INSS Consulta Situação do Benefício

INSS Consulta Situação do Benefício

INSS Consulta Situação do Benefício – Todo indivíduo que contribui para o INSS possui direito a vantagens concedidos pelo órgão, porém para efetuar o pedido de vantagem o indivíduo precisa acatar aos requisitos exigidos de acordo com a sua necessidade, se auxílio doença ou aposentadoria, entre outros.

INSS Consulta Situação do Benefício

Depois de ter solicitado a vantagem o indivíduo conseguirá acompanhar o pedido, se a análise foi finalizada ou não, uma vez que desta maneira conseguirá estar a par da sua situação juntamente ao INSS.

INSS Consulta Situação do Benefício
INSS Consulta Situação do Benefício (Foto: Divulgação)

Consulta Inss Internet Simplifica Serviços e Buscas no Seguro Social
O que antes era um aflição para quem buscavam informações do Seguro Social precisavam enfrentar filas e mais filas, ficar horas esperando nas agencias materiais do INSS para conseguir respostas simples e breves mudou.

Previdência Social

Após implantaram o sistema na internet os indivíduos são capazes de conquistar todas as informações por intermédio do site da Previdência no link http://www.previdencia.gov.br/ no qual terá acesso a diversos serviços, inclusive solicitações de aposentadoria, como agir, solicitações de perícia, entre outros serviços. em poucos segundos e com somente alguns cliques é possível esclarecer todas as dúvidas referentes ao Seguro Social.

Consulta Inss serviços e vantagens do INSS

Os indivíduos procuram por vantagens de acordo com a sua necessidade juntamente ao INSS por intermédio do site na internet. Entre as vantagens mais procurados estão:

Auxílio-doença

– Aposentadoria por Invalidade

– Auxílio-acidente

– Auxílio-reclusão

– Pensão por morte

– Salário-família

– Salário-maternidade

– Benefício Assistencial ao Idoso

– Benefício Assistencial à Indivíduo com Deficiência

– Benefício Assistencial ao Trabalhador Portuário Avulso, entre outros.

Consulta INSS – Como Fazer a Consulta da Situação da Vantagem?

Para realizar a consulta INSS da situação da Vantagem a Previdência Social disponibiliza uma página na internet no qual os indivíduos são capazes de acompanhar o andamento do seu pedido de Vantagem, uma vez que desta maneira o indivíduo não precisa dirigir-se até uma das agências do INSS.

Consulta da Situação do Benefício

A consulta poderá ser realizada em casa desde que obtenha acesso a internet. Essa maneira é bastante possível e simples, basta acessar o link https://www8.dataprev.gov.br/SipaINSS/pages/consit/consitInicio.xhtml acrescentar o formulário com os dados do seu benefício e todas as informações necessárias estarão ao seu dispor.

Com as informações acima você conseguirá analisar sua situação juntamente ao INSS sem necessitar sair de casa, basta ter acesso a internet e realizar a busca na internet acessando o link do site.

Extrato INSS (Consulta Pagamentos de Vantagem INSS)

No Extrato do INSS o beneficiado pode analisar o valor líquido e o valor bruto. Os pensionistas e aposentados do INSS, inclusive podem analisar pelo portal do INSS o valor do seus benefícios com uma antecedência no extrato do banco no qual recebem o pagamento.

Extrato INSS

No Extrato INSS, o segurado pode analisar o valor bruto do vantagem (sem nenhum desconto) e o valor líquido (renda final todos os descontos, como os débitos de empréstimos consignados, e o desconto no Imposto de Renda).

Para realizar a consulta do Extrato INSS o beneficiado necessita ter em mãos os seguintes documentos:

  • Número do Benefício – NB
  • Data de Nascimento do Beneficiado
  • Nome do Beneficiado
  • CPF do Beneficiado

Novo Limite de Idade para Aposentadoria

Novo Limite de Idade para Aposentadoria

Novo Limite de Idade para Aposentadoria – Entenda o abono da previdência e especialmente sobre o novo limite de idade para se abandonar. Entre as principais ideias de modificações da previdência está o novo limite de idade para previdência, oscilação essa que está apresentando das promessas do governo federal.

Novo Limite de Idade para Aposentadoria

As mudanças nos direitos trabalhistas e a flexibilização da CLT estão ligadas com o novo limite de idade para que as indivíduos possam se abandonar. Descubra a nova idade para previdência abaixo e tenha dicas de como agir e que acreditar sobre das novas regras para previdência do governo federal. Também há várias indivíduos que estão desesperadas visto que acham que vão despossar seus direitos com a abono da previdência.

Idade para Aposentadoria Novo Limite

Argumento a alteração do governo, é bom de fato ficar esperto com tudo o que sair na conjunto de meios de comunicação sobre da nova arbítrio da previdência por idade.

Lamentavelmente o Direito Previdenciário fica de maneira assustadoramente ágil no nosso País. Em um dia as indivíduos abrange direitos diversos e no outro isto é modificado ou alterado.

Afinal, por causa disso saiba tudo sobre o novo limite de idade para a previdência.

Previdência por idade novas regras

Sob a explicação de um abertura durar na previdência, o governo federal está para aposentar completamente a previdência, e isto abarca o limite de idade para previdência.

A atual previdência permite duas modalidades de previdência:

  • a previdência por tempo de contribuição
  • e a previdência de idade.

A idade mínima da previdência por tempo é:

  • 35 anos de achega para homens
  • 30 anos de achega para mulheres

Apenas se preencherem estes requisitos, essas indivíduos poderão exigir suas aposentadorias por tempo. Alguns profissionais abrange pouco tempo de achega uma vez que trabalham em utilidades de perigo.

Na previdência de idade, a previdência requisita idade superior a 60 anos para mulheres e 65 anos para homens, se os dois fizerem 15 anos de achega, são capazes de exigir o óbolo.

A abono que possui o novo limite de idade para previdência conta que a aguardamento de vida da indivíduos brasileira está aumento e a arbítrio está se adaptando a esta.

O foco da abono da previdência social é a oscilação nas aposentadorias por idade, postulando um novo limite de idade para previdência. A oscilação do limite de idade para previdência será realizado pelo governo Achar e está em agenda no Senado.

Com a abono, o novo limite de idade mínima de achega para conseguir a previdência por idade conseguirá ser até 25 anos. Até a decisão ser concretizada, o governo pensa em como realizar essa alteração para as novas regras, pensando em necessitar seis meses de achega a mais no decorrer de dez anos.

Propósito da previdência

As ideias da abono, além de resultar um novo limite de idade da previdência, prometem diminuir gastos e abater o direito à previdência para gerações futuras.

O novo limite de idade para previdência é de 65 anos, tanto para homens ou para mulheres. E se for permitido, não será para todos também. A idade será flexibilizada para os contribuintes atuais não serem prejudicados, isto é, o limite será a passo e passo dado similarmente na previdência por idade. Não contente, o governo de Achar também deseja reforçar o limite da idade para mais 5 anos, totalizando um limite de 70 anos para a previdência. A oscilação do limite está dentro do pacote das reformas do atual governo, que vêm mudando o sistema de relações entre aplicado e chefe e procura cada vez mais flexibilizar as relações trabalhistas.

Além do novo limite para previdência INSS, as reformas preveem outras mudanças, nos vantagens previdenciários tendo como exemplo. Os vantagens pagos aos idosos e aos deficientes não seriam mais atrelados às políticas de reajuste do salário mínimo e seria modificado somente pela aumento excessivo.

Arquétipo previdência 85/95 – 90/100

O novo limite para aposentadoria na previdência social vem com a explicação de aumentar o abertura que o Brasil possui na sua previdência, reforçar o limite de idade para aposentar-se é acrescentar e deixar que os direitos das gerações futuras sejam desfrutados como precisam.

Possui dúvidas sobre os novos limites da reestruturação da aposentadoria proposta pelo governo federal? Por isso acesse o site da internet da previdência social e tire todas as dúvidas que restaram sobre esta apresentação.

Não se esqueça de ficar ligado para as novas regras da aposentadoria do governo, até para que possa realizar o aferição e exigir aposentadoria adequado, caso tenha direito e se faltar pouco tempo para você se aposentar.

As regras de transição da aposentadoria do INSS foram julgadas por vários especialistas como injusta, em vista do tempo que requeriam de trabalho destinado a pessoas que estariam se aposentando nos próximos anos.

Exatamente em virtude de não se entender o que o governo federal proporá na reforma da previdência, também mais visto que as questões políticas estão conturbadas e nem sequer se sabe se o chefe do poder executivo federal permanecerá, é bom se informar nesse aspecto.

 

 

Auxílio Doença Quem Tem Direito

Auxílio Doença Quem Tem Direito

Auxílio Doença Quem Tem Direito – Aqui está tudo o que você necessita entender sobre o auxílio-doença da previdência social! Muitas pessoas sofrem com a falta de informações sobre o auxílio doença: como conseguir auxílio doença, quem pode desfrutar do auxílio doença e muito mais. Esse artigo explicará tudo o que você necessita entender sobre o auxílio-doença.

Auxílio doença quem tem direito e as novas regras

O trabalho do INSS é excessivamente complexo, no entanto bem coerente. Porém várias vezes fica até complicado de compreender ao que se possui direito e a quanto, não concorda? [Extrato INSS: Como Consultar? Para que serve o Extrato INSS?]

Se você está se informando é visto que pretende entender quais são os seus direitos e como executar para consegui-los. E possui toda justificativa. É a partir do entendimento que podemos entender com definição tudo a que possuímos direitos e o que devemos realizar para consegui-los, não é realmente?

Tire todas as suas dúvidas sobre auxílio doença aqui, fique bem instruído e não deixe que ninguém lhe engane sobre que você possui realmente direito.

Lamentavelmente, uma das maiores complicações do Brasil é a falta de informação. Não seja mais um indivíduo desinformado e saiba tudo sobre auxílio-doença.

Auxílio Doença Quem Tem Direito
Auxílio Doença Quem Tem Direito (Foto: Empregador web)

O que é o auxílio doença?

O auxílio-doença é a vatagem para um indivíduo incapacitado temporariamente ao trabalho por conta de uma enfermidade ou acidente. Os requisitos para exigir o auxílio-doença são:

Ter carência de doze contribuições (isenta caso o indivíduo esteja incapacitada por acidente de trabalho ou doenças previstas na lei)
Ter qualidade de segurado, ou seja, pagar mensalmente a previdência social
Atestar a enfermidade que impossibilita o pessoa de trabalhar
Mostrar os seguintes documentos para conseguir o auxílio-doença:
Documento de reconhecimento com foto
Número do CPF
Carteira de trabalho e carnês de colaboração para certificação do pagamento ao INSS
Documentos feitos por médicos para atestar a dificuldade de saúde, tratamento médico indicado e o tempo de afastamento do trabalho
O funcionário precisa mostrar uma certidão assinada pelo patrão afirmando o último dia trabalhado

Após tudo isto, para garantir o auxílio-doença, é preciso passar pela perícia do INSS para que haja a aprovação da inabilidade de trabalho do funcionário.

Para pedir o auxílio-doença, você precisa ir até uma matriz da Previdência Social e comparecer na avaliação do médico para então desfrutar do auxílio-doença. Além do mais, o auxílio-doença pode ser comum ou acidentário. A seguir explicaremos a diferença entre os 2 tipos.

Meu auxílio é comum ou acidentário?

Na hora da análise médica, seu auxílio doença será capaz de ser apontado tanto comum como acidentário. O auxílio-doença comum abrange todos os contribuintes do INSS e no retorno do trabalho a empresa não será obrigada nem sequer a preservar a estabilidade do empregado nem sequer a depositar o FGTS no tempo no qual o ele ficou afastado.

O auxílio-doença acidentário, por outro lado, abrange os trabalhadores avulsos, segurados especiais e empregados. Nesse caso não há tempo de carência e o funcionário terá estabilidade no emprego, isto é, não poderá ser despedido dentro de um ano. Além do mais, a empresa continua depositando o FGTS nesse tempo de ausência.

Qual o valor do meu benefício?

O valor completo do seu amparo auxílio doença é composto pela renda mensal de 91% do seu salário-de-benefício.

O salário de benefício é uma aferição realizado com base nos seus maiores salários de contribuição relativos a oitenta por cento de todo tempo contributivo. Isto é: se a sua contribuição é de por volta de 180 meses, se pega as 144 contribuições mensais de maior valor e se faz uma média aritmética.

Isto é, caso você não consiga aferir o valor do seu benefício, compareça a uma agência do INSS e eles lhe darão todas as informações das quais você necessita para que isto de fato se efetive.

Confira: Doméstica Legal Calculadora, Salário, Direitos
Fique ligado aos seus direitos e saiba precisamente o que necessita realizar para conseguir o seu auxílio-doença!

Como vejo o meu extrato e o valor do benefício do auxílio doença?

O governo disponibiliza a consulta do extrato dos pagamentos do auxílio-doença na internet. É possível realizar a consulta do extrato de pagamentos do INSS pela internet.

A consulta é fácil, simples e cômoda. Você conseguirá visualizar em qualquer computador com conexão à internet e entender precisamente qual é a sua situação em correlação ao auxílio-doença.

O colaborador do INSS poderá acessar o portal Dataprev por meio de deste link: http://portal.dataprev.gov.br e poderá analisar seu extrato com alguns documentos em mãos. Você necessitará de seu nome completo, CPF, número do benefício e sua data de nascimento. Não é difícil acessar o site do Dataprev. Fique calmo em relação a isto.

Conseguiu compreender o que é o auxílio-doença, como apurar o valor do auxílio-doença, os tipos do auxílio doença e como analisar o extrato do seu auxílio doença?

Por isso não perca tempo e vá atrás dos seus direitos! Não se esqueça de que se você contribui com a Previdência Social, o que, a propósito, não é barato, possui direito a ganhar as suas vantagens e até aposentadoria caso preencha os requisitos estipulados pela lei.

Com as informações Empregador Web

Regras de Transição Aposentadoria

Regras de Transição Aposentadoria

Regras de Transição Aposentadoria – Veja quais são os procedimentos para entrar na aposentadoria pelo INSS e quais são as novas regras para alteração de aposentadoria, seja ela equivalente ao proporcional ou, por tempo de contribuição e por idade.

Regras de Transição Aposentadoria

A partir que se escuta anunciar sobre déficit da previdência, uma das opção apresentada pelo presidente é mexer na aposentadoria no qual ele trouxe sua alegação e esse também precisa ser votado tanto na Câmera e Senado, a aposentadoria então é realmente um direito adquirido de vários indivíduos, a grande ameaça e que seja uma coisa imediato e agressivo com os indivíduos que faltam pouco a atingir ao tão aguardado momento de aposentar-se e aproveitar do benefício do seu trabalho.

Regras de Transição Aposentadoria
Regras de Transição Aposentadoria (Foto: Reprodução)

Posto isto a alegação do presidente prevê regra de transição para um grupo especifico de indivíduos, isso por tanto tira a duvida de vários cidadãos, isto é promulgado para proteger-se grandes distorções de que os indivíduos que estejam a um ou 5 anos de se aposentar precisariam em torno de 10 ou 15 anos, por isso, o propósito das Regras de Transição da aposentadoria do INSS é apresentar a um procedimento gradativo da antiga previdência para a nova de forma gradativa, sem grandes impactos para a sociedade. [Habilitação Seguro Desemprego]

A quem se aplica as novas regras de transição de aposentadoria?

A norma de transição presentada será aplicada a mulheres de 45 anos e os homens a começar por 55 anos, posto isto os contribuintes nessa faixa etária para conseguir a Aposentadoria por tempo de contribuição dessa maneira que tenham atingido a exigência da previdência antiga, deveram pagar com 50% correspondente ao tempo que faltara com a nova promulgação da reestruturação.

Tendo como exemplo, se um homem de 54 anos que haja começado a partir de os 18 anos a trabalharem, porém teve uns anos que não teve anotação somando ele atingiu 27 anos de contribuição, por tanto na antiga previdência faltariam 8 anos para alcançar os 35 anos de contribuição, porém nesse caso no momento em que for aprovada a reestruturação, de acordo com a especificação de Transição devera pagar um pedágio de 50% do tempo faltante, posto isto a metade de 8 e 4, por tanto para este homem faltaram 12 anos de contribuição. Se faltava 8 anos na antiga previdência ele se aposentaria com 62 anos, porém com a nova ele se aposentara aos 66 anos, isto sendo a Aposentadoria por tempo de contribuição. [COMO SACAR O FGTS POR MOTIVO DE APOSENTADORIA:]

As Regras de Transição por idade segue da seguinte forma, lembrando que na antiga previdência as mulheres se aposentam as 60 anos e homens a partir dos 65 anos, tendo no mínimo 15 anos de contribuição, posto isto a especificação e a mesma tendo em conta o pedágio de 50 % do tempo de contribuição que falta, posto isto um homem que possui 62 anos e contribuiu por 12 anos assim sendo faltam 3 anos para conseguir se aposentar, a metade de 3 e 1,5 somando temos 4,5 anos, neste caso o homem que se aposentaria aos 65 anos na antiga previdência tendo os 15 anos de contribuição mínima, na nova previdência conseguirá se aposentar aos 66,5 anos, tendo que trabalhar mais 1,5 anos.

Tabela Regras de Transição Aposentadoria

Tabela Regras de Transição Aposentadoria
Tabela Regras de Transição Aposentadoria

Todos os cálculos são proporcionais ao tempo de contribuição referenciando a idade dos contribuintes, porém também não estipularam o nível máximo ate quantos anos faltantes será vigorada a especificação da transição, visto que proporcionalmente no momento em que mais anos falta maior será a diferença. Para entender maiores informações, você precisa acompanhar as novas regras da Reforma da Previdência Social.

Leia mais neste link

PREVMovel: Rede de atendimento da Previdência Social

PREVMovel: Rede de atendimento da Previdência Social

O PREVMovel oferece à comunidade atendida todos os serviços prestados em uma agência convencional

Se o seu município não tem uma agência da Previdência Social, os serviços do PREVMovel são capazes de ser a saída. Este prestigiado serviço foi desenvolvido para acabar de vez com as complicações dos habitantes de cidades pequenas no qual não há atendimento certo da Previdência Social. Conheça agora inclusive essa fundamental ferramenta colocada à uso do colaborador.

PREVMovel o que é e como funciona?

De acordo com o próprio site da Previdência Social, o PREVMovel concede atendimento a indivíduos que residem em cidades no qual não há agência característica. Isto acontece nos casos de cidades pequenas ou de árduo acesso. Para que você que está nessa situação não precise se distanciar até outras cidades, a Previdência cede os todos os serviços pelo PREVMovel.

Como funciona o PREVMovel?

A Previdência Social conta com centenas de veículos oficiais que percorrem o país para acolher os indivíduos que moram em pequenas cidades. Fique por dentro e saiba em que momento um veículo do PREVMovel passará pela sua região. Não perca a ocasião para informar-se sobre seus direitos previdenciários.

PREVMovel
PREVMovel (Foto: Divulgação)

Se você necessita pleitear uma vantagem como aposentadoria, auxílio doença ou qualquer outro benefício previdenciária, o PREVMovel funciona para te ajudar. Desta maneira você não deverá gastar dinheiro com transporte e hospedagem em outras cidades. Porém é necessário ficar ligado para não perder o agendamento do PREVMovel. Isto é, os dias no qual os veículos estarão atendendo em sua região.

Serviços PREVMovel

De acordo com informações do próprio Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS), os carros do PREVMovel estão habilitados para realizar todos os serviços que são oferecidos nas unidades fixas. Isto é, você pode solucionar qualquer transtorno por intermédio do PREVMovel. Pode ter seus direitos reconhecidos em até 30 minutos, abrir seu procedimento de aposentadoria e muito mais.

Além de todos os serviços convencionais, os agentes do PREVMovel fornecem aos habitantes das cidades no qual não há agência da previdência informações previdenciárias. Dessa maneira todos os habitantes são capazes de conhecer direitos que pode ser que eles nem sequer sabiam ter. Se você pretende receber atendimento pelo PREVMovel, saiba agora inclusive como agendar.

Agendamento PREVMovel

Do mesmo jeito que nas agências fixas do Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS), é possível agendar atendimento no PREVMovel. Porém na maior parte das vezes o atendimento é executado por ordem de chegada. Isto significa que você precisa informar-se com antecedência os dias no qual os serviços estarão sendo prestados em sua região.

Este serviço do INSS surge como maneira de auxiliar indivíduos que moram em cidades no qual o acesso a este órgão é carente. Se este é o seu caso, garanta já o seu atendimento pelo PREVMovel. Tenha seus direitos garantidos. Receba sua aposentadoria, seu auxílio doença e várias outras vantagens pagos por este instituto.

Garanta a sua aposentadoria pelo PREVMovel, já que este é um dos serviços mais procurados pelos indivíduos no momento em que encontram o automóvel da previdência. Além disso é grande o número de indivíduos que desejam informações sobre os seus direitos trabalhistas. Nos carros do PREVMovel há profissionais e equipamentos preparados para te acolher da melhor forma possível.

Acompanhe agora o PREVMovel na internet, por intermédio da página oficial do INSS na internet. Saiba em que momento este serviço será prestado em sua região e garanta os seus direitos garantidos em LEI.

Ficou alguma dúvida?

Em caso de dúvidas, ligue para a Central de Atendimento do INSS pelo telefone 135.

O serviço está disponível de segunda a sábado das 07:00 às 22:00 (horário de Brasília).

O atendimento da Previdência Social é simples, gratuito e dispensa intermediários.

 

Décimo Terceiro Salário INSS

Décimo Terceiro Salário INSS

Décimo Terceiro Salário INSS – Veja se você pode requisitar o Adiantamento de Décimo Terceiro Salário originário do INSS veja como pedir. Adiantamento de décimo terceiro para aposentados e pensionistas do INSS.

A eventualidade de Adiantamento de Décimo Terceiro Salário INSS não é uma novidade para todos. Esta alternativa existe há mais de dez anos, e anualmente os aposentados e pensionistas da Previdência Social sabem que são capazes de adiantar o seu beneficio antes de chegar o final do ano. Entretanto, também não é possível antever se o salário INSS para o décimo terceiro possa ser adiantado esse ano. [EXTRATO DE PAGAMENTO DO INSS: COMO CONSULTAR E ACESSAR O PORTAL]

Décimo Terceiro Salário INSS, como adiantar?

Isto se deve à crise política que o Brasil está sofrendo, com as mudanças em programas e cada dia novas noticias oriundas do setor político do país, torna-se complicado a todos adivinhar se será possível realizar a Adiantamento do Décimo Terceiro a partir do INSS, já que nos últimos anos esta antecipação costumou atrapalhar para quantidade ser liberada.

Décimo Terceiro Salário INSS
Décimo Terceiro Salário INSS (Foto: Divulgação)

Frequentemente, todos os anos o governo libera o adiantamento em duas parcelas, que geralmente começam em agosto e terminam em setembro. Vários aposentados e pensionistas costumam pedir o salário INSS com adiantamento para não correr a ameaça de ocorrer alguma coisa no final do ano que os impeça de receber o décimo terceiro, com isto, todos os anos no momento em que o mesmo é liberado, frequentemente é muito solicitado.

O que é Antecipação do 13º Salário

​É a chance de contar com o dinheiro extra do seu 13º. Use o valor para quitar dívidas, comprar o que precisa ou, quem sabe, fazer aquela viagem. Para solicitar, é preciso ter o crédito do salário na Caixa​ ou ser aposentado ou pensionista permanente do INSS. Confira todas as condições na sua Agência e antecipe o seu 13º salário.

Caso você não esteja por dentro também deste assunto, confira a seguir quem pode pedir o adiantamento da primeira cota do décimo terceiro salário e como realizar para conseguir acolher de maneira antecipada.

Quem pode realizar o adiantamento do décimo terceiro salário?

Como estamos falando de salário INSS, apenas os aposentados e pensionistas, ou qualquer indivíduo que receba a renda provinda do INSS por um auxilio pode estar recebendo o decimo terceiro. Por tanto, o adiantamento do mesmo do mesmo modo pode ser feito apenas por estes indivíduos que estão aposentadas ou recebem um benefício do órgão ao qual está sendo aludido neste capitulo.

Para que o indivíduo receba o adiantamento do decimo terceiro, é preciso que o governo autorize esta atividade. Isto costuma ocorrer próximo aos dias no qual o adiantamento pode ser retirada, frequentemente nos meses de agosto e setembro. Este adiantamento apenas pode ser feito depois da liberação oficial do governo.

Valor Décimo Terceiro INSS

Depois de estar liberado o saque, usualmente o decimo terceiro é acertado em duas parcelas, divididas uma em cada mês consecutivo. Os valores variam entre 500 a 25 mil reais, e os mesmos são pagos a todos aqueles que tem direito ao salário na Previdência Social. Caso esse ano a mesma for logo aprovada, você aposentado ou pensionista conseguirá realizar a requisição juntamente à um órgão da Caixa Econômica Federal, levando sua documentação. [Previdência Social: O que é? Como Funciona? Quem tem direito?]

Pagamento 13º INSS

Os pagamentos frequentemente costumam ser disponibilizados na conta bancária da Caixa Econômica Federal de cada indivíduo que é aposentada, do mesmo jeito que seu salário INSS além disso é disponibilizado nessa conta. Lembrando que o adiantamento não é alguma coisa exigido, porém com a situação delicada da economia do país, os indivíduos especialmente as idosas preferem garantir o mesmo o mais rapidamente possível.

INSS do Empregado Doméstico: Tire Suas Dúvidas; É Importante Ficar Atento

INSS do Empregado Doméstico

Recentemente as empregadas domesticas mudaram toda a sua referência na história trabalhistas, a luta foi durante anos para que a profissão fosse reconhecida e elas pudessem gozar de todos os direitos trabalhistas.

INSS do Empregado Doméstico como funciona?

Agora tendo todos os seus direitos segurados por lei, a empregada doméstica é uma profissão importante como qualquer outra que conta com todos os direitos trabalhistas, incluindo férias, decimo terceiro salário, FGTS, adicional noturno, horas extras, e seguro desemprego em caso de demissão sem justa causa.

Hoje além de todos esses benefícios garantidos o empregador deve fazer recolhimento do INSS da empregada doméstica, para assegurar a mesma em caso de acidente de trabalho, aposentadoria ou afastamento das suas atividades funcionais.

Entenda um pouco mais sobre o INSS do empregado doméstico…

INSS do Empregado Doméstico
INSS do Empregado Doméstico

É importante ficar atento (a) aos informações a seguir:

O empregador que tem empregado doméstico em casa com registro em carteira de trabalho, que é obrigado a declarar anualmente o imposto de renda, tem direito a deduzir em sua declaração do IR, os valores referente ao INSS.

O DIRF é uma declaração feita pelo o empregador, com o intuito de informar à Receita Federal todos os rendimentos pagos ao empregados e os valores referente as contribuições.

Essa declaração precisa ser preenchida e entregue a empregada doméstica caso a mesma tenha sido descontada no ano anterior, dentre esses documentos deve entregar também os recebidos de pagamentos mensais, férias, rescisão e decimo terceiro salário.

INSS do Empregado Doméstico: Como funciona as deduções?

Entenda o passo a passo:

Primeiro passo é baixa o programa ‘’ Dirf ‘’ no próprio site da receita federal www.idg.receita.fazenda.gov.br;
Em seguida baixe no próprio site da Receita o programa Receitanet;

Após baixar o programa DIRF, ao acessa-lo clique na opção ‘’ Nova declaração’’;

Informe o seu CPF (Empregador Pessoa física), o ano do recolhimento e nome em completa, em seguida clique em OK;
Vai aparecer um pequeno questionários, responda de acordo com o seu perfil e clique em ok;

Faça a conferencia do número do seu CPF e clique em OK;

Informe todos os dados pessoais da pessoa que estar fazendo a declaração;

Informe o CPF, nome completo e o código da receita do seu empregado;

Informe todos os valores de rendimento mês a mês;

O sistema é auto explicativo basta seguir todas as orientações.

Como funciona as deduções para a empregador domestico

As deduções do imposto de renda da empregada doméstica devem ser deduzidas conforme regras estabelecidas pela a Receia Federal, o limite de abatimento da contribuição patronal da previdência faz incidência sob a remuneração do empregado doméstico no imposto de renda.

Para que o empregador possa optar pela a dedução referente a contribuição do INSS é importante que os pagamentos mensais do DAE estejam em dia, além disso a dedução é limitado a um CPF por empregador.

 

O empregado doméstico recentemente conquistou diversos direitos trabalhista, a profissão hoje tem reconhecimento no mercado de trabalho, onde o trabalhador consegue gozar de todos os seus benefícios trabalhistas, sendo eles férias, decimo terceiro salário, FGTS, salario maternidade, horas extras, adicional noturno, INSS e até mesmo o seguro desemprego caso a mesma venha ser demitido (a) sem justa causa, além disso a empregada doméstica hoje conta com a contribuição previdenciária por parte do empregador, que assegura a mesma em caso de invalidez, acidente de trabalho, doença ocupacional ou qualquer outro tipo de problema que tenha que afastar o trabalhador de suas atividades funcionais.

Sendo assim, hoje com parte bem diferente da história anterior, o trabalhador doméstico conseguiu conquistar o seu espaço no mercado de trabalho, obtendo hoje todos os seus direitos trabalhistas como qualquer outra profissão.

Pois antigamente, o trabalhador doméstico não tinha nenhuma seguridade perante a lei em relação ao seu trabalho, pois muitas vezes em caso de doença ou acidente de trabalho o trabalhador era dispensado sem qualquer assistência trabalhista por parte da previdência social e do empregador.

Onde o mesmo precisava correr atrás dos seus direitos na justiça do trabalho, que muitas vezes demorava, onde o trabalhador permanecia um tempo muito grande sem assistência financeira a previdenciária por conta do processo burocrático da Lei, hoje qualquer descumprimento perante aos direitos do trabalho é passível a processo, multa e prisão por descumprimento das leis trabalhistas.

INSS Dataprev: Extrato de Pagamento, Auxilio doença e Atendimento ao contribuinte

INSS Dataprev

Dataprev significa empresa de tecnologia e informação da previdência social, teve sua origem na década de 70 com os grande bancos de dados, logo de início como o principal cliente o DATAPREV conquistou o INSS, conhecido como o Instituto Nacional do Seguro Social, o DATAPREV oferece até hoje ao INSS o serviço mais amplo de desenvolvimento sofisticado de sistema quando o assunto é armazenar, processar e atualizar todas as informações em tempo real dos contribuintes brasileiros de todo o mundo.

INSS Dataprev: Conheça os benefícios

O DATAPREV hoje tem convênio com mais de 81 instituições financeiras em todo o BRASIL, sendo elas grandes empresas tais como Banco do Brasil, Citibank, Banco Amazonas, Caixa Econômica Federal, Banco Santander e Itaú, onde proporciona aos aposentados e pensionista a aquisição de empréstimos consignados.

O DATAPREV para garantir o bom funcionamento e manter o seus clientes com atendimento satisfatório, conta com mais 3.400 colaboradores parceiros em 3 grandes centros de processo, dividido entre São Paulo, Distrito Federal e Rio de Janeiro, em diversas outras unidades de desenvolvimento de Software localizadas no centro da paraíba, ceara, santa Catarina, rio grande do norte e todas as capitais do Brasil.

INSS Dataprev
INSS Dataprev

Extrato de Pagamento do Dataprev

Os aposentados e pensionistas que precisarem dos seus extratos não precisaram comparecer a agencia do INSS para realizar a solicitação, através do site oficial do Dataprev é possível emitir o extrato de pagamento gratuitamente.

Para isso basta acessar o site oficial www8.dataprev.gov.br, no portal oficial o contribuinte terá que informar o número do benefício, a data de nascimento, CPF e nome completo do beneficiário. A consulta é bem simples, basta apenas informar os dados solicitados corretamente.

Auxilio doença DATAPREV

O auxílio doença é concedido a todo o trabalhador que precisa por alguma razão ser afastar das suas atividades funcionais, sendo assim, o contribuinte passar por uma perícia medica onde é constatado a incapacidade temporária ou não de voltar ao trabalho.

Sendo assim, é necessário que o trabalhador escolha a agencia de atendimento do DATAPREV onde que fazer a perícia medica, o agendamento deve ser realizado pela a internet no próprio portal do dataprev www.dataprev.gov.br, ou ser preferir, pode ligar para central de atendimento 135.

Atendimento ao contribuinte – Dataprev

O contribuinte que deseja qualquer outro tipo de atendimento não sendo pericia medica, pode comparecer a qualquer unidade de atendimento ao dataprev da sua cidade para realizar o seu atendimento ou tirar dúvidas, aos serviços de atendimento agendado, o contribuinte pode acessar www.portal.dataprev.gov.br e procurar a opção de atendimento desejada.

DATAPREV na aposentadoria…

O portal do DATAPREV tem um papel importante na vida do aposentado, seja por idade ou por tempo de serviço, o DATAPREV hoje é uma das empresas mais importantes pois oferece ao INSS em tempo real o acesso ao banco de dados de diversos cidadão brasileiros segurados pelo o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Aos aposentados e pensionistas a carta de pré aposentadoria é enviada ao contribuinte pelo o dataprev através dos correios, um mês antes do aniversário do mesmo.

A carta é encaminhada ao beneficiário após a análise realizada no CNIS – Cadastro Nacional de Informações Sociais, além de manter o beneficiário ciente ao seu direito de aposentadoria, a cartão também informa a relação de documentos necessários que o contribuinte deve apresentar na agencia do INSS, mais o valor de recebimento do benefício.

São muitos brasileiros beneficiados através do DATAPREV, onde o mesmo controla tanto os pedidos de aposentadoria quanto os de auxilio doença. Todos eles podem ser requeridos online para a comodidade do beneficiário através do portal do dataprev www.dataprev.gov.br.

Dataprev NIT

Um dos serviços oferecidos pelo o site do DATAPREV é a inscrição do NIT, para aquelas pessoas que não possuem nem o PIS/PASEP, você pode realizar a sua inscrição de maneira bem simples e fácil para isso basta entrar no site do dataprev www.dataprev.gov.br.

Para isso é necessário que você tenha em mãos o número da sua carteira de trabalho, certidão de casamento ou nascimento e RG, preencha o formulários disponibilizado no portal do DATAPREV, após o preenchimento correto será possível emitir online a numeração do seu NIT.

O dataprev é a empresa que possuem todo o seu histórico no banco de dados é através da mesma que o INSS obtém suas informações trabalhistas e consegue saber ser você possuem direito ou não da aposentadoria pode tempo de serviço.

Consulta Habilitação do Seguro Desemprego Que Você Precisa Saber

Consulta habilitação do seguro desemprego

Consulta Habilitação do Seguro Desemprego | O seguro desemprego é um benefício garantido pelo o Governo Federal a todos os trabalhadores formais dispensado de suas atividades funcionais sem justa causa, empregados domésticos, pescadores em época de defeso, trabalhadores resgatados também recebem o seguro desemprego de acordo com as regras estabelecidas no programa.

Consulta Habilitação do Seguro Desemprego

O seguro desemprego é um dos direitos concedidos ao trabalhador, segurado pelo o Governo Federal, o benefício é um auxílio financeiro temporário ao trabalhador dispensado das suas atividades funcionais sem justa causa, onde o mesmo recebe o valor com intuito de ajudar nas despesas temporariamente, até que o trabalhador consiga novamente ser recolocar no mercado de trabalho.

Habilitação do Seguro Desemprego, conheça os documentos necessários:

  • Documento original de identificação com foto, tais como RG ou CPTS;
  • Carteira de motorista;
  • Passaporte;
  • Reservista

Para cada tipo de classe trabalhista existe uma documentação especifica a ser levada na hora, confira no quadro a seguir:

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA HABILITAR O SEGURO DESEMPREGO

Trabalhador Formal

Empregado Doméstico

Pescador Artesanal

Trabalhador Resgatado

Requerimento do seguro desemprego

Comprovante da inscrição de contribuindo da Previdência, ou cartão do PIS

Formulário de requerimento do Ministério do Trabalho, preenchido e em duas vias

Carteira de trabalho e Previdência Social, anotada por um auditor fiscal do Ministério do Trabalho

Cartão do PIS/PASEP, extrato do cartão cidadão

Rescisão de contrato de trabalho comprovando a demissão sem justa causa

Comprovantes de inscrição no PIS e no Cadastro de Pessoa Física (CPF)

Rescisão do contrato de trabalho

Carteira de trabalho e Previdência Social

Comprovante de pagamento das contribuições e FGTS

Carteira de registro como pescador profissional (RGP) que deve ser emitida pela Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca da Presidência da República com no mínimo 12 de validade

Documento emitido pelo Ministério do Trabalho que comprove que a situação de ter sido resgatado do trabalho forçado

Termo de rescisão do contrato de trabalho quitado

Declaração pessoal de que não possui outra fonte de renda diferente da atividade pesqueira

Comprovante de inscrição de contribuinte individual ou cartão do PIS

Os três últimos contracheques dos três últimos meses de salário antes da demissão

Cópia de no mínimo dois comprovantes de venda de pescado, ou comprovante de pagamento do INSS, pelo menos de duas

Documento que comprove os depósitos do FGTS ou levantamento dos depósitos. Também serve um documento judicial (certidão de comissões de conciliação previa)

Comprovante do número de inscrição do trabalhador

Comprovante de residência

Se o pescador opera com embarcação, ele deve apresentar uma cópia do Certificado de Registro da Embarcação

Comprovante de escolaridade

Entenda como funciona as parcelas do seguro desemprego…

  • O benefício é concedido ao trabalhador no máximo 5 parcelas, que podem ser dadas ao trabalhador de duas formas, sendo elas alternadas ou continuas.
  • 03 – Parcelas
  • 04 – Parcelas
  • 05 – Parcelas
Consulta habilitação do seguro desemprego
Consulta habilitação do seguro desemprego

Para explicar melhor, entenda como é realizado a distribuição de parcelas a seguir:

  • O trabalhador recebe 04 parcelas ser ele tiver trabalhado de 18 a 23 meses nos últimos 36 meses anteriores ao desligamento, valido para primeira solicitação do seguro desemprego.
  • Segunda solicitação do seguro desemprego o trabalhador recebe 04 parcelas ser ele tiver trabalhado de 12 a 23 meses, e 5 parcelas ser tiver trabalhado no mínimo 24 meses.
  • Terceira solicitação do seguro desemprego ser o trabalhador tiver trabalhador de 6 a 11 meses, o mesmo tem direito a 3 parcelas, ser trabalhou de 12 a 23 meses são 4 parcelas e ser o mesmo tiver trabalhado 24 meses ou mais tem direito a receber 5 parcelas de seguro desemprego.

O período aquisitivo vai estabelecer o tempo limite para que o trabalhador receba o benefício, sendo assim, logo após a demissão o trabalhador deve dar entrada no seguro desemprego, para que receba seu benefício dentro dos meses corretos.

Lembrando que o trabalhador formal tem de 7 a 120 dias para dar entrada no seguro, já o trabalhador doméstico tem de 7 a 90 dias para solicitar o seguro desemprego, então o quanto antes solicitar a entrada do seu benefício melhor, pois você só receber a primeira parcela 30 dias após a data de solicitação do mesmo, sendo assim e tempo o suficiente para que o trabalhador ser mantenha financeiramente com os fundos rescisórios até que a primeira parcela do seu seguro desemprego seja liberada.

INSS: O QUE É A PREVIDÊNCIA SOCIAL? COMO PAGAR A PREVIDÊNCIA SOCIAL PARA SE APOSENTAR?

INSS - Instituto Nacional do Seguro Social

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) trata-se do caixa da Previdência Social responsável por fazer pagamentos de aposentadorias e outros benefícios dos trabalhadores brasileiros com exceção dos servidores públicos.

Além da aposentadoria por tempo de contribuição, a Previdência Social garante a aposentadoria por idade ou invalidez, por pensão por morte, por auxílios doença, doença por acidente de trabalho, salário-maternidade e família, reabilitação profissional e décimo terceiro salário.

Uma de suas maiores vantagens ao contribuir para o INSS é garantir o recebimento mensal durante a aposentadoria. Uma outra vantagem para o trabalhador que contribuir com a Previdência é o direito de receber auxílio-doença em caso de afastamento do serviço por motivos de saúde. A contribuição é tanto por parte do empregado quanto por parte do empregador.

INSS: Conheça a nova tabela do INSS 2017 feita pela a Previdência Social

O QUE É A PREVIDÊNCIA SOCIAL?

A Previdência Social é um seguro que garante uma aposentadoria para aqueles que contribuem. Esta aposentadoria só é acessada quando eles param de trabalhar, e também garante outros benefícios para casos específicos como os que foram citados na introdução do artigo.

Para ter direito a este benefício, o trabalhador precisa pagar uma pequena contribuição mensal durante determinado período ao INSS. O tempo de contribuição pode variar conforme o tipo de aposentadoria. O INSS administra o recebimento dessas mensalidades e paga benefícios para as pessoas aposentadas que contribuíram para o INSS e que se aposentaram.

Esse benefício substitui a renda do trabalhador que contribuiu, e ele recebe assim que para de exercer sua função, seja por doença, por idade avançada ou por condições de trabalhos prejudiciais à saúde.

INSS – Instituto Nacional do Seguro Social

COMO PAGAR A PREVIDÊNCIA SOCIAL PARA SE APOSENTAR?

As empresas são responsáveis por descontar a contribuição dos funcionários contratados. No caso dos profissionais autônomos, eles também podem receber aposentadoria, desde que façam o pagamento do INSS utilizando um carnê.

Os carnês ou Guia da Previdência Social, podem ser impressos no site da Previdência ou comprado em papelarias e livrarias, a fim de começar a pagar o INSS. O pagamento das mensalidades pode ser feito em qualquer agência bancária ou em caixa lotérica
Os pagamentos das contribuições ao INSS poderão ser feitos através dos bancos credenciados. Para mais informações acerca disso, você deve ligar para o telefone 135, dentre os dias de segunda a sábados, na faixa horária de 7 as 22 horas.

Para trabalhadores com registro em carteira de trabalho, cabe as empresas fazer pagamentos de prestações do INSS, outros contribuintes que trabalham autonomamente ou são empregados domésticos podem fazer sua inscrição pelo mesmo número citado acima, nos mesmo dia e faixa de horário.

Os postos do INSS operam de segunda a sexta, mas os horários para atendimento podem variar conforme a cidade. Muitos deles costumam abrir das 7h até as 17h, já outros das 8 até as 18h. Para localizar o endereço e em qual horário funciona, você deve acessar o site da Previdência.

COMO SABER SE O MEU PATRÃO ESTÁ PAGANDO CORRETAMENTE A PREVIDÊNCIA?

Para verificar se o patrão está pagando a Previdência Social em dia, você pode consultar Extratos de Vínculos e Contribuições no Site da Previdência. Basta informar o seu número de NIS, PIS, PASEP e a senha, que por questões de segurança só pode ser retirada em uma Agência da Previdência Social. O atendimento para obter essa senha deve ser agendado pelo site ou pela Central de Atendimento 135.

Os segurados que possuem conta no Banco do Brasil poderão verificar o Extrato de Vínculos e Contribuições em caixas eletrônicos e no portal bb.com.br. Por outro lado, os clientes da Caixa Econômica Federal poderão acessar o extrato por meio do Internet Banking ou uma agência do INSS com o RG, CPF e número do PIS.