Balanço patrimonial para MEI: O que é, importância e como fazer

O balanço patrimonial é uma forma de ajudar tanto pessoas quanto empresas a terem um maior e melhor controle sobre seus gastos e também auxilia na melhora da organização do dinheiro de cada negócio.

Falar sobre dinheiro ainda é um tabu para algumas pessoas, famílias e até mesmo empresas. Existem aqueles que até chegam a pensar que fazer um balanço patrimonial, por exemplo, é um sinal de quem em breve a pessoa irá dessa para melhor.

Entretanto, isso não passa de um mito e até mesmo ignorância por parte de quem não se abre para entender mais sobre esse assunto tão importante, necessário e presente na vida de todos nós, que é justamente o dinheiro.

Pensando nisso, existem muitas pessoas que se arriscam no universo do empreendedorismo e abrem o seu próprio negócio ou até mesmo começam a trabalhar como autônomos e oferecem os seus serviços, a maioria deles são conhecidos como MEIs.

O MEI pode ser tanto o dono de uma pequena empresa demolidora quanto um professor particular de inglês que abriu um CNPJ para formalizar os seus serviços ou vendas através de notas fiscais que oficializam o que foi feito.

A sigla MEI significa microempreendedor individual e nada mais é do que uma microempresa que pode ser administrada por uma ou mais pessoas que fazem parte de um negócio que não ultrapasse a margem de lucro de R$ 81 mil por ano.

Sendo assim, para quem está começando a empreender, seja na abertura de uma empresa que venda produtos físicos ou até mesmo na prestação de serviços como autônomo, esse valor máximo serve para qualquer segmento de microempresa e deve ser respeitado.

Quando o CNPJ ultrapassa esse valor de lucro, a empresa da pessoa já sai de um status MEI e passa a ser uma empresa maior, o que requer do empresário o pagamento de impostos mais caros e, consequentemente, mais burocracia em seus processos.

Um MEI que fornece um serviço de impermeabilização com manta asfáltica, por exemplo, consegue produzir notas fiscais para oficializar o seu trabalho, e com isso sempre ter as provas de seu trabalho registradas em um sistema governamental.

Entretanto, o balanço patrimonial não está diretamente ligado a algo que envolva o governo, mas a uma ação que diz respeito aos resultados da sua empresa e que te ajudarão a ter mais controle do que você possui no momento.

Pensando nisso e em como esse conceito tem crescido no mercado, hoje iremos entender os mínimos detalhes do que é um balanço patrimonial, os benefícios de fazê-lo, e é claro, dicas de como você pode fazer o seu de onde estiver e a qualquer momento.

Entenda o que é balanço patrimonial e sua importância 

Primeiramente precisamos entender o que é um balanço patrimonial, que como o próprio nome já diz, nada mais é do que um balanço, ou seja, cálculo que te mostra o quanto você tem acumulado de patrimônio em relação ao que você gasta.

Para que um serviço de ancoragem predial seja realizado da melhor maneira possível, o empreendedor precisa desembolsar dinheiro na compra de materiais para tal serviço e até mesmo no pagamento de impostos que ser um MEI exige todos os meses.

Tudo isso são gastos que precisam ser somados pelo empreendedor para que ele saiba se os seus gastos estão em combinação com o que possui de patrimônio, e o patrimônio de um empreendedor pode variar entre diversas aquisições que ele possui, como:

  • Casas;
  • Apartamentos;
  • Carros;
  • Motos;
  • Dinheiro;
  • Joias.

É claro que existem diversos outros itens que compõem o patrimônio de um empreendedor, mas o fato é que todos possuem um patrimônio, nem que seja apenas o lucro da empresa que é guardado em uma conta bancária específica todos os meses.

Acontece que toda empresa possui os seus ganhos e os seus gatos, inclusive o MEI, e fazer o balanço entre eles é essencial para que você saiba se a sua empresa está ganhando ou perdendo dinheiro dentro de um período de tempo.

Seja uma empresa de levantamento topográfico ou até mesmo um consultor de marketing, o recomendado é que esse balanço patrimonial seja feito todos os anos, no mês que você achar melhor, para entender como anda a sua situação financeira a cada ano.

O balanço patrimonial para o MEI se tornou extremamente importante nos últimos tempos justamente por ajudar os empreendedores a terem mais controle de seus gastos e entenderem se precisam economizar mais ou fazer mais dinheiro.

A última coisa que um empreendedor deseja é ver o seu negócio acabar, ainda mais por conta de problemas financeiros, então é melhor prevenir do que remediar, e fazer o balanço patrimonial da sua marca é uma das melhores formas de prevenir isso.

Benefícios de um balaço patrimonial para MEIs

Agora que você entende sobre o que se trata o balanço patrimonial e a importância de calculá-lo de tempos em tempos, chegou o momento de conferir alguns dos benefícios que essa ação traz para a sua empresa. Confira:

Maior controle de gastos

Como bem vimos, o balanço patrimonial proporciona um maior controle dos gastos da sua empresa, seja ela uma rede de distribuidores de correias transportadoras ou até mesmo uma equipe que presta serviços de beleza para noivas e debutantes.

Com esse maior controle de gastos você conseguirá ver no que precisa economizar mais, onde pode investir mais e até mesmo quais benefícios e novos patrimônios pode adquirir para aumentar a riqueza da sua marca e, consequentemente, a sua também.

Evita perdas e prejuízos

Ganhar dinheiro é maravilhoso, mas na mesma potência que isso é bom, perder dinheiro é horrível e provoca uma sensação que nenhum empreendedor deseja sentir, seja na perda do dinheiro em prol de algo que pensou ser bom ou até mesmo por sofrer um golpe.

Com um balanço patrimonial, fica ainda mais fácil evitar esse tipo de problema e fazer com que cada real que saia do caixa da sua empresa, saia com o máximo possível de consciência e certeza de que está sendo gasto em algo bom para o seu negócio.

Mais oportunidades de crescimento

E é claro que com esse balanço você também possui mais oportunidades de crescimento, podendo criar um novo setor dentro da sua empresa de ppp e contratar novos colaboradores para que a sua empresa comece a crescer do jeito que sempre sonhou.

Com um balanço patrimonial você consegue entender quando poderá investir no crescimento da sua empresa e fazer isso com tranquilidade e certeza de saber que o seu financeiro estará alinhado com tamanhas mudanças.

Saiba como realizar o balanço patrimonial em MEIs 

Agora que você entendeu quais são alguns dos inúmeros benefícios do balanço patrimonial para MEIs, chegou o momento de partir para a prática e fazer o seu próprio balanço patrimonial, um processo simples com as dicas que selecionamos para te ajudar. Confira:

Defina quais são os seus ativos

Os bens ativos de uma pessoa ou empresa é tudo aquilo que ela possui de valor e que pode ser repassado para alguém após a sua morte ou pode até mesmo ser vendido em vida para que ela possua mais dinheiro para fazer o que quiser.

Entre eles pode estar uma casa, um apartamento, uma empresa de estruturas metálicas e até mesmo investimentos na bolsa que estão rendendo todos os meses. É importante que você possua o valor total de todos os seus bens para fazer o cálculo do balanço.

Defina quais são os seus passivos

Já os passivos são todas as contas e impostos que um MEI precisa pagar todos os meses e até mesmo todos os anos para manter o seu negócio de pé, seja a taxa do DAS ou até mesmo o valor que gasta todos os meses para produzir os seus produtos.

Aqui é importante que você tenha em mãos todos os gastos da sua empresa, e para isso recomenda-se que você os anote durante todos os meses para que o cálculo anual saia com exatidão a partir dos valores gastos mensalmente pela empresa.

Realize o cálculo entre eles

Com esses dois dados cruciais em mãos, já é mais que possível realizar o cálculo do seu balanço patrimonial, que nada mais é do que a subtração entre o valor de todos os seus ativos pelo valor de todos os seus passivos.

Por exemplo, imagine que uma marca que vende climatizador para fábricas possui R$ 10 mil em ativos e R$ 3 mil em passivos. Nesse caso, o cálculo ficaria: 10.000 – 3.000 = 7.000. Sendo assim, a empresa teve um total de R$ 7 mil de lucro no ano.

Analise a condição da sua empresa

Por fim você deve analisar esse resultado e entender, com base na condição atual da sua empresa, se ele está bom ou ruim. Isso significa que você deve analisar o tamanho da sua empresa e o ritmo de produção dela para saber se esse resultado está bom ou ruim.

Só assim você saberá se esse balanço está equilibrado e se a sua marca está no positivo, ou se será preciso economizar em algumas pontas e cortar gastos em outras para evitar maiores problemas lá na frente.

Considerações finais

Dessa forma você conseguirá manter uma empresa de pé com tranquilidade e equilíbrio, pois sabe exatamente o que possui e quanto vale o seu patrimônio em comparação aos seus gatos, fazendo com que eles sejam cada vez mais conscientes.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.