Caixa Econômica Federal – PIS: Programa Integração Social | Caixa

Caixa Econômica Federal - PIS

Caixa Econômica Federal – PIS

Um dos benefícios mais esperado pelo o cidadão brasileiro é o PIS, programa responsável pela a Integralização Social, em momentos de crise a qual o Brasil enfrenta com o aumento constante das coisas, o PIS é um dinheiro a mais que ajuda ao trabalhador brasileiro há dribla um pouco essa necessidade que o Brasil hoje enfrente economicamente.

Ainda mais para o cidadão trabalhador assalariado que conta com essa grana extra para pode quitar grande parte das dividas, realizar aquela reforma ou até mesmo realizar aquele passeio com a família, que muitas vezes é cancelado por conta do apertado orçamento familiar.

O PIS é um beneficio concedido somente ao cidadão que trabalha em empresa privada e se enquadra dentro dos requisitos mínimos do programa, o beneficio é pago aos beneficiários de acordo com uma rigorosa tabela de pagamento que sofre reajustes anualmente.

Caixa Econômica Federal - PIS
Caixa Econômica Federal – PIS

Quem tem direito ao programa PIS – CAIXA?

  • Trabalhadores privados que tem mais de 5 anos registrados em carteira de trabalho, sendo também esses 5 anos cadastrados no programa;

  • O trabalhador deve receber mensalmente até dois salários mínimos vigentes;

  • O mesmo precisa estar com os dados em dias no RAIS – Relação Anual de Informações Socioeconômicas, esses dados são fornecidos pela a empresa e devem estar atualizados;

  • Ter trabalhado pelo menos 30 dias no ano anterior ao vigente de carteira assinada.

Calendário de pagamento do PIS 2017

O calendário de pagamento é atualizado anualmente é o cidadão brasileiro deve estar atento aos prazos de saque do beneficio, pois o mesmo não é acumulativo, sendo assim ser por algum motivo você deixou de sacar o PIS, automaticamente o beneficiário perde o direito ao saque do PIS.

Confira o calendário de pagamento:

Com a atual crise econômica que o Brasil vem enfrentando, programas sociais tais como o próprio PIS teve um atraso nos pagamentos, sendo assim o maior prejudicado foram os trabalhadores, pois tiveram que aguardar um pouco mais para receber o benefício, os pagamentos do PIS começaram em julho de 2016 e devem ser entender até março de 2017, sendo assim o pagamento do próximo ano também sucedera no mesmo atrasado. Dessa maneira o PIS de 2017 só terminara de ser pago em 2018, isso é claro seguindo a ordem de pagamento estipulada pela a tabela.

Sendo assim os beneficiários que nasceram em julho receberão o beneficio dentro do mesmo ano e os que nasceram em junho só receberão o beneficio em junho de 2018.

Como realizar o saque do PIS?

O PIS é um beneficio concedido pelo o Governo Federal que em parceria com a Caixa Econômica Federal, banco responsável em administrar e repassar a verba dos benefícios sociais aos contemplados.

Sendo assim, o dinheiro do PIS só pode ser sacado nas agencias da Caixa Econômica Federal, em redes credenciadas conveniadas a Caixa ou em qualquer casa lotérica.

Vale lembrar, que ser o beneficio não for sacado no prazo, o beneficiário perde o direito a receber o PIS, pois o beneficio não é acumulativo, sendo assim, caso no próximo ano o beneficiário seja legível a receber o benefício, o mesmo só poderá um saque, referente somente a um PIS.

Atente-se ao prazo de pagamento de saque do seu benefício, vale lembrar que se você não sacar o seu PIS na Caixa Econômica Federal, perderá totalmente o direito do saque, pois o PIS é um benefício não acumulativo, ou seja, caso você não retire o dinheiro o mesmo retorna ao FAT – Fundo de Amparo ao Trabalho, onde é investido no pagamento do seguro desemprego dos contribuintes que estão ativos no programas, pois obtiveram dispensa das suas atividades funcionais sem justa causa.

PIS: Descubra Quem Tem Direito e Como Fazer Para Receber O Dinheiro

PIS

PIS – Programa de Integração Social (PIS), o empregado da iniciativa privada tem acesso aos benefícios determinados por lei

Com certeza você já ouviu falar sobre o PIS, pode ser até que tem contribuído durante muitos anos, porém não sabe muito bem como funciona esse programa e nem como recuperar o valor que contribuíram.

Se você não entende muito bem esse programa, ou quer aprender mais sobre ele não deixe de ler esse artigo até o fim. Esperamos sanar suas dúvidas sobre o PIS e te ajudar a entender melhor esse programa social tão importante para o trabalhador.

PIS significa Programa de Integração Social, que é um programa público de contribuição do trabalhador, que tem como garantia básica assegurar aos trabalhadores que contribuíram com o mesmo, benefícios como o seguro desemprego, abonos e participações nas empresas.

O PIS foi instituído pela Lei Complementar nº 7/1970, que visava garantir direitos básicos ao trabalhador. Hoje ele hoje é administrado pelo Ministério da Fazenda e é pago ao trabalhador pela Caixa Econômico.

Para que você possa sacar as quotas do PIS a Caixa Econômica coloca algumas situações em que o mesmo pode ser retirado, segundo a Lei, aqueles que tiveram contribuição de 1971 até 04/10/1988 podem sacar o valor de contribuição corrigido e calculado pelo banco se encaixar sua situação aos seguintes motivos abaixo:

  • Aposentadoria;
  • Idade igual ou superior a 70 anos;
  • Invalidez (do participante ou dependente);
  • Transferência para reserva remunerada ou reforma (no caso de militar);
  • Idoso e/ou portador de deficiência alcançado pelo Benefício da Prestação Continuada;
  • Neoplasia Maligna – Câncer – (participante ou dependente);
  • SIDA/AIDS (do participante ou dependente);
  • Doenças listadas na Portaria Interministerial MPAS/MS 2.998/2001 (participante ou dependente);
  • Morte do participante (situação em que o saldo da conta será pago aos dependentes ou sucessores do titular)

PIS – Programa Integração Social: O trabalhador tem direito ao PIS?

Os trabalhadores que se encaixarem em algumas dessas características poderão sacar seu valor em qualquer momento, sem necessariamente ter que esperar a data do calendário do PIS.

Outra situação para o saque dos rendimentos do PIS é para aqueles trabalhadores que foram cadastrados no programa até 04/10/1988, e que ainda não sacaram seus rendimentos.

Para esses trabalhadores a Lei garante que os rendimentos sejam sacados no mês de vencimento no calendário (vide abaixo), se estiver no seu mês de receber, você poderá sacar o valor, segundo as informações da Caixa Econômica, por meio de crédito em conta, quando o trabalhador possui conta individual na Caixa, com saldo positivo e movimentação nos últimos meses e também nos caixas eletrônicos da Caixa, Correspondente Caixa Aqui e Loterias, utilizando o Cartão do Cidadão.

Para saques em uma agência da Caixa os documentos necessários para identificação são:

  • Carteira de Identidade
  • Carteira de Habilitação (modelo novo) observado o prazo de validade, se houver
  • Carteira Funcional reconhecida por Decreto
  • Identidade Militar
  • Carteira de Identidade de Estrangeiros
  • Passaporte emitido no Brasil ou no exterior
  • Carteira de Trabalho

Para o saque dos rendimentos do PIS é necessário que o trabalhador se atente ao calendário disponibilizado pela Caixa Econômica para poder saber a data correta de saque dos seus rendimentos.

Para que você possa entender o calendário, iremos trazer uma explicação simples a respeito dele. Na primeira coluna traz o mês de nascimento do trabalhador, ou seja, em alguns meses – 2º semestre do ano – o saque é feito no mês do aniversário do contribuinte. Em outros meses – 1º semestre do ano – o saque é feito apenas nos três primeiros meses como está na tabela.

PIS - Tabela
PIS – Tabela

É essencial que o trabalhador consulte o dia de saque de seus rendimentos e não deixe passar a data, pois se isso ocorrer apenas no ano seguinte o saque poderá ser feito.

Se ainda persistirem dúvidas vá até uma agência da Caixa Econômica e consulte algum funcionário que poderá dar mais informações a respeito do PIS.

O que é o PIS

Muito mais que um número. Com o Programa de Integração Social (PIS), o empregado da iniciativa privada tem acesso aos benefícios determinados por lei e ainda colabora para o desenvolvimento das empresas do setor.

PIS

Por meio da Lei Complementar n° 7/1970, foi criado o Programa de Integração Social (PIS). O programa buscava a integração do empregado do setor privado com o desenvolvimento da empresa. O pagamento do PIS é de responsabilidade da Caixa.

PASEP

Paralelamente à criação do PIS, a Lei Complementar n° 8/1970 instituiu o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP), com o qual União, Estados, Municípios, Distrito Federal e territórios contribuiam com o fundo destinado aos empregados do setor público. O pagamento do PASEP é feito pelo Banco do Brasil.

Como funciona

Até 04/10/1988 os empregadores fizeram contribuições recebidas pelo Fundo de Participação PIS/PASEP, que então distribuía valores aos empregados na forma de quotas proporcionais ao salário e tempo de serviço.

Esperamos ter ajudado com esse tema. Te esperamos no próximo artigo.

Tire outras dúvidas em Programa de Integração Social (PIS)