Quais as desvantagens de ser um Microempreendedor Individual?

Existem algumas desvantagens em ser um Microempreendedor Individual (MEI), incluindo:

  1. Limitação do faturamento anual: o MEI só pode faturar até R$ 81 mil por ano. Isso pode ser limitante para empreendedores que desejam crescer e expandir seus negócios.
  2. Restrições de atividades: o MEI só pode exercer atividades permitidas pelo governo, que estão listadas no site do Portal do Empreendedor. Se você quiser mudar de atividade, precisará se desfiliar e se tornar um MEI de outra atividade.
  3. Dificuldades em conseguir empréstimos: como o MEI tem um faturamento limitado, pode ser mais difícil conseguir empréstimos bancários para financiar o negócio.
  4. Falta de proteção trabalhista: o MEI não tem a mesma proteção trabalhista que um empregado comum, o que pode ser uma preocupação para quem deseja se tornar um MEI.
  5. Custos: o MEI precisa pagar alguns impostos e taxas, como a contribuição para a Previdência Social e a taxa anual do INSS, o que pode ser um custo considerável para alguns empreendedores.
  6. Dificuldade em contratar funcionários: o MEI só pode contratar um funcionário com carteira assinada, o que pode ser limitante para quem quer expandir seu negócio.
  7. Dificuldade em abrir uma conta bancária: alguns bancos podem se recusar a abrir uma conta para um MEI, o que pode dificultar a gestão financeira do negócio.

Em resumo, ser um MEI pode ser uma opção interessante para empreendedores que desejam começar um negócio com baixo investimento e riscos, mas é importante considerar essas desvantagens antes de tomar essa decisão.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.