Como saber se tenho dívidas?

Além do mais, muitos só se deparam na hora de ir fazer um financiamento, ou de ir realizar uma compra, e então, se deparar com o crédito negado.

Muitas pessoas não se lembram de suas dívidas antigas, e nem sabem que estão com restrições no CPF, que são oriundas de débitos que ficaram para trás.

 Já outros, no entanto, até têm conhecimento das dívidas em atraso, mas não tem coragem de ir verificar por medo de encarar o valor atual, ou até mesmo de chamar a atenção das empresas de cobrança, e acabar se tornando vítima de assédio telefônico.

Desse jeito, acabam não sabendo que é muito mais fácil e barato quitar suas dívidas antigas e colocar de vez um fim no problema, e claro tudo isso sem dores de cabeça.

Consultando o CPF

Geralmente as empresas aguardam em média 30 dias, sempre com uma política de bom relacionamento entre empresa x cliente, pois existem muitos consumidores que acertam suas dívidas antigas, muitas vezes na data de recebimento dos seus vencimentos.

O nome fica restrito após a empresa credora protestar a dívida. Quando isso ocorre, uma carta é enviada até a casa do devedor, informando que o mesmo possui até 10 dias úteis para quitar suas contas em aberto ou fazer uma negociação.

Se depois de 10 dias, o cliente não pagar essa dívida, ele tem seu CPF incluso no cadastro de inadimplência.

Situações que podem deixar o nome do cliente com restrição:

  • Carnês de lojas atrasados;
  • Cartões de crédito;
  • Empréstimos de financeiras;
  • Ação judicial;
  • Títulos protestados;
  • Dívidas vencidas.

Se o consumidor não sabe se está com uma dívida ou pendência, em algum dos órgãos de proteção ao crédito, ele poderá realizar uma consulta.

SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), é um órgão que é administrado pela Boa Vista Serviços.

 A empresa possui postos de atendimento em São Paulo, nos bairros Centro, Santo Amaro, São Miguel e Penha. OS endereços e horários de atendimento podem ser consultados através do site da empresa.

Na página da empresa é possível também checar o CPF e encontrar dicas sobre como deixar as finanças sempre em ordem.

A empresa Serasa Experian, também realiza a consulta, porém de forma paga. Quem não tem o cadastro, deve realizar a inscrição, criando Login e Senha, feito isso o Site irá informar em qual empresa há pendências.

A entidade também possui o serviço “Limpa Nome’’, que permite que o consumidor possa consultar se possui dívidas, e fechar um acordo de renegociação dentro do próprio site.

 O consumidor pode obter mais informações e tirar dúvidas nas agências de atendimento do Serasa ou através do telefone no número (11) 3003-6300.

Direitos do consumidor por cobranças importunas

Também conhecidas por “dívidas prescritas”, essas dívidas, acabam deixando muitos cidadãos sendo importunados.

Pois companhias telefônicas, bancos, financiadoras, vendem seus créditos antigos, obviamente não pagos, para as empresas de cobrança.

E esses então novos credores, começam a ligar insistentemente para a pessoa devedora, e também, para todos os números que tenham vínculo com ela.

O que o consumidor precisa estar ciente é que há sim limites para essas cobranças insistentes, pois é um direito de ele não ser exposto a tal constrangimento, por tanto essa prática realizada por essas empresas, ligando para a pessoa por várias vezes ao dia, é ilegal.

tudo isso pode acarretar em danos morais, e a vítima pode entrar com uma ação judicial com a ajuda de um advogado.

apesar de ilegal, essa prática é muito utilizada por empresas de cobrança, para cobrar dívidas antigas, porém há uma lei que diz que essas cobranças não podem passar de 5 anos.

Assim como a restrição nos órgãos: SPC e Serasa, também não podem ultrapassar esse limite.

se a dívida ultrapassa 5 anos ela costuma “caducar’’. isso significa que o banco irá retirar o nome do consumidor do cadastro do Serasa.

No entanto, enquanto o nome não ficar limpo, ele não conseguirá fazer financiamentos e nem solicitar algum tipo de crédito, pois mesmo depois de 5 anos, a dívida não deixa de existir.

A dívida fica armazenada em um banco de dados do Banco Central, e pode ser utilizada por empresas que tenham algum tipo de interesse em saber sobre o histórico de finanças do consumidor.

Só não existem mais desculpas para continuar devendo, pois existem muitos meios de renegociar as contas em aberto, e não abrir mão dos objetos de desejos de quem sonha em ter.

 Além do mais, podendo aproveitar e guardar dinheiro, esquecendo as dívidas do passado, e andando sempre de cabeça erguida, e com as contas todas no azul.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.