Passe livre estudantil Universitário

Passe livre estudantil

Passe livre estudantil – O passe livre estudantil é uma vantagem que todo acadêmico possui direito e consiste em descontos nas passagens de ônibus, permitindo que esses cidadãos gastem pouco e dessa maneira, ajudando-as na sua vida.

Passe livre estudantil universitário

Cada estado pode ter um sistema distinto para atingir o passe livre, do mesmo jeito que as instituições superiores que oferecem o serviço. Por causa disso ressaltamos que é essencial pedir informações sobre o passe livre no seu estado e como ele pode ser pedido. A seguir, falaremos sobre os requisitos e requerimento do passe livre para estudantes em São Paulo.

Passe livre estudantil
Passe livre estudantil (Foto: Divulgação)

Requisitos para conquistar o Passe Livre

A municipalidade de São Paulo, por intermédio do SPTrans, tem diversos requisitos que precisam ser cumpridos por quem quer conquistar o passe livre. As principais regras que precisam ser seguidas são as seguintes:

é necessário estar cursando o ensino fundamental/médio nas escolas públicas municipais, estaduais ou federais; estar cursando o ensino superior em instituições públicas estaduais ou federais e te ruma renda per capita de até 1,5 salário mínimo; estar cursando o ensino superior em instituições privadas a partir de que possa ser a partir do ProUni, do Fies ou do Programa Escola da Família, no qual os integrantes possuam uma renda familiar de até 1,5 salário mínimo.

Como adquirir o Passe Livre?

Quem se encaixar nos requisitos precisa pedir à escola expedir os dados da inscrição para a SPTrans, a fim de atestar a situação do aluno. Em seguida o próprio deverá entrar no site http://bilheteunico.sptrans.com.br/ e pedir o seu Bilhete Único Estudante para o ano específico.

Logo após o aluno deverá fazer o boleto de pagamento da taxa anual e pagá-lo até o tempo recomendado em uma agência. Caso tenha adquirido o bilhete no ano antecedente, apenas deverá pagar o boleto desse ano. Depois de 3 dias do pagamento do boleto e com o bilhete em mãos, para usá-lo o aluno deverá aproximar o cartão dos equipamentos de recarga automática.

Detalhes sobre o Passe Livre

Assim que os cartões ficam prontos eles são enviados para as escolas dos estudantes e esses deverão correr atrás para retirá-los. As cotas gratuitas para o mês são obtidas por meio de dos equipamentos de recarga automática, sendo as mesmas responsáveis por recarregar os vale-transporte.

Com o Passe Livre são creditadas 24 cotas diárias no cartão, a partir de que o aluno estude o mês inteiro. Isto permite que o aluno use até 8 ônibus ao longo todo o dia. Mais detalhes podem ser localizados no site da SPTrans ou de modo direto em sua escola.

Por que conquistar o Passe Livre?

Com o Passe Livre em mãos o aluno pode se andar no município e ir aonde quiser pagando praticamente nada, o que auxilia bastante se o mesmo tiver uma renda curta e comprometida. Isto permite que o aluno vá constantemente às aulas e a mais lugares que desejar, seja para realizar tarefas e pesquisas, ou passeios.

O passe livre é de grande apoio a diversos jovens brasileiros que lutam para conseguirem se educar e ter um futuro melhor. Veja os requisitos do seu estado e solicite.

Passe livre intermunicipal para o idoso RS

De acordo com a lei estadual 10.982, os idosos do Rio Grande do Sul possui direito a um abatimento de 40% no valor das passagens. Para isto, são reservados 2 lugares por veículo comum.

É fundamental que o idoso, no ato da aquisição, esteja com a carteira de identidade e um comprovante de renda para acolher o desconto. Lembrando que esse é uma vantagem para viagens intermunicipais e que esse desconto não é aceito nas viagens da região metropolitana.

Passe livre intermunicipal para deficiente no RS

No estado do Rio Grande do Sul os deficientes possui gratuidade, conforme informa a lei 13.320. Aqueles que comprovarem a carência possui direito a gratuidade nas viagens de ônibus, trens e inclusive nos barcos.

O pedido para aquisição da carteira de gratuidade para deficientes precisa ser realizado juntamente à Faders, por intermédio de um recurso que esta disponível neste link (www.portaldeacessibilidade.rs.gov.br).

Como pedir o passe livre

O passe livre é um programa do Governo Federal que proporciona a gratuidade nas viagens interestaduais para os indivíduos carentes e portadoras de deficiência. Para isto, os interessados precisam complementar o formulário de requisição, além de, entregar as cópias de um dos documentos de identificação. Estes documentos precisam ser enviados para o Ministério dos Transportes, caixa postal 9600 – CEP 70.040-976 – Brasilia (DF).

O formulário de requerimento está no site do Ministério. Lembrando que nesse caso o kit de passe livre é expedido pelo portador e as despesas do enviado ficam por conta do beneficiado.

Como pedir passe livre para deficientes

Os interessados em pedir a carteira de passe livre para deficientes precisam endereçar o formulário corretamente preenchido ao CRAS ou CREAS do seu município. Esse por sua vez, irá examinar os dados e se estiver tudo aprovado encaminhará a Faders que é responsável pela primeira analise.

Após a confrontação dos dados a mesma envia para o centro ATM/RTI encarregado por imprimir a carteira.

Passe livre intermunicipal formulários Faders Passe Livre Interestadual

São 3 os formulários que precisam ser apresentados para que o indivíduo possa fazer a requisição da carteira de passe livre. O primeiro é o recurso que precisa conter a situação socioeconômica, os dados pessoais do deficiente e de toda a sua família, além de informações sobre a renda familiar.

O segundo formulário é o atestado médico de deficiência certo que precisa ser preenchido por um médico. Neste arquivo precisa conter a enfermidade do indivíduo. O médico deverá carimbar e assinar a comprovação.

O terceiro documento é para o credenciamento de acompanhantes que precisa comunicar quais são os indivíduos que são acompanhantes do deficiente. É obrigatória a xerox da carteira de identidade e comprovante de endereço. Lembrando que somente 3 indivíduos são capazes de ter aprovação de acompanhante.

Passe livre estudantil Universitário
Passe livre estudantil Universitário (Foto: Reprodução)

Passe livre intermunicipal renovação

Para fazer a atualização da carteirinha é preciso preencher o formulário (requerimento e situação socioeconômica), entregar foto 3 x 4 atual, e, em caso de menor idade, entregar certidão do responsável, xerox do comprovante de renda de todas os indivíduos da família ou declaração de que não tem renda.

Em caso de guarda, tutela ou curatela é necessário a xerox de arquivo com foto e a cópia de comprovante de residência atualizado.

Formulário passe livre intermunicipal na Bahia

A Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos é encarregado através da Coordenação do Passe Livre Intermunicipal pelo cadastrando dos indivíduos portadoras de carência. Lembrando que estes deficientes precisam estar enquadrados nas famílias de baixa renda, isto é, que contem renda percapita de um salário mínimo.

O pretendente precisará entregar um formulário atestado da equipe medica do sistema único de saúde SUS com nome, RG, local do exame e data. Este arquivo precisa estar corretamente preenchido e assinado pelo médico responsável colocando o carimbo do CRM.

Leia também Passe Livre Universitário RJ

Com as informações Empregador Web

Licença Paternidade → Quem tem direito à licença de 20 dias?

Licença Paternidade

A licença paternidade é um direito agraciado a cada um dos trabalhadores no momento em que o seu filho nasce. Divergente da licença maternidade, o funcionário não pode ficar vários dias em casa, nem sequer recebe uma assistência da Previdência Social. Entretanto, é uma vantagem disponibilizado pela própria empresa, que cede alguns dias para que o empregado fique com o bebê.

Licença Paternidade quem tem direito ao benefício?

A licença parental é um direito laboral disponível em praticamente todos os países[1] que prevê a ausência remunerada do emprego para poder tomar conta de uma criança ou para realizar tarefas que proporcionem bem-estar à criança. O termo “licença parental” geralmente inclui a licença de maternidade, licença de paternidade e licença de adoção. Na maioria dos casos, os benefícios são estipulados por lei.

Em 2014, a Organização Internacional do Trabalho reviu as políticas de licença parental em 185 países e territórios, tendo concluído que todos os países, com a exceção dos Estados Unidos e da Papuásia Nova Guiné, possuem leis que protegem a licença parental. Estas leis diferem ligeiramente entre si, dependendo se a remuneração é paga pela entidade empregadora ou pela segurança social. (Fonte: Wikipédia)

Licença Paternidade
Licença Paternidade (Foto: Divulgação)

Vários homens não estão cientes das regras dessa vantagem e de quanto tempo podem ficar em casa. Então, a seguir tiramos todas as dúvidas e explicamos uma nova lei que permite que o empregado fique em casa por 20 dias.

O que é licença paternidade?

A licença paternidade é um período, alguns dias para ser mais intrínseco, no qual o empregado pode ficar em casa para recepcionar o seu filho depois de o nascimento. A empresa concede alguns dias para que o empregado fique com o seu filho e auxilie a mãe nos trabalhos mais complicados.

No decorrer da licença paternidade o empregado não deixa de ganhar o seu salário, sendo preservado pela empresa. Há algum tempo foi sancionada uma lei que permite um afastamento maternidade de 20 dias, por intermédio do Programa Empresa Cidadã.

Tempo/dias de licença paternidade

O tempo comum de licença paternidade é de 5 dias. O funcionário pode se ausentar do trabalho por um tempo de cinco dias depois de o nascimento de seu filho, sem prejuízo de salário. No entanto, se a empresa adotar ao Programa Empresa Cidadã, este tempo poderá ser ampliado para 20 dias.

Este programa existe a partir de 2008 e concedia, desde então, isenção de impostos para companhias que aumentavam o tempo de licença-maternidade.

Licença paternidade pai adotivo

O funcionário que adotar uma criança adotiva não possui direito a abuso paternidade de 5 dias. Entretanto, a nova lei que define a ampliamento até 20 dias da afastamento para empregados que trabalham em companhias participantes do Programa Empresa Cidadão, prevê que pais adotivos inclusive conseguem conquistar o amparo.

Assim sendo, caso você adote e trabalhe em uma empresa que faz parte do programa, conseguirá ficar 20 dias em casa sem prejuízo de trabalho.

Quem possui direito licença paternidade?

Para ter direito à vantagem, o pai precisa ser empregado com carteira assinada de qualquer empresa. Para conseguir a licença paternidade de 20 dias, é necessário que o funcionário confirme a sua atividade em programa ou exercício de indicação sobre paternidade responsável. Além do mais, ao longo dos 20 dias, os empregados não podem desempenhar qualquer forma de exercício remunerada, uma vez que correm o perigo de perder o direito.

Licença Paternidade 20 dias

A licença paternidade de 20 dias é uma iniciativa que permite que os pais passem mais tempo com seus filhos em seus primeiros dias de vida, do mesmo jeito que a mãe. Este tempo a mais é essencial especialmente se a mãe não tiver mais ninguém para lhe auxiliar a cuidar do bebê e a fazer os rotineiros de uma casa. Assim sendo, o pai possui papel essencial nessa etapa e precisa estar presente para prestar assistência.

Com as informações Empregador Web

Previdência Social: O que é? Como Funciona? Quem tem direito?

Previdência Social

Previdência social ou seguro social é o programa de seguro público que oferece proteção contra diversos riscos econômicos (por exemplo, a perda de rendimentos devido a doença, velhice ou desemprego) e em que a participação é obrigatória. O seguro social é considerada um tipo de segurança social, e de fato os dois termos são por vezes usados como sinônimos.

Os programas de seguro administrados por um governo, assim como o seguro do setor privado, fornecem benefícios após a ocorrência de certos eventos segurados, por exemplo, o seguro-desemprego fornece benefícios se o segurado ficar desempregado. Assim como programas de seguros do sector privado, apenas os cidadãos que contribuem para um programa de seguro social são elegíveis para receber benefícios do programa.

Para quem não conhece a Previdência Social é também conhecida como Seguro Social é um seguro proteção contra diversos riscos econômicos, como por exemplo perca de emprego devido à idade, velhice ou doença. A participação de todo o cidadão é obrigatória, o seguro social nada mais é do que uma segurança social.

A previdência social é um seguro administrado pelo o Governo Federal que atua dentro do setor privado, fornecendo benefícios por exemplo como o seguro desemprego para aqueles trabalhadores que foram dispensados de suas atividades funcionais sem justa causa, sendo assim só recebem o seguro os contribuintes que contribuem para a previdência social e são legíveis para receber o programa.

Previdência Social

Entenda um pouco sobre a Previdência Social.

Hoje no Brasil a Previdência Social é administrada pelo o MTE – Ministério do Trabalho e Emprego e as políticas da Previdência Social são adotadas pelo o INSS conhecido como Instituto Nacional do Seguro Social, todos os trabalhadores de carteira assinada tem mensalmente seus rendimentos destinado ao INSS recolhido pelo o empregador, inúmeras empresas privadas oferecem planos de previdência social complementar chamado de previdência privada.

Tudo isso acontece em 1935 em Portugal, através do estabelecimento do Sistema da Previdência Social, aonde a previdência social defendia a resposta de um sistema social.

Todo o contribuinte da previdência social tem cobertura mediante a contribuição mensal a qualquer risco decorrente a doença, velhice, morte, maternidade, invalidez, onde impossibilite o trabalhador de dar sequência as suas funções trabalhistas. A previdência social é um seguro que garante proteção ao trabalhador que se aposentar por algum dos motivos citados acima.

Previdência Social: Características Do Programa De Seguro Social

Com o tempo tudo evoluiu, sendo assim até a Previdência Social precisou acompanhar este ritmo, com o processo de modernização que aconteceu em 2003, agora é preciso realizar o agendamento do seu atendimento através da central de atendimento ao beneficiário 135, sendo assim agora nas agências da atendimentos não é preciso mais enfrentar filas e nem esperar muito tempo pelo o seu atendimento.

A previdência social hoje é uma garantia que futuramente você poderá contar com um dinheiro destinado a sua aposentadoria e não precisar mais trabalhar tanto como hoje, em caso de acidente precisou se afastar? Fique tranquilo (a) você estar segurado pelo o INSS até que se recupere 100% e possa retornar as suas atividades funcionais.

Caso você queira saber informações de como andar o seus benefícios sociais, veja como realizar o agendamento a seguir:

Agendamento do INSS através da central de atendimento

Uma das formas mais simples de realizar o seu agendamento é pela a central de atendimento 135, o horário de atendimento da central é de segunda a sábado de 7h as 22h. A ligação se for realizada de uma telefone fixo não tem custo algum, ser for feita de um telefone celular é cobrada o custo de uma ligação local.

Pelo o telefone é possível solicitar o pedido da certidão por tempo de contribuição, encaminhamento ao pedido da aposentadoria, requerimento do seguro desemprego, pedido de auxilio reclusão, benefício assistencial, salario maternidade, solicitação de entrada em pecúlio, auxilio doença entre outras solicitação destinadas e de responsabilidade da Previdência Social.

Como realizar o agendamento Online?

Se você preferir realizar o seu agendamento pela a internet, basta acessar o site www.dataprev.gov.br/preagenda/opcaoinicialtela.view, assim que acessar o portal selecione a opção agendar, informe o código de segurança e em seguida clique em avançar.

Através do atendimento é possível que você verifique como andar a sua situação com o INSS, é possível verificar saldo, estrato detalhado e verificar se o empregador estar realizando o seu recolhimento em dia, pois esse imposto que é recolhido mensalmente tem total importância para a vida do trabalhador.