MEI: Saiba como produzir e aplicar o planejamento operacional para o seu negócio

O planejamento é algo essencial na vida e na rotina de qualquer pessoa, isso porque ele permite que tudo seja feito com mais cuidado e consciência, sabendo que se algo der errado, já se sabe o que fazer para consertar a questão.

Quando falamos do meio empresarial, isso se torna ainda mais importante, pois é preciso que uma empresa entenda a importância do planejamento para que tudo saia como o esperado e os resultados sejam os melhores.

Hoje, vemos muitas pessoas abrirem o seu próprio MEI, que é um estilo de negócio de pequeno porte, intitulado como microempreendedor individual, que pode ser usado tanto para vender produtos físicos quanto para oferecer serviços.

Na maioria das vezes, os MEIs costumam ser pessoas que oferecem algum tipo de serviço, mas com o passar do tempo e o crescimento da demanda, ela pode montar sua própria equipe para cuidar de diferentes áreas do negócio.

Ela pode ter alguém para cuidar da área de marketing, outra responsável pela antecipação de recebíveis para empresas e outra que cuida de toda a parte financeira do negócio, todos essenciais para que a empresa se mantenha de pé.

Nos últimos tempos, o número de microempreendedores individuais cresceu bastante no Brasil e no mundo, isso é prova de como o universo do empreendedorismo tem tomado o mundo e construído um mercado diversificado de muita qualidade.

Acontece que ter o seu próprio negócio e gerir as diversas pontas que fazem com que uma marca exista está longe de ser algo fácil, por isso é importante que todos da empresa saibam se organizar bem.

A organização e o planejamento é o que faz uma empresa se manter de pé em um mercado que muitas vezes pode parecer instável e onde nunca sabemos o que pode acontecer no futuro. A pandemia serviu como lição para que os empreendedores entendessem isso.

Pensando nisso, o conceito de planejamento operacional surgiu para ajudar desde um profissional MEI que trabalha com consultoria administração empresarial ou até mesmo um que possui sua própria loja de roupas.

Pouco se fala sobre o conceito de planejamento operacional, que pode até ser sugerido há pouco tempo, mas já está fazendo toda a diferença na vida e na rotina de quem trabalha como MEI sozinho ou com outros colegas.

Sendo assim, hoje iremos a fundo no conceito de planejamento operacional e nas dicas para te ajudar a montar o seu, além, é claro, dos benefícios desse conceito para o seu negócio, seja qual for o tamanho ou segmento dele.

Planejamento operacional: Conceito e importância 

O planejamento operacional nada mais é do que um simples documento que registra tudo o que precisa ser feito na parte de operação da sua empresa e que serve para ajudar os profissionais a saberem o que, como e onde fazer determinadas atividades.

Dentro de uma empresa de gestão de documentos existem profissionais que são responsáveis por separar os documentos por nichos de assunto ou por datas, e para que isso seja feito de maneira otimizada, eles precisam de um planejamento.

Nesse caso, o líder da empresa irá escolher os profissionais que irão cuidar disso, assim como as formas com as quais eles farão a devida separação desses documentos para que tudo fique pronto o mais rápido possível.

Isso pode ser entendido como um planejamento operacional, onde o que foi feito na prática, teve um planejamento teórico com antecedência para que no momento da ação as pessoas envolvidas soubessem exatamente o que fazer.

O planejamento operacional serve para ajudar o empreendedor e as pessoas que trabalham com ele a terem mais controle sobre suas funções e entender tudo o que precisa ser feito nas mais diversa áreas que compõem uma marca, como:

  • Atendimento;
  • Produção;
  • Vendas;
  • Marketing;
  • Comunicação;
  • Jurídico;
  • Financeiro.

Assim como um despachante aduaneiro comércio exterior é importante para quem deseja exportar algo, o planejamento operacional é essencial para o empreendedor que quer uma empresa bem estruturada e com suas tarefas alinhadas a serem feitas.

Com isso, entendemos que o planejamento operacional é muito mais do que apenas uma novidade no mercado, mas uma maneira de ajudar as empresas, das mais pequenas até as gigantes, a realizarem o seu trabalho da maneira mais tranquila e otimizada possível.

Dicas de como montar um planejamento operacional

O planejamento operacional dentro do MEI é essencial, pois por se tratar de uma empresa pequena, que muitas vezes é composta apenas pelo empreendedor. É ele quem ajuda o profissional a ter mais controle sobre tudo o que precisa fazer e dar conta.

Pensando nisso, selecionamos algumas dicas que irão te ajudar a montar um planejamento operacional personalizado para a sua marca e que fará toda a diferença dentro do seu negócio. Confira:

Estipule metas e objetivos

Toda empresa conta com suas metas e objetivos, seja uma marca de cfop venda exportação direta que, após se tornar a melhor no Brasil, deseja ser a melhor no mundo, ou até mesmo uma clínica médica que deseja alcançar a marca de mil clientes até o fim do ano.

As metas e os objetivos de uma empresa são o que fazem com que elas se mantenham de pé e continuem lutando pelo que acreditam, pois sabem que fazem isso em prol justamente dessa meta e objetivo.

Por isso, você, como empreendedor e criador do seu próprio MEI, precisa alinhar quais são suas metas e objetivos como empreendedor e até onde deseja que sua marca chegue a curto, médio e longo prazo.

Avalie os pontos fortes e fracos

Outra dica essencial para o seu planejamento operacional é a avaliação dos pontos fortes e fracos da sua marca, pois toda empresa os possui e é importante alinhá-los para que você saiba o que fazer para mudá-los.

Quando uma empresa precisa de uma declaração de importação, ela procura pelo serviço na internet ou com pessoas que entendam sobre o assunto. Ao detectar pontos fracos na sua empresa, procure por profissionais e materiais que possam te ajudar a mudar essa realidade.

Toda empresa possui seus pontos fortes que precisam ser mantidos e os fracos que precisam de suporte. Entender qual é qual já é uma ótima forma de garantir que sua marca se desenvolva de maneira saudável.

Centralize todas as operações

Centralizar as operações de todas as áreas é essencial para que você obtenha maior controle sobre tudo o que acontece nas mais diferentes áreas do seu negócio, principalmente se trabalha junto a outros profissionais.

Hoje você consegue encontrar sistemas e ferramentas gratuitas disponíveis na internet e que te ajudam a centralizar essas operações de maneira otimizada, fazendo com que as tomadas de decisões sejam mais assertivas.

Uma marca que vende transdutor de pressão, por exemplo, ao centralizar a operações de vendas, atendimento e produção, obtém mais chances de ver quando algo pode dar errado e já evitar algum tipo de prejuízo.

Conte com bons profissionais

Por fim, mas não menos importante, contar com bons profissionais é fundamental para a boa operação de qualquer empresa, pois eles serão seus aliados para que a empresa chegue às metas e objetivos estipulados.

Sendo assim, se preocupe em contratar profissionais que não sejam bons apenas no que fazem, mas também que saibam de seus valores e princípios a ponto de não abrir mão do que desejam por qualquer coisa.

Com dicas como essas você consegue construir não apenas um planejamento operacional, mas uma equipe e uma empresa onde todos estão alinhados com a mesma cultura e em prol do mesmo objetivo.

Benefícios do planejamento operacional

Assim como um diligenciamento de fabricação traz inúmeros benefícios para fábricas e grandes empresas, o planejamento operacional também traz inúmeras vantagens para as marcas que nele decidem apostar.

O primeiro deles é a previsão de demanda, pois com o planejamento é possível saber o que a empresa fazer e entregar a longo prazo, preparando os funcionários e os materiais necessários para evitar atrasos.

O engajamento das equipes também cresce, fazendo com que áreas e profissionais diferentes possam trocar figurinhas e se ajudarem no que for preciso para que todos obtenham bons resultados.

Além de tudo isso, o planejamento operacional ainda ajuda na redução de custos, fazendo com que a empresa tenha mais consciência sobre seus gastos e evite perdas desnecessárias e que podem colocar a situação financeira da marca em risco.

Esses são apenas alguns dos diversos benefícios do planejamento operacional para quem trabalha como MEI, seja sozinho ou com outras pessoas, fazendo toda a diferença na rotina de trabalho das pequenas empresas.

Dessa maneira você consegue construir um negócio de sucesso, que pensa não apenas no aumento dos resultados, mas também na criação de uma rotina que ajude os funcionários e entregue aos clientes o melhor resultado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
Sair da versão mobile