Como funciona o empréstimo consignado para quem recebe auxílio Brasil e como solicitá-lo?

A economia em nosso país sempre foi um dos temas de máxima discussão, pois boa parte da população em algum momento se vê apertado ou até mesmo com dificuldades em suas contas. Diante disso, o empréstimo consignado tem se mostrado uma boa opção.

Para se ter ideia, esse assunto é tão sério que diante de um levantamento realizado pela CNC, a cada 100 famílias em nosso país, 79 estão endividadas e com problemas para resolver suas contas.

Sendo assim, por mais que muitas vezes uma pessoa trabalhe, por exemplo, em uma empresa de montagem mecânica e tenha seu salário mensal definido, lidar com as contas e dívidas é um assunto complicado e que merece atenção.

Além do mais, para as pessoas que recebem o Auxílio Brasil e buscam formas de quitar suas dívidas, algumas instituições têm liberado o empréstimo consignado, que faz com que essas pessoas tentem sair de momentos ou situações ruins.

O tema de fato é complexo e até mesmo controverso, pois se está disponibilizando uma modalidade de empréstimo às pessoas que se encontram diante de uma situação de extrema pobreza.

Por isso, antes de considerar ter acesso a esse empréstimo, é necessário ter alguns cuidados em mente para que suas dívidas não se tornem ainda maiores e se tenha situações delicadas em sua vida.

Pensando nisso, hoje iremos falar sobre o empréstimo consignado para quem recebe o Auxílio Brasil, evidenciando a significação dos termos, como é realizado o funcionamento, quem pode solicitar e principalmente os cuidados a serem tomados. Vamos lá!

O que é o empréstimo consignado?

O empréstimo consignado, também como é conhecido por muitos como crédito consignado, é um tipo de empréstimo onde as parcelas são descontadas diretamente no contracheque, holerite ou benefício da pessoa em questão.

Sendo assim, uma pessoa que solicita o empréstimo consignado e trabalha, por exemplo, em uma empresa de centro de medição elétrica, as parcelas do empréstimo tendem a ser descontadas diretamente na folha salarial.

Isso faz com que as chances de empréstimo sejam maiores, pois os bancos têm uma garantia à sua disposição, fazendo com que diminuam as chances de inadimplência.

Por esses motivos, os grupos que podem solicitar o crédito consignado e tendem a ter êxito nesse processo são:

  • Trabalhadores com carteira assinada;
  • Servidores públicos;
  • Militares das forças armadas;
  • Aposentados e pensionistas do INSS;
  • Beneficiário do programa Auxílio Brasil;
  • Beneficiários do benefício de prestação continuada.

Dessa forma, se você deseja organizar a sua vida financeira e estabelecer hábitos que tendem a mudar a sua vida, o empréstimo consignado pode ser uma ótima forma de realizar essa ação.

Entretanto, em todos os casos citados é importante ter em mente que parte da renda do benefício ou do seu trabalho tendem a ficar comprometidos antes mesmo que o dinheiro chegue até sua conta.

Por isso, antes de comprometer seu salário, por exemplo, em uma empresa de manutenção industrial ou até mesmo os benefícios que você tem acesso, tenha um bom planejamento financeiro e realize escolhas que vão te ajudar nesse momento de dívidas.

O que é o Auxílio Brasil?

O Auxílio Brasil foi criado para substituir em partes o Bolsa Família, que estava em funcionamento desde 2013, tendo até mesmo pontos semelhantes em relação ao programa anterior.

Inclusive, um dos principais pontos de semelhança entre eles é que ambos são destinados às mesmas pessoas, reunindo políticas públicas de assistência social para a população mais desfavorecida.

Sendo assim, para que fique claro, as famílias que têm acesso ao Auxílio Brasil são as que se encontram em duas situações, sendo elas a de extrema pobreza, onde a renda mensal é de até R$ 105 por pessoa.

Ou a de pobreza, quando a renda mensal varia entre R$105,01 até R$210 por pessoa, desde que existam na família gestantes ou menores de 21 anos de idade.

Dessa forma, os que têm acesso e direito ao Auxílio Brasil são pessoas que muitas vezes não se encontram trabalhando, por exemplo, em empresas de hidrojateamento industrial e por isso elas têm esse direito.

Inicialmente os valores estipulados pelo Governo Federal em relação a esse direito eram de R$400,00 onde as pessoas podiam contar com esse valor mensalmente.

Entretanto, no dia 13 de junho de 2022, a câmara dos deputados aprovou a PEC dos auxílios, que fez com que esses valores aumentassem e o Auxílio Brasil fosse de R$400,00 para R$600,00 até o final deste ano.

Por isso, caso você tenha acesso a esse direito, é importante estar atento às suas atualizações e principalmente em tudo que o governo e a câmara estipula em relação aos valores.

Como funciona o empréstimo consignado Auxílio Brasil?

O empréstimo Auxílio Brasil ou até mesmo o empréstimo consignado Auxílio Brasil é um tipo de empréstimo onde os valores da parcela já são automaticamente descontados desse benefício.

Sendo assim, como uma pessoa que trabalha em uma fiscalização no canteiro de obras, ao optar pelo empréstimo consignado, ela tem as parcelas descontadas em seu salário, nesse caso as parcelas já são descontadas diretamente no auxílio.

Entretanto, no caso do empréstimo consignado Auxílio Brasil, as pessoas que optam por essa opção tendem a estar sujeitas a algumas regras para utilizar desse recurso.

A primeira delas é que o valor do empréstimo pode comprometer no máximo 40{37828f1ff735b0094b538d67ee7b4880e10b43cdfc7b8dfdd0f990fc8cff9e44} do valor mensal que é recebido no auxílio. O percentual dos 40{37828f1ff735b0094b538d67ee7b4880e10b43cdfc7b8dfdd0f990fc8cff9e44} é calculado através do valor inicial do auxílio os R$400,00.

As parcelas do empréstimo são de no máximo R$1.600,00. O empréstimo tem o prazo máximo de ser pago em no máximo 24 parcelas, e as taxas de juros não devem ultrapassar 3,5 ao mês.

Como esse empréstimo tende a atender pessoas que estão em extrema pobreza, é essencial que essas regras sejam aplicadas e deem essa segurança para as instituições financeiras.

Por isso, por mais que se encontre uma solução para que os empréstimos possam ser realizados, é importante considerar esses pontos e ter em mente que essa linha reúne alguns riscos e cuidados a serem tomados.

Quem pode solicitar o empréstimo do Auxilio Brasil?

Como é um benefício governamental, muitas pessoas, diante do não conhecimento, já imaginam ter acesso a esse direito e poder realmente estar recebendo os valores que foram citados.

Entretanto, para que se tenha acesso ao empréstimo do Auxílio Brasil, é necessário seguir uma série de fatores, além de muitas vezes não poder ter um salário fixo, por exemplo, em uma empresa de esquadrias.

Por isso, para que fique claro de uma vez por todas, as pessoas que podem solicitar esse empréstimo devem ser beneficiárias do Auxílio Brasil, além de possuir um BPC em um dos bancos responsáveis por esse processo, a Caixa Econômica Federal.

Além disso, a própria Caixa Econômica estipula alguns critérios para se estar atento e conseguir ter acesso ao empréstimo consignado Auxílio Brasil. O primeiro deles diz que é necessário que a pessoa receba ao mínimo o Auxílio Brasil há mais de 90 dias.

O benefício não pode ter data de término de recebimento, e a pessoa não pode ter deixado de comparecer à convocação do Ministério da Cidadania para revisão e atualização dos seus dados cadastrais.

Dessa forma, ao seguir esses critérios e realmente ter um bom planejamento financeiro para o dinheiro em questão, vale a pena contar com esse empréstimo e organizar sua vida.

Porém, é importante ter alguns cuidados com esse tipo de empréstimo, direcionando o dinheiro para o pagamento de dívidas num projeto de cobertura em estrutura metálica e investimentos que proporcionem um retorno e algo que vai ser bom para a sua vida financeira.

Pois de nada adianta contar com esse empréstimo e ver sua vida financeira tomando rumos cada vez mais arriscados e preocupantes.

Cuidados com esse tipo de empréstimo

Apesar de no primeiro momento o empréstimo consignado Auxílio Brasil pareça a solução para os seus problemas financeiros, é importante ter em mente que os juros podem comprometer boa parte da quantia emprestada.

Sendo assim, é importante que se considere se o dinheiro que vai sobrar dos juros realmente vai ajudar em sua vida e vai ser algo determinante para a organização da sua vida financeira e hábitos mais positivos.

Outro ponto bem importante a se considerar é que em 2023 o valor do benefício pode voltar a ser R$400,00, por isso é essencial se atentar a essas situações, pois elas tendem a fazer toda a diferença em sua vida financeira.

Além do mais, a tendência caso esse valor realmente diminua é que boa parte das pessoas que optaram pelo empréstimo acabam se vendo diante de uma bola de neve, onde suas dívidas só aumentam.

Por isso, vale considerar que como se trata de um empréstimo consignado, onde as parcelas são descontadas automaticamente do benefício, não é possível negociar acordos e formas de baixar as parcelas ou aumentar o tempo de pagamento.

Sendo assim, caso você esteja bem e diante de um crescimento em seu serviço em uma empresa de reforma de apartamento, evitar riscos é uma boa opção, estabelecendo um planejamento e outras formas de lidar com as suas dívidas e saúde financeira.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.