir o seu aplicativo MEI Fácil, e realizar o pagamento do DAS via Pix, através da leitura de QR Code. Dessa forma, em até 10 segundo o seu pagamento será atualizado, e o seu registro como MEI continuará regularizado. 

Parcelamento DAS MEI

Caso você tenha, por exemplo, 12 meses de imposto atrasado, você pode optar pelo parcelamento do DAS MEI. 

Resumidamente, qualquer pessoa que possua um grande número de impostos que não foram pagos, pode solicitar o parcelamento. Dessa forma, fica mais fácil negociar as suas dívidas. 

O que acontece ao pagar o mês errado?

Ao pagar um mês errado, não pense que o seu dinheiro foi gasto em vão. A Receita Federal entende que o seu pagamento será utilizado como adiantamento para os boletos que ainda estão em aberto. 

Respondendo algumas dúvidas que possam surgir neste momento, não é possível transferir o pagamento para outro mês, ou pedir estorno. A solicitação de estorno só é permitida em casos específicos, como pagamento em duplicidade. 

De qualquer forma, o ideal é que você nunca esqueça de pagar o imposto no dia 20, e além disso, procure fazer esse pagamento de maneira tranquila, sem se distrair com outras coisas que possam comprometer a sua atenção. 

Como atualizar o pagamento do DAS?

Para que você possa atualizar o pagamento do DAS, basta entrar no app da MEI Fácil e clicar no botão “Atualizar pagamentos.”. Vale pontuar que o sistema da Receita Federal pode demorar até 15 dias para atualizar os pagamentos dos boletos. 

Caso você tenha feito o pagamento há menos de 15 dias úteis, pode ser que ainda não seja possível visualizá-lo. Neste caso, aguarde mais alguns dias para antes de atualizar suas guias. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.