Como dar entrada no Seguro Desemprego e Garantir Seu Benefício

Como dar entrada no Seguro Desemprego

O seguro desemprego é umas das vantagens fundamentais para o mantimento da sociedade trabalhadora recentemente desempregada. Trata-se de um direito assegurado por lei designado aos trabalhadores que foram há pouco tempo demitidos sem justa causa. O seguro desemprego é capaz de sustentar as despesas daquele determinado trabalhador enquanto não é incorporado de novo em um novo emprego. Por causa disso, caso foi dispensado há pouco tempo de seu trabalho, saiba como dar entrada no seguro desemprego neste texto.

Como dar entrada no Seguro Desemprego

Como dar entrada no Seguro Desemprego – Como aconselhar o seguro desemprego

Como dar entrada no Seguro Desemprego
Como dar entrada no Seguro Desemprego

Período para dar entrada no Seguro Desemprego

Se você deseja dar entrada no seu seguro desemprego é fundamental ficar antenado aos prazos que são fornecidos. Trabalhadores em atividades formais possui um tempo de 7 a 120 dias, calculado da data de demissão sem justa causa. Já os trabalhadores de atividades domésticas possui tempo de 7 a 90 dias, contabilizados da data de baixa.

Por causa disso, é preciso que os trabalhadores fiquem atentos, especificamente para realizar o agendamento do seguro desemprego. O agendamento é um processamento gerado para acelerar os atendimentos, porém que acaba funcionando como um impedimento do atendimento. Os melhores horários para o agendamento são a noite, especificamente depois da meia noite, no momento em que são liberadas as datas para o dia posterior.

Documentos para pedir o Seguro Desemprego

Para pedir o recebimento do seguro desemprego é preciso que tenha a papelada em mãos. Esta documentação

  • Carteira de identidade (RG);
  • Carteira de trabalho;
  • Certidão de nascimento ou casamento;
  • Comprovante de inscrição no PIS/PASEP ou similarmente o cartão cidadão;
  • 3 últimos contracheques dos últimos 3 meses antecedente à demissão;
  • Requisição do seguro desemprego SD/CD nas duas vias;
  • Termo de cancelamento de acordo de trabalho;
  • Documento de verificação do FGTS ou, se desejar, extratos dos depósitos.
  • Além destes documentos, há um essencial para a requisição do seguro desemprego. Denominado CAGED, esse arquivo oferece informações sobre a empresa no qual você prestou serviço. No arquivo é possível ter informações sobre a admissão de indivíduos, controle de demissão e inclusive os indivíduos que estão recebendo o seguro desemprego. Para preservar esse arquivo atualizado, o Governo obriga que no momento em que há casos de demissão, as companhias preencham o certificado digital para comunicar

Dar entrada no seguro desemprego

Com todos os documentos exigidos em mãos, você estará capacitado para dar entrada no seguro desemprego. Antes de ir em qualquer agência do Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS) é necessário que faça o agendamento na internet. Em várias unidades do MTPS é exigido esse técnica antes de dar entrada na vantagem. Por causa disso, é constantemente sugerido ligar para a unidade e se prevenir sobre se é fundamental fazer o agendamento do seguro desemprego na internet.

Regras do seguro desemprego – como dar entrada no seguro desemprego

O serviço de agendamento é um grande facilitador, uma vez que diminui as filas e assegura brevidade no atendimento. Além de permitir entrada no seguro desemprego, o cliente pode preparar agendamento para emissão de carteira profissional ou similarmente a homologação da rescisão do acordo de trabalho, além de outras inúmeras atividades.

Efetuado o agendamento, compareça no dia e horário acertado para realizar a requisição do seguro desemprego. Depois da requisição, somente 30 dias posteriormente receberá o valor da primeira parcela da vantagem do seguro desemprego.

Como dar entrada no seguro desemprego com simples passo a passo

Como dar entrada no seguro desemprego

Como todos já sabem o benefício do seguro desemprego atende a todos os trabalhadores que foram dispensados das suas atividades trabalhistas sem justa causa, é um benefício segurado pelos os direitos sociais da constituição federal.

Como dar entrada no seguro desemprego

Antes de dar entrada no seguro desemprego é necessário que entenda as informações a seguir:

Prazo para dar entrada no seguro desemprego

  • Trabalhadores de carteira assinada tem de 7 a 120 dias contando a partir da data da dispensa sem justa causa, para dar entrada no seguro desemprego.
  • Trabalhadores domésticos tem o prazo de 7 a 90 dias para dar entrada no seguro, contados a partir da data da dispensa.

Como dar entrada no seguro desemprego

Primeiramente, antes de solicitar a entrada do seguro desemprego é necessário que o trabalhador separe e organize toda a documentação abaixo:

  • Carteira de trabalho;
  • Comprovante de inscrição no PIS/PASEP/Cartão Cidadão;
  • Requerimento de aquisição/entrada seguro desemprego;
  • Certidão de nascimento ou casamento;
  • 3 últimos contracheques;
  • Extrato de levantamento do FGTS.

Onde dar entrada no seguro desemprego

Depois de toda a documentação pronta e organizada, é necessário que o trabalhador faça o agendamento online, muitos trabalhadores não conhece o sistema de agendamento do MTE e acaba levando ainda mais tempo pare realizar a solicitação do seguro. O agendamento deve ser realizado no SAA – Sistema de Agendamento Agendado www.saaweb.mte.gov.br.

No SAA diversos outros serviços é agendado, tais como emissão da carteira de trabalho, entrada no seguro desemprego, emissão de RG, homologação e rescisão de contrato de trabalho entre diversos outros serviços.

No ato da solicitação de entrada no benefício você deverá apresentar o formulário do seguro desemprego devidamente preenchido pelo o empregador, o mesmo é entregue ao trabalho no ato da demissão.

Conheça os documentos necessários para dar entrada no seguro desemprego

É preciso separar uma sequência de documentos para dar entrada no seguro desemprego, o documento principal deles é CAGED, formulário criado é administrado pelo o MTE. O principal objetivo do CAGED é controlar o fluxo de demitidos, contratados e de trabalhadores que estão recebendo o seguro desemprego, o CAGED foi um meio de controle que o Governo Federal criou para saber os ativos e inativos no mercado de trabalho, os patrões devem preencher o formulário online no mesmo dia da demissão do trabalhador.

Como dar entrada no seguro desemprego
Como dar entrada no seguro desemprego

Após isto é preciso comparecer ao um posto de atendimento do MTE e solicitar a entrada no seguro desemprego, alguns postos de atendimento do poupa tempo também atendem as solicitação de entrada no seguro porém o atendimento precisa ser agendado.

O trabalhador recebe a primeira parcela do seguro desemprego 30 dias após a solicitação de entrada, onde o mesmo deverá efetuar o saque em qualquer agencia da Caixa Econômica Federal, nos posto de atendimento do sistema nacional de emprego ou no DRT – Delegacia Regional do Trabalho.

Ao arranjar um novo emprego, nunca minta ao seu empregador que estar recebendo o seguro desemprego, só para continuar fazendo gozo do benefício, algumas empresas costumam a concordar com essa situação para não fazer recolhimento dos impostos tais como FGTS, INSS, férias e 13ª Salário.

A pena de reclusão é de 1 a 5 anos, para quem burla essa lei, sujeito também ao pagamento de multa que pode variar de acordo com a gravidade do caso, em caso de envolvimento de empresa pública ou empresa com economia popular a pena aumenta um terço.

O seguro desemprego é um benefício contemplado a todo o trabalhador registrado em empresa privada, sendo assim o mesmo desligado de suas funções trabalhistas sem justa causa conta com o auxílio temporário do seguro para garantir o seu sustento, até uma nova recolocação no mercado.

Hoje com a atual crise que enfrentamos no Brasil, o benefício é muito bem-vindo, pois diversos cidadãos brasileiros estão no mercado de trabalho em busca de novas oportunidades, sendo assim o seguro garante um auxílio financeiro temporário até que o trabalhador consiga dentro de um pequeno período ser recolocar no mercado profissional.

É importante ser atenta a lista de documentos necessários para realizar solicitação, não ser esqueça de realizar o agendamento no portal do SAA – Sistema de Atendimento Agendado, pois será através do agendamento que você conseguirá dar entrada na solicitação do seguro desemprego.

Consulta Seguro Desemprego: Descubra o Que É e Como Fazer Para Solicitar!!!

Consulta seguro desemprego

Consulta seguro desemprego é um seguro para todos os trabalhadores que exerciam atividade remunerada com carteira assinada

Todos sabemos que enfrentar a fase de uma demissão e desemprego não é fácil. Exatamente por esse motivo o Ministério do Trabalho oferece o que chamados de Seguro Desemprego, ele possui algumas peculiaridade e características que iremos apresentar neste artigo. Também iremos mostrar como fazer a consulta ao seu seguro pela internet.

O Seguro Desemprego, como o nome já diz é um seguro para todos os trabalhadores que exerciam atividade remunerada com carteira assinada e foram demitidos sem justa causa e sem aviso prévio.

Quando o trabalhador é demitido, ele deve se dirigir ao posto de atendimento ao trabalhador de sua cidade e levar todos os documentos entregues no momento da demissão e a carteira de trabalho.

No posto de atendimento serão avaliados diversos pontos para fazer o cálculo do seu seguro, como tempo de trabalho, salários recebidos, salários anteriores, etc. Temos que entender que cada trabalhador se encontra em uma situação diferente e é no SIME (Sistema Nacional de Emprego) que um profissional irá elaborar esses cálculos para “dar entrada” no seguro desemprego.

Assim que feitos esses cálculos o trabalhador vai na Caixa Econômica fazer o que chamamos de “dar entrada” para receber o seguro, assim que ser feito o trabalhador terá uma data para que possa se dirigir à Caixa ou à lotéricas autorizadas pela Caixa. Para que todo mês possa retirar seu seguro.

Como Consultar seguro desemprego online passo a passo?

Para fazer a consulta ao seu saldo, dia de recebimento e valor a receber o trabalhador possui diversas opções, como ir a uma agência da Caixa e pedir um atendimento ao trabalhador, ou nos caixas eletrônicos com seu cartão cidadão. Além da consulta pela internet que é a qual iremos tratar aqui.

A consulta online, como quase todas as atividades realizadas pela internet são muito simples, porém exige um pouco de conhecimento do sistema que está sendo utilizado, nada muito avançado, apenas é necessário saber onde deve ser inserida cada informação.

Se você acessar o site do Ministério do Trabalho e Emprego (https://sd.maisemprego.mte.gov.br/sdweb/consulta.jsf) irá aparecer uma tela onde você deverá colocar suas informações como conta na imagem abaixo, (se ao acessar o site aparecer uma mensagem de segurança clique em avançado e depois em continuar sem segurança):
Após essas informações serem acrescentadas clique em consultar e serão apresentadas as informações a respeito de seu seguro.

Uma dúvida muito comum são quantas parcelas o trabalhador tem direito de receber, pois muitos ficam sabendo de pessoas que recebem até 8 parcelas e outras que recebem 4 ou até menos. Porém muitos não sabem que cada trabalhador tem suas peculiaridades.

Por esse motivo o trabalhador deve se dirigir ao SIME e sanar todas as suas dúvidas, pois é lá que os cálculos são feitos, e neste momento eles estão dispostos a explicar cada parte dos cálculos e como chegaram ao valor.

Esse valor é basicamente calculado com uma proporção sobre os últimos salários que o trabalhador recebeu, além disso pode ser feito o cálculo também sobre os últimos registros que o trabalhador teve, com seus salários em outras empresas. Tudo isso é feito para que o trabalhador receba o valor justo pelo qual contribuiu durante seu tempo de serviço.

Com esse cálculo é avaliado o quanto o trabalhador vai receber e em quantos meses ele receberá, com esse cálculo, todas essas informações vão para o sistema e assim o trabalhador poderá consultar no site esses dados.

Esperamos ter ajudado você a entender melhor como é a consulta ao seguro desemprego, estaremos aqui para ajudar no que for preciso em relação à trabalho e leis trabalhistas.

Compartilhe Agora Nosso Artigo E Ajude Outras Pessoas Também!