Empregador Web: Perguntas, Respostas Dúvidas e Sugestões!

Muitos trabalhadores não fazem ideia das inúmeras ferramentas que possuem para que possam obter informações a respeito de seus direitos e consultar quais estão sendo pagos e quais o trabalhador já possui acesso.

O que é e como funciona o Empregador Web?

Muitas dessas ferramentas estão disponíveis de forma gratuita e acessível para todos os trabalhadores que desejem acessar por conta própria. Porém muitos dos trabalhadores não sabem como fazer esse acesso ou nem ao menos sabem que o mesmo é possível.

Por isso estamos aqui, para ajudar aos trabalhadores como consultar e descobrir quais são seus direitos e como solicitá-los por meios mais simples e precisos.

O Empregador Web é um exemplo dessa praticidade. Um site criado pelo Ministério do Trabalho e Emprego para que o trabalhador tenha acesso às informações que ele necessita para que saiba como está sua situação em relação aos direitos conquistados e assegurados pelas Leis Trabalhistas.

O Empregador Web é um site onde o trabalhador consegue fazer diversas consultas e tirar dúvidas a respeito dos seus direitos como, por exemplo, ao seguro desemprego, feita pela própria plataforma do site um requerimento onde é feita a solicitação que substitui o requerimento manual.

Além dessas funções de consulta, o site conta com grande acervo de informações relacionadas as dúvidas sobre leis trabalhistas, como também plataforma de dúvidas. No próprio site traz também informações importantes sobre outros sistemas de consulta e utilização das empresas como o E-Social. E também informações necessárias para os trabalhadores que desejam sacar os benefícios do PIS (também já falamos aqui no blog – link).

Para os trabalhadores poderem ter acesso ao requerimento do seguro desemprego pelo site é necessário que haja um gestor – responsável pela empresa – cadastrado no site Empregador Web, para que assim ele possa enviar as informações relacionadas ao trabalhador para o sistema, e assim o mesmo possa ter acesso a essas informações com muita praticidade e segurança.

Para fazer o cadastro do gestor é necessário entrar em outra plataforma vinculada ao Empregador Web, que é o sistema do Ministério do Trabalho e Emprego, clicando nesse link o gestor poderá acessar uma página onde serão solicitadas algumas informações sobre a empresa.

Ao acessar o link acima será apresentado a seguinte página:

Nessa página é possível preencher as informações sobre a empresa, o gestor e os funcionários, dessa forma o gestor será cadastrado e os trabalhadores que vierem a fazer a solicitação do seguro desemprego podem fazer o requerimento pelo próprio site do Empregador Web, tudo online e sem burocracia ou complicação.

No próprio site do Empregador Web há um manual do usuário, onde é possível encontrar as perguntas e respostas mais comuns feitas aos advogados ou profissionais que trabalham com Leis Trabalhistas. O manual pode ser baixado no seguinte link, esse é um arquivo em PDF com 90 páginas que traz um apanhado de perguntas e respostas.

Se, mesmo lendo ao manual o trabalhador ainda tiver qualquer dúvida relacionada às Leis Trabalhistas ou até mesmo sobre sua situação atual, pode perguntar no próprio site mesmo que há profissionais treinados para responder às perguntas de trabalhadores em diversas situações diferentes.

Um único detalhe que vale a pena ressaltar é que para que a empresa tenha acesso à plataforma é necessário um certificado digital, emitido pelo próprio site ou utilizar algum que a empresa já possua. Para o trabalhador o site exige que o acesso seja feito em um computador que tenha o sistema Java na versão 1.6 ou superior.

Esperamos ter ajudado você a entender melhor sobre esse recurso que é seu direito como trabalhador ter acesso e usufruir desses benefícios tão simples, mas também, preciosos para receber informações.

5 Etapas para Gestão Financeira para PME

Gestão Financeira

A gestão financeira eficaz é crucial para o sucesso de qualquer PME. Por meio dela, você consegue estabelecer procedimentos e controles que ajudam a melhorar os resultados da empresa e aumentar os seus lucros.

Para tanto, você precisa recorrer a procedimentos e controles internos específicos que o ajudam a conhecer a saúde financeira do negócio e a vislumbrar possíveis melhorias para o mesmo.

Como uma forma de ajudá-lo com isso, elaboramos este artigo com as 5 principais etapas para o gerenciamento financeiro eficaz da sua empresa. Continue lendo:

1 – Faça o cálculo correto do preço de venda

A primeira etapa para uma gestão financeira de eficiente é adotar um sistema de custos de qualidade. Com ele, você pode realizar realização de um cálculo correto do preço de venda dos seus produtos/serviços.

O ideal é que o cálculo adotado pela sua empresa leve em consideração todos os custos do negócio, incluindo os valores praticados pelos concorrentes. Atualmente, as estratégias de precificação mais comuns usadas nas PME são:

  • Inserir o produto/serviço no mercado com o valor máximo possível e depois reduzi-lo gradativamente;
  • Inserir o produto/serviço no mercado com o valor abaixo do praticado pelos concorrentes e depois aumentá-lo gradativamente.

2 – Elabore um Fluxo de Caixa

A criação, planejamento e controle do Fluxo de Caixa é algo essencial para que você possa fazer um bom gerenciamento financeiro do seu negócio.

No entanto, essa prática vai além do acompanhamento diário da entrada e saída de dinheiro ou da atualização de planilhas.

Na verdade, o principal objetivo dessa etapa é fazer com que você esteja sempre em dia com a situação financeira da sua empresa. Com isso, é possível fazer o planejamento futuro do negócio e evitar a perda da lucratividade do seu negócio.

3 – Defina o planejamento financeiro orçamentário

A seguinte etapa para da gestão financeira para PME é a definição, acompanhamento e revisão constante do planejamento financeiro orçamentário da sua empresa.

Esse tipo de planejamento é a base para quase todas as práticas do seu negócio. Segundo especialistas, a ausência desse recurso faz com que você não consiga tomar decisões assertivas e estratégicas no seu negócio.

Como resultado disso, você não será capaz de analisar e aplicar investimentos no momento certo. Isso faz com que você fique sempre atrás da concorrência e coloque o seu negócio em risco.

4 – Acompanhe a evolução da empresa

Fazer o acompanhamento da evolução da empresa e traçar estratégias para maximizar sua lucratividade e rentabilidade é algo essencial para o gerenciamento do seu negócio.

Para tanto, é necessário que você saiba quais são os pontos fortes e fracos da empresa. Com base nisso, será possível desenvolver um plano de ação capaz de promover o equilíbrio das finanças da empresa.

Por se tratar de um processo complexo, você pode aplicar métricas específicas que facilitam o gerenciamento financeiro do negócio. Assim, o acompanhamento do crescimento da empresa se torna mais simples e eficaz.

5 – Invista na auditoria financeira

A auditoria é um importante mecanismo para a gestão financeira. Afinal, é por meio desse recurso que você consegue fazer uma prestação de contas eficaz e totalmente transparente.

Além disso, essa prática também contribui para a melhorar a forma que você administra o dinheiro da empresa e evita problemas como fraudes e esquemas de roubos dentro do seu negócio.

Diversos donos de empresas usam a auditoria para desenvolver estratégias de planejamento e otimização dos processos da empresa. Uma dica bacana aqui é usar várias métricas para conhecer a fundo como estão todas as áreas do negócio.

Após conhecer todas as etapas para alcançar uma gestão financeira de qualidade, é crucial que você adote todos esses recursos. Afinal, é por meio deles que você irá conhecer a fundo todos os aspectos da sua empresa.

O primeiro passo é elaborar o Fluxo de Caixa e planejamento financeiro da sua empresa. Através deles, você terá informações de qualidade para definir os preços e acompanhar a evolução financeira da sua empresa.

Uma boa dica é usar recursos tecnológicos para controlar as suas finanças tais como aplicativos e plataformas de gestão. Através delas, você poderá analisar os dados com eficiência e tomar decisões assertivas para o futuro do seu negócio.