Cálculo Seguro Desemprego: Passo a Passo Com Dicas Simples [Veja Aqui]

Cálculo Seguro Desemprego

O Seguro Desemprego é um benefício de assistência ao trabalhador que beneficia milhares de pessoas estão perdendo os seus trabalhos e necessitam desse auxílio do Governo para conseguirem se manter, já sem a renda do antigo emprego para ajudar. Ele serve justamente para evitar que esse fique desamparado ao perder seu trabalho. Porém é muito importante também que o trabalhador entenda como funciona essa fonte de renda: o cálculo do seguro desemprego varia de acordo com a renda e como o número de meses trabalhados.

Cálculo Seguro Desemprego

Para quem recebe o Seguro Desemprego, umas das ações mais importantes a ser feita é o Cálculo desse incentivo, o qual, vai definir o quanto você vai ganhar, baseado em seu salário e no tempo de serviço no último emprego.

Como fazer o cálculo seguro desemprego

O Governo impõe uma fórmula de pagamento do seguro desemprego para não estourar o limite orçamentário disponível apenas para dar esse incentivo à população que está desempregado no Brasil.

Por isso, um primeiro fato que é necessário saber sobre o cálculo do seguro desemprego é que existe um limite quanto a esse pagamento, sendo o máximo que cada pessoa pode receber do Governo em um mês é o valor de R$ 1.385, 91, mesmo para quem o cálculo desse acima dessa faixa, irá receber 1386,91, um limite estabelecido em cima de algumas contas, as quais, preveem quanto é o máximo que o Governo pode gastar nesse benefício.

Cálculo Seguro Desemprego
Cálculo Seguro Desemprego

Além disso, é importante saber propriamente de que forma é feita a conta que determina quanto se irá receber do Governo Federal, assim, pode-se realizar um planejamento financeiro melhor em cima desse valor pré-definido.

Para se realizar essa conta, deve-se pegar a média salarial dos três últimos meses que o trabalhador teve e multiplicar por um número, o qual, é definido de acordo com a sua faixa salarial e o tempo de emprego que o trabalhador possui.

Para quem ganha abaixo de 1.222,77, o valor a ser recebido do seguro salarial será de 80% da média salarial dos últimos três meses. Já para quem entre 1.222,78 a 2.038,15, o seguro desemprego será calculado multiplicando 0,5 em cima da média salarial dos últimos três meses.

Dessa forma, por exemplo, se você ganha 2000 mil reais, o seu cálculo será de 2000 vezes 0.5, assim, o seu seguro desemprego vai ser de 1000 reais. Por fim, para quem ganha mais que 2.038,15, não existe cálculo sobre o seguro desemprego, já que há um pagamento fixo de 1.385,91.

Essa é uma forma de distribuir de uma maneira mais adequada os valores acumulados pelo Governo para quem está desempregado. Como quem recebe mais, paga mais impostos e por isso acabando sendo compensado com um seguro desemprego mais alto. Já quem tem um salário o menor, tem um nível de vida mais baixo e com isso, consegue sobreviver e ter uma qualidade de vida boa mesmo não ganhando tanto pelo Seguro Desemprego 2017.

Cálculo parcelas seguro desemprego

As parcelas do seguro desemprego são calculadas de acordo com o tempo de serviço com carteira assinada, e o número de solicitações do seguro desemprego. Confira abaixo como calcular as parcelas do auxílio desemprego.

Saldo Seguro Desemprego: Como consultar o saldo do seguro desemprego?

Saldo Seguro Desemprego

O seguro desemprego é um dos benefícios mais importantes do país, principalmente no atual cenário de crise que vivemos hoje, o benefício trata-se de um seguro temporário que promete assegurar o trabalhador que foi recentemente demitido, enquanto o mesmo não consegue uma nova recolocação no mercado de trabalho.

Saldo Seguro Desemprego

Após realizar o requerimento de aquisição do seguro desemprego é necessário que fique ciente de como consultar o saldo do seguro desemprego, é necessário que verifique constantemente para saber ser o valor que é de direito seu vem sendo depositado.

Como consultar o saldo do seguro desemprego

Graça aos avanços da tecnologia, hoje é possível consultar o seguro desemprego de diversas formas, sendo assim os contemplados com o benefício podem consultar online, em qualquer agencia da Caixa ou nas casas lotéricas.

A consulta pela a internet basta acesse o site da Caixa Econômica Federal através do www.caixa.gov.br, preenche todos os dados solicitados, tais como o número do NIS, essa numeração fica na primeira folha da carteira de trabalho, digite a sua senha, ser for o seu primeiro acesso é possível realizar o cadastramento na hora no próprio site.

Com todas informações preenchidas, será possível consultar o saldo do seu benefício.

Saldo Seguro Desemprego
Saldo Seguro Desemprego

Consultar o saldo do seguro desemprego nas agências da Caixa Econômica Federal

Uma das alternativas mais viáveis é consultar o saldo comparecendo a uma agencia mais próxima da sua residência da Caixa, lá você poderá consultar no autoatendimento ou no atendimento pessoal.

Portanto é necessário estar com o cartão cidadão em mãos para consultar o seu benefício, não esqueça o seu documento de identificação com foto.

Consultar o saldo do seguro desemprego nas casas lotéricas

Por fim, basta comparecer a uma casa lotérica mais próxima a sua residência, junto ao documento de identificação mais o cartão cidadão para realizar a consulta, sendo assim, também será possível realizar o saque do valor.

Após a disponibilidade do benefício, o contemplado (a) possui até 90 dias para realizar o saque do seu seguro desemprego, caso contrário, ser o benefício não for sacado o mesmo retorna para os cofres públicos.

Como realizar o saque do seguro desemprego

O benefício pode ser sacado tanto nas casas lotéricas quanto nas agências da Caixa Econômica Federal, para realizar o saque basta comparecer aos postos de atendimento com o cartão cidadão e com o documento de identificação original com foto.

Caso não tenha o cartão cidadão solicite o mesmo em qualquer agencia da Caixa, o prazo de emissão do mesmo é 30 dias. O cartão cidadão facilita as consultas e saques de diversos benefícios sociais, por isso o quanto antes solicite o seu.

Prazo para dar entrada na solicitação do seguro desemprego

Ser você pretender solicitar o seu seguro é preciso ficar atento ao prazo fornecido de participação do programa, trabalhadores formais possuem o prazo de 7 a 120 dias para dar entrada no programa, que começa a conta a partir da data do desligamento, já os trabalhadores domésticos possuem o prazo de 7 a 90 dias para solicitar o benefício que começa a conta a partir da data da dispensa.

Por isso é extremante importante que os trabalhadores fiquem atento em realizar o agendamento do programa, o agendamento foi criado com o intuito de agilizar o atendimento, os melhores horários para realizar o agendamento no SAA é durante a noite, quando são liberada as disponibilidade de vagas para o dia seguinte.

Para solicitar o seguro desemprego é necessário apresentar a documentação a seguir:

  • Levantamento dos pagamentos do FGTS;
  • Termo de rescisão de contrato de trabalho;
  • Requerimento do seguro desemprego em duas vias;
  • RG – Registro Geral;
  • Carteira de Trabalho;
  • Certidão de Casamento e Nascimento;
  • Comprovante do PIS/PASEP
  • 3 últimos contracheques.

Os documentos acimas são documentos cruciais para dar entrada na solicitação do seguro desemprego, nomeado como CAGED a qual fornecer todas as informações anteriores de onde você trabalhou.

Cálculo Seguro Desemprego: Conheça as regras para receber o seguro desemprego

Cálculo Seguro Desemprego

Cálculo Seguro Desemprego | O trabalhador brasileiro dispõem de diversos benefícios, sendo eles um dos mais importantes é o do seguro desemprego é um benefício vigente em todo o território nacional.

Cálculo Seguro Desemprego conheça as novas regras

No atual cenário de crise que o país está passando, benefícios como o seguro desemprego tendem a ser muito importante, principalmente por conta da instabilidade do mercado de trabalho. É o seguro desemprego que garante o sustento de milhares de trabalhadores desempregado enquanto buscam uma nova colocação no mercado de trabalho.

Cálculo do seguro desemprego, entenda melhor…

Seguindo um raciocínio muito diferente de diversos benefícios sociais, o seguro desemprego é calculado e definido de acordo a alguns critérios estabelecidos pelo o programa, para forma a parcela destinada ao seguro desemprego é necessário que o empregador a média dos 3 últimos salários do trabalhador, mais a quantidade de meses trabalhados. É avaliado também ser o trabalhador recebeu nos últimos 36 meses o seguro desemprego.

É importante esclarecer que o trabalhador que estiver recebendo o seguro desemprego não poderá receber em conjunto o PIS, pois são benefícios em conjunto administrado pela a Caixa Econômica Federal seguindo as regras definidas pelo o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Tabela do Seguro Desemprego

A tabela do seguro desemprego é um dos principais meios responsáveis em informar os valores que os trabalhadores deverão ser basear para calcular o benefício, a tabela é dívida em 3 faixas salariais, onde consta o valor respectivo de cada parcela.

Conheça a tabela do seguro desemprego…

Valor do salário (média dos 3 últimos meses)

Valor da parcela

Menor que R$ 1360,70

Salário médio * 0,8

Entre R$ 1360,71 e R$ 2268,05

R$ 1088,56 + (o que excede R$ 1360,70 * 0,5)

Maior que R$ 2268,05

R$ 1542,24

Conheça as regras para receber o seguro desemprego:

O seguro desemprego passou por novas atualizações referente as regras de recebimento do programa, é preciso que o trabalhador atente-se as informações, para que não realize viagens perdidas ao MTE, muitas pessoas acham que as novas regras do seguro desemprego é para dificultar o acesso ao programa, foi uma iniciativa do Governo Federal para que o programa só seja concedido a pessoas que realmente necessite do seguro.

Conheça as novas regras:

  • Para obter o direito de solicitar o seguro desemprego pela a primeira vez é necessário que o trabalhador tenha no mínimo 12 meses, ou seja, 1 ano exercendo as suas atividades funcionais dentro de uma empresa privada em regime de contratação CLT;
  • Para solicitar o benefício pela a segunda vez, é necessário que o trabalhador tenha no mínimo 9 meses trabalhados, comprovados em carteira assinada;
  • Para realizar a solicitação do seguro desemprego pela a terceira vez é necessário que o trabalhador comprove que tem 6 meses ininterruptos de carteira assinada.

Parcelas do Seguro Desemprego

Baseado nas novas regras do seguro desemprego, foi estabelecido que o trabalhador vai receber de 3 a 5 parcelas, que vai ser definido de acordo com os meses trabalhados e o número de vezes que o auxílio já foi solicitado.

Cálculo Seguro Desemprego
Cálculo Seguro Desemprego

Entenda a seguir:

1ª Solicitação do Seguro Desemprego

  • Direito a 4 parcelas do seguro, trabalhadores que tiveram vínculo trabalhista com duração de 18 a 23 meses trabalhados.
  • Direito a 5 parcelas trabalhadores com vínculo trabalhista igual ou maior a 24 meses trabalhados.
  • Não terá direito a receber o auxílio desemprego o trabalhador que tiver vínculo trabalhista inferir a 18 meses.

2ª Solicitação do Seguro Desemprego

  • Direito a 3 parcelas do seguro desemprego trabalhador com vínculo trabalhista com duração de 9 a 11 meses trabalhados.
  • Direito a 4 parcelas do seguro desemprego o trabalhador que tem vínculo trabalhista com duração entre 12 a 23 meses trabalhados.
  • Direito a 5 parcelas do seguro desemprego o trabalhador que tem vínculo trabalhista com duração igual ou superior a 24 meses trabalhados.
  • O trabalhador que tem tempo inferior a 9 meses trabalhados não tem direito a receber o seguro desemprego.

3ª Solicitação do Seguro Desemprego

  • Direito a 3 parcelas do seguro desemprego o trabalhador que teve vínculo trabalhista de 6 a 1 meses trabalhados.
  • Direito a 4 parcelas do seguro desemprego o trabalhador que teve vínculo trabalhista entre 12 a 23 meses trabalhados.
  • Direito a 5 parcelas do seguro desemprego o trabalhador que teve vínculo empregatício igual ou superior a 24 meses trabalhados.
  • Trabalhados com tempo inferior a 9 meses de trabalho não possuem direito a receber o seguro desemprego.

Cálculo seguro desemprego: Quem tem direito ao seguro desemprego?

Cálculo seguro desemprego

Cálculo seguro desemprego

O seguro desemprego é um benefício temporário concedido na forma de dinheiro ao trabalhador que foi demitido de suas funções trabalhistas sem justa causa, o mesmo recebe esse seguro por meio de pagamentos mensais, cujos os valores destinado ao trabalhador vai variar de acordo com o salário do mesmo.

O tempo de concessão do seguro pode variar de 3 a 5 meses, isto vai depender de quanto tempo o trabalhador tinha registrado em carteira, e os valores também variam de acordo com o teto máximo do salário.

O seguro desemprego foi criado no ano de 1990 deste então o seguro sofreu diversas alterações na lei, até ser tornar o benefício que é hoje.

Quem tem direito ao seguro desemprego?

O seguro desemprego é um auxilio temporário concedido a todo cidadão trabalhador que executam suas atividades funcionais de carteira assinada, é uma assistência ao trabalhador que foram dispersados das suas atividades sem justa causa.

Cálculo seguro desemprego
Cálculo seguro desemprego

Valor das parcelas do seguro desemprego

O valor recebido referente ao seguro desemprego não é calculado de acordo com o tempo de trabalho e sim com os valores dos últimos salários do trabalhador, o valor do seguro é calculado a partir da média salarial dos últimos 3 salários do trabalhador, simples é somado os 3 últimos salários que e o valor bruto e o resultado da soma é divido por 3.

Por isso, antes que você realize a consulta ao benefício é necessário fazer o levantamento de quais foram os seus últimos salários, esse valor é o valor mensal bruto sem qualquer tipo de desconto.

Vale ressaltar, que a média encontrada não é o valor que você vai receber, a média só é utilizada para calcular o valor das parcelas que você vai receber referente ao seguro desemprego.

A base de cálculo é utilizada somente os meses completos, sendo assim se o trabalhador foi dispensado no dia 15 de um determinado mês, o salário deste mês não entra na base de cálculo. É utilizado para o cálculo apenas os meses completos para a base de cálculo.

 

Leia também Cálculo Seguro Desemprego: Conheça as regras para receber o seguro desemprego

 

Quantidade de parcelas do seguro desemprego

  • Entrada no seguro pela a primeira vez o trabalhador recebe pelo menos 4 parcelas do seguro;
  • Se a solicitação estar sendo realizada pela a segunda vez ou mais o trabalhador recebe no máximo 3 parcelas;
  • Agora se você trabalhou os últimos 12 meses, 36 meses antes da demissão sem justa causa tem direito a receber 4 parcelas.

O tempo de recebimento citado acima não precisa necessariamente que seja consecutivo, pode ter tido variações referente a troca de emprego durante esse período de trabalho.

Como requerer o seguro desemprego?

A consulta do seu seguro desemprego só pode ser realizada após a entrada do seguro, sendo assim é possível saber a situação dos pagamentos, primeiramente você precisa estar atento (a) aos prazos, sendo assim você tem o prazo de 7 a 120 dias depois da demissão sem justa causa para solicitar a entrada no seguro desemprego.

A data da dispensa começa a entra em vigor efetivamente, a partir do último dia de trabalho do trabalhador. Outra informação importante é que o prazo de solicitação do seu seguro não se reinicia, caso o trabalhador arranje um emprego mesmo sendo beneficiado pelo o seguro o mesmo perde o direito de receber o benefício, se a sua intenção é requerer o prazo de recebimento do seu seguro desemprego, você não poderá trabalhar de carteira assinada.

Com todos os documentos em mãos, você pode se dirigir aos postos de atendimento do SINE (Sistema Nacional de Emprego), qualquer agencia credencia da Caixa ou em qualquer delegacia regional do trabalho.

Descubra como agendar seguro desemprego? Simples Passo a Passo!!!

agendar seguro desemprego

Agendar seguro desemprego é a forma mais segura de garantir o benefício que é direito do trabalhador que teve atividade remunerada com a carteira de trabalho assinada por um determinado período

Agendar seguro desemprego é o passo mais importante após o pedido de desligamento, por parte do empregador, junto ao funcionário que teve seu contrato de trabalho rescindido pelo empregador sem justa causa e por essa razão é devido todos os direitos trabalhistas garantido por lei.

Agendar seguro desemprego tornou-se uma missão quase impossível em razão da dificuldade em utilizar um canal online para fazer a solicitação. Em determinadas épocas do ano, quando existem um grande fluxo de mão de obra em excesso o aumento do agendamento é quase que instantâneo.

Agendar seguro desemprego garante ao trabalhador o benefício do seguro desemprego, por um determinado período, para que o mesmo possa se manter e ajudar seus dependentes. Neste período de tempo o empregador que, hoje, momentaneamente, recebe o seguro desemprego possa “buscar” uma nova oportunidade no mercado de trabalho e deixar de ser beneficiário do Ministério do Trabalho e Emprego.

Agendar seguro desemprego é a garantia que você fez o requerimento para ter o direito de receber o benefício do seguro desemprego em algumas parcelas.

Como agendar seguro desemprego?

O Ministério do Trabalho e Emprego lançou o aplicativo empregador Web com o objetivo de agilizar o processo de agendamento do seguro desemprego, em todo o território nacional, para que o empregadores e seus representantes legais tivessem mais facilidade no momento de agendar o seguro desemprego.

Por essa razão, criamos o passo a passo para você saber como proceder no momento de agendar seguro desemprego para seu funcionário de forma rápida e segura.

Somente utilizando o aplicativo empregador web será possível agendar seguro desemprego conforme a resolução nº 736, publicada no diário oficial da união, autorizando o requerimento via internet por parte de seus empregadores e representantes legais.

Simples Passo a passo para agendar seguro desemprego

Abra seu navegador de internet; digite mte.gov.br agendamento; na página de resultado de pesquisa procure por este link http://saaweb.mte.gov.br; e clique para abrir a página.

Após abrir a página do “SAA – Sistema de Atendimento Agendado” em seu navegador; clique na opção agendar localizado no menu esquerdo na parte superior da página.

Após clicar no link Agendar aparecerá um campo para preenchimento com as informações sobre o agendamento.

Na 1ª opção deve ser selecionado o ESTADO que deve ser feita o agendamento do seguro desemprego;

Na 2ª opção deve ser selecionado o MUNICÍPIO que deve ser feita o agendamento do seguro desemprego;

Na 3ª opção deve ser selecionado a UNIDADE DE ATENDIMENTO, ou seja, o bairro que deve ser feita o agendamento do seguro desemprego;

Na 4 e última opção deve ser selecionado o TIPO DE ATENDIMENTO, ou seja, marcar neste campo a opção ENTRADA NO SEGURO DESEMPREGO e clicar em prosseguir;

Após clicar em prosseguir será necessário informar os seguintes dados:

CPF;

DATA DE NASCIMENTO;

TELEFONE PARA CONTATO

Como agendar seguro desemprego?

Após realizar essas operações o sistema informará o dia, local e hora disponível confirmando o agendamento seguro desemprego junto ao site do Ministério do Trabalho e Emprego MTE.

Compartilhe Agora nossa conteúdo para que outras pessoas também conheçam o passo a passo para agendar seguro desemprego.

#Compartilhe Agora!

Equipe

Empregador Web