Como regularizar o MEI

O Microempreendedor Individual (MEI) é uma opção para aqueles que desejam iniciar sua própria atividade econômica de forma simples e sem burocracia. Porém, é importante que o MEI esteja regularizado para evitar problemas legais e financeiros. Neste artigo, vamos explicar como regularizar o MEI e os documentos e procedimentos necessários para isso.

O que é o MEI?

MEI é uma opção de formalização para microempreendedores individuais, ou seja, aqueles que trabalham por conta própria e possuem faturamento anual de até R$ 81.000,00. A formalização como MEI permite que o empreendedor tenha direito a benefícios previdenciários, além de poder emitir Nota Fiscal e ter acesso a crédito.

Quem pode se tornar MEI?

Qualquer pessoa física pode se tornar MEI, desde que atenda aos seguintes requisitos:

Como regularizar o MEI?

Para se regularizar como MEI, é necessário seguir os seguintes passos:

Passo 1: Escolha a atividade econômica

Antes de se regularizar, é importante escolher uma atividade econômica permitida pelo governo. A lista completa de atividades permitidas pode ser encontrada no site do governo (https://www.portaldoempreendedor.gov.br/microempreendedor-individual-mei/atividades-permitidas).

Passo 2: Faça o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ)

Para se regularizar como MEI, é necessário obter um CNPJ. Isso pode ser feito através do site do governo (https://www.portaldoempreendedor.gov.br/microempreendedor-individual-mei/abrir-mei) ou presencialmente em uma unidade do Sebrae.

Passo 3: Faça o Cadastro de contribuinte do INSS

Após obter o CNPJ, é necessário se cadastrar como contribuinte do INSS. Isso pode ser feito através do site do governo (https://www.portaldoempreendedor.gov.br/microempreendedor-individual-mei/ab

Leia também

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.