Registrar patente: 9 motivos para você proteger a sua obra

Quer você tenha acabado de lançar um produto ou tenha feito isso há algum tempo, existem algumas questões que você precisa ter muita atenção, e uma delas é o registro de patentes. 

Mesmo que seja iniciante na criação de produtos, você deve garantir que seus direitos sejam protegidos contra violação de direitos autorais. 

Ou seja, precisa se proteger quando outra pessoa reproduz, distribui, executa, exibe publicamente ou transforma em um trabalho derivado seu conteúdo original sem sua permissão. 

No entanto, embora o registro de patente seja muito importante, é comum que existam muitas dúvidas sobre o assunto. Afinal, será que realmente é necessário fazer esse tipo de registro. 

Continue a leitura e entenda quais são alguns dos principais motivos para você fazer o registro de patente e proteger suas criações! 

Por que registrar patente de criações? 

O registro de patente se aplica a produtos que podem ser industrializados em série. Ou seja, se você criou um produto e deseja que ele seja vendido para muitas pessoas, ele pode ser patenteado – caso seja uma invenção exclusiva sua. 

Dito isso, aqui estão alguns dos principais motivos para fazer o registro de patente das suas criações. 

1. Vantagem competitiva

Uma patente protege seu titular por um período máximo de 20 anos, durante o qual nenhum terceiro poderá fazer uso do produto e/ou serviço protegido sem o consentimento do titular. 

Portanto, esse é o instrumento de proteção legal mais eficaz, contra cópias e plágio para quem cria produtos. 

2. As patentes facilitam a comercialização

Quando uma empresa tem uma patente, ela traz naturalmente um certo prestígio. Por exemplo, um certo grau de seriedade, confiança e aumento do valor da marca.

Com isso, é possível que a empresa consiga fechar muito mais vendas, já que será reconhecida no mercado por ser a verdadeira criadora de um produto. 

3. A patente é um instrumento de avanço e desenvolvimento tecnológico

A patente pode compensar o alto custo do processo de pesquisa e desenvolvimento tecnológico.

4. Vendas únicas

Durante os 20 anos que durar a patente, o empresário terá o direito de comercializar exclusivamente seu produto. E, portanto, eles se tornarão vendas únicas para o proprietário do mesmo.

5. Royalties

Ter os direitos sobre um produto ou processo permite ao empreendedor licenciá-lo, vendê-lo ou transferi-lo e receber, em troca, royalties.

Portanto, essa é mais uma oportunidade de receber dinheiro com a sua criação, desde que ela seja patenteada por você. 

6. Atraente para investidores 

É mais provável que os investidores dediquem recursos a um projeto patenteado, pois estarão mais interessados ​​em obter lucro com as vendas exclusivas geradas.

Logo, se eles tiverem que escolher entre investir em você ou em outro empresário, pode ser que você consiga uma grande vantagem devido ao projeto patenteado. 

7. Incentive mais inovação

O registro de patentes também tem efeito dentro da empresa e é a motivação constante dos funcionários. Dito crescimento da empresa, se refletiria em melhores condições de trabalho.

8. Aumente o valor da marca 

Marcas como Coca-Cola e Bimbo patentearam suas fórmulas, um intangível que torna as empresas mais valiosas em relação a outras. Outro exemplo é na área de tencologia, ao criar um template para criação de sites, você pode patenteá-lo também.

9. Evita conflitos por violação de direitos

O registro de patentes evita conflitos com terceiros por violação de direitos, principalmente com concorrentes com tecnologias semelhantes às desenvolvidas.

Últimas considerações

Como você viu, patentear tem inúmeras vantagens para cada proprietário. Mas, também devemos nos referir à desvantagem, que é que o inventor tem a obrigação de divulgar a invenção de forma que seja reproduzível por um técnico no assunto. 

Esta desvantagem pode ser parcialmente eliminada se certos dados não forem fornecidos ou certas informações essenciais não forem especificadas na especificação da invenção. Nesses casos, o ideal é que essas informações sejam protegidas sob sigilo industrial.

O registo de uma patente requer conhecimentos técnicos, jurídicos e experiência para a sua realização. Portanto, caso tenha dificuldades em seguir com o processo, é recomendável que conte com o auxílio de um especialista. 

Com a ajuda de uma consultoria de patente, por exemplo, você terá a certeza de que seguirá corretamente todos os passos necessários para realizar o registro de patente. 

Esperamos que tenha gostado do conteúdo e que agora esteja mais claro quais são os principais motivos para você proteger a sua criação! 

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.