Quantas vezes posso sacar o FGTS

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é um fundo criado pelo governo para proteger os trabalhadores contra demissões sem justa causa. Se você é um trabalhador formal com carteira assinada, o empregador deposita uma parte do seu salário no FGTS a cada mês.

Você pode sacar o FGTS em algumas situações específicas, como:

  1. Demissão sem justa causa: neste caso, você pode sacar o FGTS integralmente.
  2. Rescisão do contrato de trabalho por acordo entre empregado e empregador: neste caso, você pode sacar até 80% do saldo do FGTS.
  3. Aposentadoria: neste caso, você pode sacar o saldo do FGTS integralmente.
  4. Morte do trabalhador: os beneficiários do trabalhador (cônjuge, filhos, pais, entre outros) podem sacar o saldo do FGTS integralmente.
  5. Compra de imóvel: você pode utilizar o FGTS para financiar a compra de um imóvel. Neste caso, o valor do FGTS que você pode utilizar dependerá do valor do imóvel e do saldo do FGTS.

Em todos os casos, é preciso seguir os procedimentos estabelecidos pelo governo para sacar o FGTS. Isso inclui preencher os formulários necessários e apresentar os documentos exigidos.

Leia também

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.