Quem tem direito ao seguro desemprego?

Quem tem direito ao seguro desemprego?

Quem tem direito ao seguro desemprego? O seguro desemprego é uma vantagem dado pelo o Governo que visa permitir estabilidade e garantia de renda temporária a todo empregado que foram desligados das suas atividades funcionais trabalhista sem justa causa. O valor disponibilizado para esta vantagem varia de acordo com a faixa salarial do funcionário, que pode atingir em até cinco parcela dependendo da situação, no entanto nem sequer todos os trabalhadores estão habilitados para conseguir essa vantagem. Para entender quem possui direito ao Seguro Desemprego, confira abaixo nosso passo a passo com todas as informações sobre essa vantagem.

Quem tem direito ao seguro desemprego?

A vantagem é atribuída ao emprego que executa de forma registrada mais de 18 meses e não fez aquisição do recebimento do seguro nos últimos 12 meses. Funcionários que foram mandados ainda que por justa causa ou ao longo o tempo de 90 dias durante o convênio de experiência, não contem direito a vantagem.

Quem tem direito ao seguro desemprego
Quem tem direito ao seguro desemprego? (Foto: Empregador web)

Para o recolhimento do seguro desemprego você precisa estar dentro dos requisitos legais estabelecidos pela nova regra do seguro desemprego. Veja abaixo os requisitos que o funcionário precisa cumprir para ter direito ao amparo:

Cálculo Seguro Desemprego: Passo a Passo Com Dicas Simples [Veja Aqui]

  • Trabalhadores dispensados de suas atividades trabalhistas sem justa causa;
  • Precisam estar desempregados sem vinculação registrado em carteira para realizar a requisição da vantagem;
  • Precisa estar recebendo salários consecutivos como indivíduo jurídica ou física, no mínimo o tempo de 12 meses ou nos últimos 18 meses imediatos a data de desligamento;
  • Não pode estar recebendo qualquer outra vantagem associado a Previdência Social;
  • Não pode ter nenhuma renda própria que faça a preservação familiar;

ALTERNATIVO: Estar inscrito aos cursos oferecidos pelo o Pronatec, programa que o governo criou para capacitar e aumentar a colocação dos desempregados no mercado profissional;

Tempo para dar entrada no amparo

O funcionário formal possui até 120 dias depois da data de desligamento do emprego para dar entrada na reivindicação de requisição do seguro desemprego. Para os mais perfis de trabalhadores precisa seguir os seguintes prazos:

Bolsa Qualificação – Durante a suspensão do acordo de trabalho
Empregado doméstico – Possui 7 a 90 dia a parti da data da demissão;
Pescador Artesanal – Até 120 dias
Trabalhador Resgatado – Até 90 dias a conta da data do regaste
Perfis aptos a acolher o auxílio desemprego

Há 5 tipos de trabalhadores que são capazes de recorrer o recebimento do seguro desemprego:

O trabalhador formal (Carteira Assinada) que é demitido sem justa causa;
O desempregado por demissão indireta;
O trabalhador doméstico;
O pescado profissional;
O profissional resgatado – de situação de escravidão.

Empregadas domésticas possui direito ao seguro desemprego?

A Regra aprovada no dia 01 de junho de 2015, complementar da nº 150/2015, equipara todas as empregadas domesticas, maiores de 18 anos contratadas para reparar serviços domésticos familiar, estes profissionais são responsáveis por toda arrumação e limpeza de um lar, tendo como exemplo babás, cozinheiras, caseiros de residência agricultor e urbana e empregadas domesticas.

Por tanto todos estes profissionais optam pelo o direito ao acolhimento do seguro ser estive atendendo tais requisitos legais estabelecidos pela a regra, ser você possui direito ao seguro, procure fazer o agendamento para a solicitação de requerimento no SAA (Sistema Atendimento Agendado), é compareça ao posto de atendimento portando toda a sua documentação pessoal, carteira de trabalho e contrato de trabalho.

Perguntas Frequentes sobre o Seguro Desemprego

 

 

 

INSS Reabilitação Profissional

INSS Reabilitação Profissional

INSS Reabilitação Profissional – Um dos mais essenciais programas da previdência é a reabilitação profissional do INSS. Por meio de deste programa indivíduos que foram afastados de suas atividades por insuficiência são capazes de voltar ao trabalho. O INSS oferece a esses indivíduos tratamento, orientação e cursos profissionalizantes, de maneira que os segurados tenham condições de voltar ao mercado de trabalho.

INSS Reabilitação Profissional – Como funciona e como solicitar?

Reabilitar é “capacitar para exercer outra função”, pelo menos nesse conceito que engloba o INSS. É um esforço de fazer e estimular novas aptidões por parte do empregado, para que ele de fato possa permanecer ativo, ajudando com o INSS e com a coletividade.

INSS Reabilitação Profissional
INSS Reabilitação Profissional (Foto: Internet)

Reabilitação profissional do INSS – De que jeito funciona?

O que muita gente se questiona é como funciona a recuperação profissional do INSS. Afinal de contas, trata-se de um programa extremamente pouco avaliado, especialmente na conjunto de meios de comunicação. Por intermédio de parcerias com entidades de treino e instituições de saúde, a reabilitação ocorre por intermédio de profissionais das áreas de medicina, fisioterapia, psicologia, psiquiatria e várias outras áreas. [Como Regularizar as Contribuições do INSS]

Tempo de espera para reabilitação profissional

Você deve estar se perguntando: “mas qual é o tempo de espera para a reabilitação profissional do INSS?”. A reabilitação profissional do INSS possui tempo certo, com base no caso exclusivo de cada um dos segurados que desejem associar do programa. Em alguns casos a reabilitação acontece em menos de 2 meses. Em outras pessoas o tempo de espera para reabilitação profissional pode durar até 2 anos. Tudo depende do alcance do desejo que levou o segurado a se ausentar-se das atividades.

O INSS remunera a reabilitação profissional na sua integralidade, arcando com todos os recursos importantes para que os indivíduos de fato consigam introduzir-se no mercado de trabalho e aprimorar um desempenho profissional. Isto acrescenta o tratamento médico e hospitalar, cursos profissionalizantes e terapia juntamente de profissionais especializados.

Quanto tempo dura a reabilitação profissional do INSS

Se você está se perguntando quanto tempo dura a reabilitação profissional do INSS, uma ótima ideia é aparecer até uma das agências e esclarecer o seu caso. A reabilitação ocorre por ordem de requerimento, porém há algumas prioridades. Indivíduos que estejam em estágio de auxílio-doença, tendo como exemplo, têm preferência no programa de reabilitação do INSS. [Extrato INSS: Como Consultar? Para que serve o Extrato INSS?]

A reabilitação profissional do INSS é um direito de todos aqueles que foram afastados do trabalho pelo motivo de doenças ou até inclusive acidentes. Indivíduos que passam por isso têm grande dificuldade de voltar ao mercado de trabalho. Por causa disso este programa de reabilitação do INSS é tão fundamental.

Informações sobre reabilitação profissional do INSS

Se também restou qualquer dúvida sobre reabilitação profissional, entre em contato com o INSS:

A partir do telefone 135, com ligação gratuita, das 7h às 22h, de segunda à sexta;Aproveite e Vá até um posto do INSS mais próximo da sua casa. [Auxílio Doença Quem Tem Direito]

Tenha em mente: informe-se sobre os seus direitos e garantias como indivíduo. Não deixe a reabilitação profissional do INSS ficar de lado. Este é um passo bastante relevante para a sua reinserção no mercado de trabalho, até para que tenha outras possibilidades e possa crescer pessoal e profissionalmente.

Com as informações Empregador Web e Previdência Social

Como Regularizar as Contribuições do INSS

Como Regularizar as Contribuições do INSS

Como Regularizar as Contribuições do INSS – Estar em dia com a previdência social é essencial para você que não pretende correr o perigo de perder as vantagens. Por fim , todo mundo pretende aposentar, poder dispor com o auxílio doença se for preciso etc. Aprenda agora mesmo a corrigir as contribuições do INSS. Pague todos os débitos em atraso e fique sossegado com relação as vantagens previdenciários.

Como Regularizar as Contribuições do INSS

A contribuição para a previdência é um valor que os trabalhadores pagam mensalmente, que serve como base para o aferição da aposentadoria e demais vantagens da seguridade social. Se você está em débito com a previdência, descubra como normalizar contribuições atrasadas no INSS. O processamento é muito simples, de forma que em poucos passos você estará livre dessa obrigação. [Previdência Social Atualização de cadastro]

Regularizar as Contribuições do INSS

Você pode normalizar o INSS autônomo ou o INSS empresa. Tanto faz. O fundamental é entender que você fará isto com acréscimos e com interesses, o que pode pesar um tanto no bolso. Este valor, entretanto, poderá ser dividido (ou em prestações), o que pode ajudar o pagamento do INSS e o retorno dos seus benefícios, dessa maneira que conseguir quitar a déficit.

Como Regularizar as Contribuições do INSS
Como Regularizar as Contribuições do INSS (Foto: Divulgação)

Quem não necessita normalizar INSS?

São os seguintes indivíduos que não precisam normalizar o INSS:

Trabalhadores rurais que atuam antes de 1991
Agente autônomo que prestou serviços a companhias
Quem era informal, isto é, que não tinha carteira assinada.
Quem pode pagar INSS com atraso?

Não é todo mundo que pode pagar o INSS em atraso. São eles:

Quem contribui facultativamente com o INSS
Quem atua como profissional autônomo e paga INSS.

Regularizar INSS pela internet

É possível normalizar as contribuições do INSS pela internet. Isto mesmo, com a transformação das ferramentas digitais tudo ficou mais fácil. Você nem sequer necessita ir até uma agência da previdência social para pagar as suas dívidas com este órgão. Acesse agora mesmo o site da previdência e siga alguns passos simples. [eSocial Doméstico: Login com Código de Acesso]

A Guia da Previdência Social, inclusive conhecida pela sigla GPS, é o arquivo por intermédio do qual você normalizar as contribuições e pagar o INSS. Para ter acesso a este arquivo, basta acessar o site da previdência e completar um formulário com os seus dados juntamente ao órgão.

Como corrigir INSS com atraso

A normalização das contribuições no site do INSS é bastante possível. Em poucos minutos você terá acesso ao valor completo em atraso, bem como os interesses e multas que foram aplicadas no decorrer do tempo. Ao fim do procedimento você terá a escolha de imprimir a Guia da Previdência Social para pagamento.

Entretanto, lembre-se se o seu INSS está:

Prescrito: dívidas com mais de 5 anos, a partir da certificação de pelo menos uma contribuição antes dessas que não foram pagas.

Não prescrito: é bem mais simples de normalizar e quitar os débitos com o INSS.
Fique em dia com a seguridade social e não perca os suas vantagens. Executar a regularização das contribuições do INSS é a melhor maneira de ficar com a consciência tranquila e aproveitar os benefícios no momento em que necessitar!

Com as informações Empregador Web

eSocial Doméstico: Login com Código de Acesso

eSocial Doméstico

eSocial Doméstico – O login no eSocial Doméstica é essencial para as pessoas que possui empregado doméstico. Trata-se de uma ferramenta disponibilizada pela Gestão Pública para ajudar a arrecadação dos valores devidos ao funcionário. Descubra tudo sobre essa novidade, que passou a ser obrigação para todos que contratam este tipo de empregado.

eSocial Doméstico, Cadastro, Pagamento e mais

A tecnologia mais uma vez surpreende em particularidade de sua admissão pelo Governo Federal. Anteriormente, diversos indivíduos davam desculpas sobre da dificuldade em retirar o formulário para a manter dos direitos trabalhistas dos empregados. Desta forma, ou acabavam esquecendo ou não pagavam.

eSocial Doméstico
eSocial Doméstico (Foto: Divulgação)

O esocial doméstica veio exatamente coagir essa forma de comportamento, até para preservar os direitos dos empregados domésticos, os quais, a propósito, tiveram suas prerrogativas aumentadas há bastante pouco tempo, em virtude de novas leis e modificações na Constituição Federal, especificamente no que tange aos aspectos previdenciários e trabalhistas.

Até pouco tempo esses indivíduos tinham sérias dificuldades em comprovarem até inclusive seus vínculos empregatícios, bem como exigir os seus direitos. Era uma grande desatenção por parte das autoridades públicas, que nada faziam sobre.

Porém, embora essa forma de comportamento também ocorra nos dias atuais (bem como trabalho escravo, tráfico de indivíduos e mais tipos de abuso que deveriam ter sido extintos há muito, mas muito tempo, porém que lamentavelmente ocorrem em pleno século 21), o eSocial Doméstica foi bastante bom nesse aspecto.

Todos os empregadores que mantêm empregada doméstica precisam conseguir o login e palavra-chave para acessar o eSocial Doméstica. São dados sigilosos que não precisam ser repassados a terceiros. Nesse aspecto, somente você, patrão, pode acessar essa ferramenta do governo. De acordo com o próprio site, é responsabilidade do patrão preservar a privacidade das informações de acesso.

Para ajudar a arrecadação de tributos devidos ao empregado doméstico, o Governo Federal lançou há pouco tempo o eSocial Doméstica, um site por intermédio do qual é possível ao patrão pagar, em única cota, todos os direitos trabalhistas do empregado doméstico. Para realizar o login no eSocial Doméstica pela internet, o patrão precisa ter uma palavra-chave primeiramente cadastrada.

Caso você patrão permita que outros indivíduos tenham o seu login, poderá padecer consequências até mesmo penais se alguém acessar o eSocial Doméstica em seu lugar. Por causa disso é recomendado que constantemente que acessar o site você tenha o atenção de concluir a ação da maneira correta, de forma que a sua conta não fique aberta e possa ser usada por indivíduos não autorizadas.

eSocial Doméstica arrecadação

Todos os tributos trabalhistas precisam ser pagos por meio de desta ferramenta na internet. A arrecadação pelo eSocial Doméstica funciona em única cota. Dessa maneira, por intermédio de um único pagamento você estará em dias com as obrigações trabalhistas relacionadas ao seu empregado doméstico.

Acolher tributos pelo eSocial Doméstica é possível, rápido e sem riscos. Este sistema foi desenvolvido pelo Governo Federal para garantir que todos os empregados domésticos recebam as verbas que lhe são devidas e fiquem protegidos. Ao empregador é devido o acesso ao sistema para a arrecadação do formulário de encargo.

eSocial Doméstica pagamento

Ao acessar o site do eSocial Doméstica, você terá acesso a cada um dos campos importantes para a criação de um formulário de arrecadação. Trata-se de um arquivo que agrega todas as obrigações trabalhistas devidas ao empregado doméstico, de maneira simplificada.

Desta maneira, o pagamento do eSocial Doméstica precisa ser realizado em cota única, por intermédio do DAE (Documento de Arrecadação Estadual). Todos os meses você, como patrão, precisa conceder ao empregado doméstico uma cópia deste arquivo corretamente quite. Dessa maneira ele conseguirá ficar a par de de que você está cumprindo com as determinações legais.

A concepção do arquivo de arrecadação do eSocial Doméstica ocorre de maneira automática, por causa disso é fundamental que você acesse o eSocial Doméstica pela internet e mantenha o pagamento dentro do prazo. Essa atitude é fundamental para o patrão, que preserva em dia suas obrigações, e além disso para o funcionário, que possui seus direitos garantidos.

Você não vai desejar uma ação trabalhista contra você, tenha certeza disso, até visto que se “você sair da diretriz”, vai acabar perdendo, por ser direito do funcionário.

eSocial Empregado Doméstico, Cadastro, Pagamento
eSocial Empregado Doméstico, Cadastro, Pagamento (Foto: Internet)

Acessar o e-social doméstica é bastante simples, rápido e descomplicado. Pode ser realizado por qualquer aparelho com acesso à internet. Um estudo atual disse que mais de 54% das famílias brasileiras possui internet em casa e dessas aproximadamente 70% possui acesso à internet em outras formas seja na academia, cursos, faculdades, lan houses, ou demais meios informáticos disponíveis, como, até mesmo, por programas sociais.

Dessa maneira, não há desculpas para não se registrar ou não acessar o e-Social Doméstica, a fim de garantir os seus direitos.

Agora que você já sabe tudo sobre como realizar login no eSocial Doméstica, está na hora de começar a utilizar e se familiarizar com essa ferramenta do Governo Federal. Faça já o seu acesso e tome cautela para não perder a sua palavra-chave!

→ Como Acessar o eSocial Clique Aqui

Empregador Web Seguro Desemprego

Empregador Web Seguro Desemprego

Empregador Web Seguro Desemprego – O Empregador Web é um sistema informatizado, que surgiu como resolução do Ministério do Trabalho e Emprego para favorecer o despacho de documentos pelo patrão para requisição do Seguro Desemprego. Em vez de de ser preciso um prévio agendamento juntamente ao MTE e em seguida ser preenchido manualmente um longo formulário, agora o patrão pode realizar todo o processo de reivindicação do seguro desemprego de maneira ONLINE no conforto de sua residência.

Empregador Web Seguro Desemprego

No entanto, para vários patrões, o Empregador Web também não é simples o suficiente, pelo motivo de o aplicativo tem muitas funcionalidades, gerando dúvidas no momento de complementar o sua solicitação e de mandar documentos. Por causa disso decidimos fazer um manual com as principais dúvidas sobre o aplicativo produzido pelo Ministério do Trabalho e Emprego, de maneira que não fique qualquer dúvida sobre como utilizar e como decifrar as principais complicações localizados na plataforma.

Se você é um patrão que não está adaptado com o aplicativo Empregador Web, continue lendo o texto. Nele será instruído como fazer o seu cadastro, como cadastrar procuradores, além dos principais dificuldades e soluções obtidos ao longo o seu curso.

Empregador Web Seguro Desemprego
Empregador Web Seguro Desemprego (Foto: Empregador web)

O que é o Empregador Web? O Empregador Web é um aplicativo digital, disponível no link: http://sd.mte.gov.br/sdweb/empregadorweb/index.jsf A intenção essencial do programa é de favorecer tanto a vida do patrão, que não necessita exaustivamente complementar manualmente o papel de requisição do seguro desemprego, podendo até mesmo ser realizado por aplicado da própria empresa por intermédio de representação, assim como também favorecer a vida do trabalhador, que pode exigir o seu arquivo inclusive de maneira ONLINE.

Assim, tudo conseguirá ser realizado sem ter que se direcionar até os postos de atendimento do Ministério do Trabalho e Emprego, desde que o empregador e o aplicado possuam acesso a internet e uma impressora. Nele pode ser comunicado documentação em grupo, não sendo preciso a adição de um por um, o que demandaria bastante tempo em companhias de grande porte. Além de inclusive ser possível ter a garantia de adequação do documentos enviados, tudo isto economizando com a aquisição de formulários pré-impressos.

O Empregador Web é de alta segurança. Sendo que todos os dados enviados ao aplicativo estão codificados por SSL (aquele cadeado que apresenta-se ao lado do endereço do site). O sistema foi originado em 2015, e também está em funcionando até hoje, sendo a melhor maneira do patrão abrir o seguro desemprego juntamente ao Ministério do Trabalho e Emprego – MTE. Caso você deseje acesso ao manual do aplicativo, basta acessar:

https://empregadorweb.com/wp-content/uploads/2016/02/Manual usuario empregador web versao 2014.pdf Nele há todos os detalhes passo-a-passo de como fazer todos os procedimentos no Aplicativo do Empregador Web. Importa-se apontar que há 2 tipos de acesso ao aplicativo.

O primeiro é sem certificado digital, que possibilita: Arquivar Gestor; Autenticar Leiaute. E o segundo é com certificado digital, aonde o patrão pode: Ter acesso completo às funcionalidades do sistema, enquanto gestor; Ter acesso parcial às funcionalidades do sistema, caso seja procurado Acessando o Empregador Web pela primeira vez: Ao acessar pela primeira vez o site do Empregador Web pela primeira vez, aparecerá o sítio da internet de acordo com a imagem abaixo:

Nesta página há as principais informações sobre o aplicativo, além de se o empregador quer acessar o aplicativo COM certificado digital ou SEM certificado digital. Mais na frente ensinaremos como pedir e pagar o seu certificado digital, com as principais instituições do país.

Nesta mesma página do mesmo modo é possível restabelecer uma palavra-chave perdida, clicando em “pedir nova palavra-chave” Depois de entrar no SÍTIO DA INTERNET do Empregador Web, deve-se clicar em cadastrar gestor, depois de clicar no link, aparecerá uma tela requerendo as principais informações da empresa.

Tenha em mente de acrescentar todos os dados de modo correto, ficando ligado para evitar equívocos e possíveis problemas no futuro.

Os dados requeridos da empresa são:

*Tipo de Inscrição *Número de Inscrição *Nome da empresa *Razão Social *CEP *Logradouro *Número *Bairro *DDD / Telefone Já os dados do controlador da empresa são: *Login *E-mail *Confirmação de e-mail *Nome *CPF *DDD / Telefone

Depois de acrescentar todos os dados, deve-se colocar os números verificados. (Os números coloridos dentro de uma caixa). Após esta ação, será criado uma palavra-chave. Anote-a em local confiável, porque será constantemente necessário toda vez que for preciso entrar no portal do Empregador WEB. Como pedir o seu certificado digital para o Empregador Web? O cadastramento é somente a primeira parte do andamento. Para ter completo acesso ao Empregador Web e suas funcionalidades, é indispensável que o chefe possua um certificado digital.

O Comprovante Digital é um arquivo ONLINE, que pode tanto ser acoplado ao seu computador ou a um PENDRIVE, que comprova para determinado aplicativo que de fato quem está acessando aquela página é você. Sendo um sistema de alta segurança, por causa de além de sua palavra-chave, inclusive é preciso que possa ser acrescentado o pendrive para autentificação do cliente.] Caso você não possua e não queria adquirir o seu, você constantemente pode se dirigir diretamente até o Ministério do Trabalho e Emprego – MTE ou terceiro com representação e realizar os procedimentos diretamente.

O Certificado Digital do Empregador Web pode ser adquirido em muitas companhias de tecnologia que prestam esse serviço. A essencial delas é CERTISIGN, que executa o processo. Caso tenha dúvidas sobre esse processo, você pode entrar em contato direto com a empresa acima, ou qualquer outra de sua preferência.

Principais dificuldades localizados ao entrar no Empregador Web do mesmo jeito que qualquer sistema na internet, especialmente do governo, o Empregador Web pode ocorrer farto inconvenientes ao acessar. O essencial deles é não conseguir acessa á pagina do aplicativo. Caso isto aconteça, o que se recomenda é que se tente de novo o acesso em um horário no qual haja menos indivíduos usando o sistema, como depois de as 10 horas da noite ou bem cedo da manhã.

Caso inclusive dessa maneira a dificuldade continue, pode-se experimentar usar o aplicativo em outro computador, visto que a dificuldade pode estar em sua própria maquina, como um aplicativo que não esteja atualizando, criando complicações ao acessar o Empregador Web.

Outro dificuldade muito comum é o certificado digital não ser aceite. Neste caso é preciso que se instale todos os drivers indicados pela empresa certificadora. Caso inclusive dessa maneira não tenha resolvido a dificuldade, é preciso entrar em contato com a empresa que foi adquirido o certificado digital e pedir informações do visto que não está funcionando. Tenha em mente constantemente de usar o seu sistema atualizado, caso contrario são grande as chances de não conseguir usar o aplicativo Empregador Web, ou inclusive que se consiga, ocorra demora fora do comum.

O empregador constantemente pode acionar 158 ou o telefone local do MTE. Assim como também pode se conduzir de modo direto ao posto de atendimento do Ministério do Trabalho e Emprego – MTE e pedir apoio e informações de modo direto com um funcionário sobre o sua dificuldade.

Cadastro PIS

Cadastro PIS

Cadastro PIS – Um processo básico para todo o futuro empregado que deseje fazer a sua carteira do trabalhador. O Número do PIS é emitido depressa e pode ser adquirido tanto em meio físico quanto pelo cadastramento pela internet. Em ambas as hipóteses, o cadastramento é grátis e pode ser realizado sem complicação.

Cadastro PIS

Vale lembrar que o número do PIS é uma identificação essencial para o empregado que esteja ativo no mercado de trabalho, uma vez que é este número que vincula o empregado à Previdência Social e ao Ministério do trabalho, para que possa ter acesso as vantagens como o seguro desemprego, fundo de garantia, abono salarial, aposentadoria, e até inclusive ao bolsa família. [COMO CONSULTAR PIS COM SIMPLES PASSO A PASSO]

Cadastro PIS
Cadastro PIS (Foto: Empregador Web)

Porque o cadastro PIS é fundamental?

Sem ter cadastro PIS, você não conseguirá fazer a sua carteira de trabalho (CTPS), e então, não estará apto a inscrever-se no mercado formal de trabalho, e então não conseguirá desfrutar da aposentadoria e outras garantias que todo o empregado com carteira tem aceso e direito. Além disso, mais vantagens, como o Bolsa Família, estão vinculados de modo direto ao número do NIT, então sendo preciso ter cadastro no NIT (isto é, número do PIS), para ter acesso as vantagens como este. [Consultar PIS: Como consultar o PIS Online? Descubra o Passo a Passo]

Como se cadastrar no PIS na Caixa Econômica Federal

A forma mais simples e ágil de realizar o seu cadastro PIS é através das agências da Caixa Econômica Federal. Basta comparecer a uma agência em horário de atendimento (das 11h às 16h), portanto documentos de identificação básicos, como sua carteira de Identidade e o número do seu CPF, além de um comprovante de apartamento.

Dirija-se ao atendimento específico da Agência e solicite o cadastramento no PIS para aquisição da Carteira de Trabalho. Essa ação é bem rápido, e pode levar poucos minutos. Você receberá uma folha de papel impressa com o número do seu NIT, a qual você deverá portar junto no momento em que for fazer a sua carteira do trabalhador. [Habilitação Seguro Desemprego: Como Funciona? Quais são os Tipos de Habilitação?]

Cadastro PIS pela Rede mundial de computadores

A outra maneira de realizar o seu cadastro no PIS é por intermédio da Internet. Essa maneira é um tanto mais complicada, pois é você inclusive que realiza o cadastramento, mas contém a vantagem de que o segurado não necessita sair de casa para realizar o cadastramento. Assim que ativo o cadastramento, o cliente vai receber o número do PIS para ser impresso, e entregue no ato de fazer a sua carteira de trabalho.

Você vai necessitar ter em mãos os seguintes dados:

Seu nome completo;
Nome da mãe completo;
Seu CPF
Data de Nascimento
Documento de Identidade
Com estes dados em mãos, basta acessar o portal do Ministério do Trabalho a partir desse link: https://www5.dataprev.gov.br/cnisinternet/faces/pages/index.xhtml

Clique no canto superior esquerdo para fazer o cadastramento de filiado. Na tela que segue, basta complementar todos os campos da primeira caixa, que possui os dados básicos do indivíduo, e na segunda caixa, acrescentar uma informação, podendo ser o seu número do RG, da carteira de habilitação ou de um outro documento que você tiver em mãos.

Com as informações Empregador Web

Agendamento Carteira de Trabalho

Agendamento Carteira de Trabalho

Em várias instituições de emissão de carteira de trabalho é preciso que se faça o devido agendamento. Esta determinação foi tomada para evitar de sobrecarregar os funcionários, do mesmo jeito que administrar melhor a quantidade de indivíduos que estão em tentativa de fazer sua carteira de trabalho. Por isso, várias instituições passaram a realizar o agendamento carteira de trabalho. Esses agendamentos são capazes de ser feitos de várias formas. Pretende saber quais as formas? Leia o texto abaixo!

Agendamento Carteira de Trabalho

A CTPS é um documento essencial para preservar uma vinculação trabalhista no Brasil. Este documento é utilizado para anotar as atividades de trabalho do trabalhador, e inclusive para efetivar o vínculo do indivíduo com a providência social, para ter acesso a tabela INSS, tendo como exemplo.

Agendamento da carteira de trabalho

O agendamento é um trabalho simples e imediato. O processamento não consome bastante tempo, em dentro de poucos minutos você pode realizar o dia e hora no qual pode fazer sua carteira de trabalho.

Agendamento Carteira de Trabalho
Agendamento Carteira de Trabalho (Foto: Divulgação)

Cada órgão e estado institui a melhor forma de agendar os solicitações de despacho de carteira de trabalho. Então, uma maneira que pode equivaler para o estado de São Paulo, talvez não seja usada em Pernambuco, tendo como exemplo.

Como tirar carteira de trabalho pela internet

Uma maneira bem prática de concluir o agendamento pela internet é pelo site do Ministério do Trabalho e Previdência Social. Para tanto, basta seguir os seguintes passos abaixo:

Acesse o site do Ministério do Trabalho pelo seguinte endereço eletrônico: http://www.mtps.gov.br/carteira-de-trabalho-e-previdencia-social-ctps;
No menu situado na parte esquerda do site, selecione a alternativa ‘agendamento trabalho’;

Dessa forma, você será redirecionado para o Sistema de Atendimento Agendado, inclusive conhecido pela sigla SAA. Nele você conseguirá agendar o atendimento, do mesmo jeito que realizar o reagendamento.

Leia também: Agendamento CTPS Online

No sistema você precisa complementar informações fundamentais, como estado, município e o forma de atendimento que quer. Na próxima página, você receberá o nome da instituição, endereço e além disso a quantidade de atendimento para aquela determino ofício, no caso, realizar o agendamento.

Você terá acesso a um calendário com as datas que estão esgotadas, aguardando liberação, atendimento interrompido ou indisponível. Por causa disso, você deverá selecionar o dia e logo mais as datas disponíveis para esse certo dia. Selecionado o dia e horário, você deverá informar seus dados, CPF, data de nascimento e telefone para contato e finalizar. Somente aguardar o dia chegar para comparecer a unidade de expedição da carteira de trabalho.

Como agendar a carteira de trabalho pelo telefone

Além da internet, é possível concluir o agendamento da carteira de trabalho pelo telefone. Isto mesmo, você pode executar esse processo simples daí do conforto de sua casa ou quarto. Para tanto, basta acionar para o número 158 e selecionar a alternativa agendamento de carteira de trabalho. Esse é um canal de atendimento telefônico administrado pelo Ministério do Trabalho e Emprego, o órgão encarregado pelas emissões deste documento. [Empregador Web Telefone: Ligue Agora e Tire Suas Dúvidas]

Documentos importantes para agendamento da carteira de trabalho

Para corporificar o agendamento da carteira de trabalho não é tão burocrático. Bastante pelo contrário, vários órgãos exigem somente seu nome completo, algarismo da carteira de identidade ou do Cadastro de Pessoa Física (CPF).

Já para realizar a expedição da carteira de trabalho é necessário que o indivíduo compareça com documentos de reconhecimento originais, como:

  • Carteira de identidade – ou outro documento de reconhecimento válido com foto;
  • Certidão de nascimento ou certidão de casamento;
  • Comprovante de endereço, que pode ser a fatura da conta de luz, água ou telefone;
  • Cadastro de pessoa física – seu CPF.

Outras informações acesse Empregador Web

Abono Salarial 2017

Abono Salarial 2017

O PIS/PASEP é uma das bonificações mais essenciais para o empregado brasileiro de baixa renda, uma vez que auxilia a complementar a sua renda, especificamente nessa hora de crise. Quem depende do Abono Salarial 2017, é fundamental ficar ligado as quais são as demandas feitas pelo Governo Federal, para que você consiga pegar essa vantagem sem nenhum dificuldade.

Vamos mostrar a seguir quais são as especificações exigidos pelo Governo, para desbloquear o Abono Salarial 2017 e como você pode realizar para cumpri-los, por isso, siga lendo este artigo para entender de tudo sobre o PIS 2017. Telefone PIS 0800

Abono Salarial 2017
Abono Salarial 2017 (Foto: Internet)

Tabela Abono Salarial 2017

Todos os anos, o Ministério do trabalho divulga a cadastro do abono salarial corrigida com as datas de saque da vantagem. Este ano o PIS será atribuído da mesma maneira que no ano antecedente: os primeiros pagamentos, de julho a dezembro, serão feitos de acordo com o valor do salário mínimo atual, já os pagamentos liberados de janeiro a março do ano que vem, serão liberados já com o valor do mínimo corrigido.

Confira abaixo o calendário do abono salarial 2017:

Calendário de pagamento do Abono Salarial Caixa 2017
AniversárioPodem Sacar em:Podem sacar até:
Julho27-07-201729-06-2018
Agosto17-08-201729-06-2018
Setembro14-09-201729-06-2018
Outubro19-10-201729-06-2018
Novembro17-11-201729-06-2018
Dezembro14-12-201729-06-2018
Janeiro e Fevereiro18-01-201829-06-2018
Março e Abril22-02-201829-06-2018
Maio e Junho15-03-201829-06-2018

 

Se você for, no entanto, trabalhador o serviço público, deverá sacar o abono pelo Banco do Brasil, de acordo com o final do número do PASEP do servidor:

Calendário de pagamento do Abono Salarial BB 2017
Final do PASEP:Podem Sacar em:Podem sacar até:
027/07/201729/06/2018
117/08/201729/06/2018
214/09/201729/06/2018
319/10/201729/06/2018
417/11/201729/06/2018
518/01/201829/06/2018
6 e 722/02/201829/06/2018
8 e 915/03/201829/06/2018

Quem possui direito ao Abono Salarial 2017

O Abono Salarial 2017, inclusive chamado de décimo quarto salário, é um dinheiro dado pelo Governo Federal para alguns trabalhadores equiparando o salário destes trabalhadores que atuam em companhias física.

Essa vantagem é atribuído somente para as pessoas que executar os requisitos impostos pelo Governo Federal, por causa disso, é fundamental que você se ligue nessas obrigações expostas abaixo, para entender se possui direito ou não ao Abono Salarial 2017, que vai iniciar a ser pago em julho de 2016, por causa disso, fiquem ligados nas condições desse direito.

  • Ter pelos menos cinco anos de cadastro no PIS;
  • Ter a renda mensal de até 2 salários mínimos ao mês;
  • Ter trabalhado com a carteira assinada por no mínimo 30 dias no ano antecedente para ter direito a vantagem;
  • A empresa no qual trabalhou necessita ter informado os dados do agente para o Ministério do Trabalho através da RAIS da empresa;

Empregada doméstica possui direito ao Abono Salarial 2017?

Pelo regimento atual não. Inclusive que a renda do empregado doméstico seja de pouco de 2 salários mínimos mensais e esse tenha 5 anos de cadastramento no PIS ou mais, também não se enquadra na última regra do PIS – da entrega dos dados para o Ministério do Trabalho – uma vez que este técnica apenas é celebrado por pessoas jurídicas. Desta maneira, o agente, que costuma ser nesses casos contratado por pessoa física, fica desprotegido pela lei que assegura o PIS.

Como sacar o Abono Salarial

O saque do abono salarial pode ser realizado em qualquer lotérica ou agência da Caixa Econômica Federal. Para ocorrer o saque, basta que o agente compareça à um posto de atendimento com o seu cartão cidadão e um documento de identidade com foto e solicite o saque do seu benefício. [PIS: Descubra Quem Tem Direito e Como Fazer Para Receber O Dinheiro]

O cartão cidadão é um registro gratuito que pode ser emitido nas agências da Caixa, e leva por volta de 30 dias para ficar finalizado, através da requisição. Porém você além disso pode realizar o saque do seu PIS usando a sua carteira de trabalho, caso também não tenha emitido o seu cartão cidadão.

Empregada Domestica tem direito a Seguro Desemprego

Empregada Domestica possui direito a Seguro Desemprego

O trabalho doméstico no decorrer dos anos foi uma atividade desvalorizada que não assegurava o empregado que a exercia. Levou anos para que o Governo Federal finalmente amparasse a categoria das empregadas domésticas. Finalmente em 2015, o Governo Federal reconheceu e aprovou o primeiro pacote de deliberações para normalização e instituições de algumas vantagens para a categoria das domésticas. Mas afinal de contas, as empregadas domésticas têm direito ao seguro desemprego? Essa também paira sobre muita gente, por causa disso hoje vamos este e mais pontos relacionados a classe das empregadas domésticas.

Seguro desemprego empregada doméstica – Confira o tudo sobre a vantagem

Seguro Desemprego Empregada Doméstica

Foi habilitado há pouco tempo a mudança que regulamenta procedimentos de adquirição do seguro desemprego para os empregados domésticos dispensados de suas atividades trabalhistas funcionais sem justa causa. O propósito do Governo é abrigar esta camada de profissionais com uma assistência financeira temporária em caso de dispensas inesperadas do mercado de trabalho, para que estes profissionais busquem uma nova função no mercado de trabalho sem que impacte tanto os seus dependentes quanto a sua vida financeira.

Valor do Seguro Desemprego para Empregadas domésticas

O seguro desemprego doméstico é corresponde a um salário mínimo atual que é admitido ao empregado no tempo máximo de 3 meses, pode ser de maneira alternada ou continua, pode ser pedir depois de o tempo de 16 meses trabalhando de forma registrada e formal, apurado da data da autorização que originou a antecedente, ou em casos de requisição pela primeira vez deve-se ter ao menos 16 meses trabalhados em carteira de trabalho.

Em qual lugar pedir o seguro desemprego

A requisição da vantagem precisa ser feita pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) ou os órgãos competentes no tempo de ao menos a 7 dias e no máximo a 90 dias apurado da data do desligamento do seu trabalho. O funcionário de atendimento verifica se o recurso reúne todos os requisitos legais e constantemente que possível inclusive será introduzido nas ações as intermediações de mão de aprimorado, o essencial propósito de especifica ou seja a recolocação futura deste profissional no mercado de trabalho de novo.

Caso isso não seja possível o mesmo e endereçado a um curso de qualificação profissional, dando uma nova oportunidade para voltar à ativa no mercado de trabalho. Os cursos são oferecidos gratuitamente pelos os órgãos disponibilizados pelo o Governo, o programa Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico de Emprego) foi desenvolvido com esse propósito.

Empregada Domestica possui direito a Seguro Desemprego
Empregada Domestica possui direito a Seguro Desemprego (Foto: Internet)

Depois de feita a requisição o recebimento da primeira parcela depois de 30 dias e as demais acompanhando igualmente o intervalo de 30 dias contados depois de o recebimento da parcela antecedente.

O requerimento de requisição e habilitação do programa apenas pode ser agenciado dentro do tempo aquisitivo apresentado, cumprindo todos os requisitos estabelecidos pela a LEI complementar º 150/15. [Consulta habilitação do seguro desemprego]

Caso você seja beneficiária e queira aconselhar-se sobre o cronograma de pagamentos do seu seguro desemprego, basta acessar o portal do cidadão da Caixa, acessar usando o seu número do NIS – presente no cartão do cidadão e na carteira de trabalho – e aconselhar-se sobre o Seguro desemprego, com informações completas sobre as datas de pagamento e sobre o valor de cada cota da vantagem.

Documentos para pedir o Seguro desemprego de empregadas domésticas

A requisição do seguro desemprego para domésticas precisa ser feita em agências do SINE, delegacias regionais do trabalho ou mais estabelecimentos com correlação com a instituição do MTE. Para pedir o encaminhamento do Seguro desemprego, é preciso entregar qualquer um dos seguintes documentos, que comprovem o tempo de serviço prestado:

  • CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Civil)
  • Acordo de trabalho
  • Contracheques
  • Documentos que contenha a decisão judicial, constando todas suas informações trabalhistas como demissão, admissão e atividade exercida pelo aplicado.
  • * Veja como calcular o seguro desemprego

Com este novo sistema para os trabalhadores da categoria domestica a arte passou a ser bastante mais reconhecida, fazendo com que os empregadores se adequassem aos requisitos que hoje assegura todo o agente envolvido nesta categoria, dando as vantagens e os seguros estabelecidos legalmente por lei, dando ao profissional a segurança que eles sejam protegidos e assegurados em casos de doenças, desemprego e até inclusive abandono por acidente de trabalho.

 

Empregador Web é um aplicativo online

A partir de do ano de 2015, a vantagem do seguro desemprego do trabalhador passou a ser agenciado pelo empregador, a partir da internet, por intermédio do Empregador Web.

O Empregador Web é um aplicativo que agiliza o seguro desemprego

A alegação desenvolvida pelo Ministério do Trabalho, intitulada Empregador Web é um aplicativo, no qual o patrão precisa realizar o preenchimento da vantagem do seguro desemprego do seu empregado. Este indicador na internet agiliza a técnica de qualificação da vantagem.

Entretanto, para vários empregadores a questão da performance da plataforma também é um pouco complicada.

Como funciona o Empregador Web
Como funciona o Empregador Web (Foto: Divulgação)

Vários destes empregadores não possui muita agilidade para com a internet, porém todo o processamento é bem simples, além disso, o preenchimento da requisição na internet, acaba com a burocracia que acostumava ocorrer antes do aparecimento deste aplicativo.

Se você é um destes empregadores que não possui um entendimento bastante aprofundado do Empregador Web, continue fazendo a interpretação deste texto e saiba tudo sobre o seu desempenho, intenção, como realizar o cadastramento e seus benefícios.

Em um primeiro instante, vamos responder a um transtorno básico: O que faz impreterivelmente um patrão? O chefe é o encarregado por:
– Admitir funcionários para realizar serviços em determina empresa;

– Apontar trabalhos e utilidades ao seu empregado;

– Celebrar o pagamento (renumeração) dos funcionários da organização;

– Considerar como provedor de mão-de-obra, independente do acordo sucursal a que as vezes venha obrigar-se;

– Recolher ao FGTS, até o sétimo dia de cada mês, o valor apurado sobre o salário acertado ou carecido no mês antecedente.

Qual a destinação do Empregador Web?

O essencial propósito do empregador Web é a substituição do preenchimento manual do processamento de recurso do Seguro Desemprego, facilitando dessa maneira, o procedimento posterior.

Como funciona o Empregador Web?

Os empregadores precisam indicar a partir da internet os dados do seu empregado. Dessa maneira, a solicitação que será enviado pelo sistema ficara mais acessível ao agente no momento em que ele pedir o seguro desemprego, nos postos de atendimento do SINE, nas Delegacias Regionais do Trabalho ou qualquer outro órgão relacionado ao MTE.

Esses órgãos já obterão os dados do agente disponíveis no banco de dados do Ministério do Trabalho, agilizando todo o processamento.

Por intermédio do aplicativo Empregador Web, será realizado o comunicação dos dados dos trabalhadores com outras informações de dados do Governo, tendo como exemplo, os dados armazenados na Previdência Social.

Como funciona o arquivo para o Seguro Desemprego na Internet?

Para poder realizar o cadastramento do trabalhador, o patrão precisa, a princípio se cadastrar (usuário e senha) no site Empregador Web. Para ter acesso ao endereço do Seguro Desemprego na Internet, acessar o link: Empregador web e clicar na escolha “Cadastrar Gestor”.

O processamento de cadastramento na plataforma Empregador Web é acelerado e sem problemas.

Gerado a sua conta no site, é preciso fazer uma requisição de Seguro Desemprego. Esta escolha encontra-se na lista, e é a primeira escolha na aba Empregador”, que encontra-se logo abaixo da aba “Trabalhador”.

Com seu cadastramento já concluído, basta adicionar o requerimento da vantagem do Seguro Desemprego.

Em casos de perda da palavra-chave, o portal possibilita a requisição da criação de um novo acesso.

A ferramenta na internet é completamente segura, possuindo comprovação digital.

Que benefícios o Empregador Web oferece?

O aplicativo oferece aos empregadores as seguintes benefícios:

– A capacidade de mandar dados fazendo uso de cadastro migrado do sistema de folha de pagamento;

– O benefício no preenchimento, podendo dispensar a solicitação (requerimento) adquirido em papelarias.

Se você é um patrão e também não está inscrito no Empregador Web, acesse o site do Seguro Desemprego e faça o seu cadastramento.