Como fazer carteira de trabalho digital: Veja como funciona

Você sabe como fazer a sua carteira de trabalho digital? Quer dicas para arrumar um emprego? Bem, então você está no lugar certo. Toda ocasião ou oportunidade de ser vista e posta à prova é sempre aceita, mesmo que seja um dia de trabalho.

Ser visto pronto é tão importante quanto se candidatar e dar sinais para aqueles que um dia terão que realocá-lo é o primeiro passo para encontrar um emprego: uma vitrine é sempre uma vitrine e aqueles que não sabiam que precisavam de você depois de experimentá-lo poderiam mudar de ideia.

Venha conosco e siga nossas dicas!

Não pense na entrevista como um teste

Alguns estão muito inseguros – ou tornaram-se – e já não se reconhecem e se têm de falar de si próprios ou de se apresentar ficam bastante perdidos. Eles nem sabem como responder a perguntas triviais sobre sua personalidade e abordagem profissional.

Porém, o caminho para a volta ao trabalho parte dessa auto avaliação que nada mais é do que autoconhecimento, pois se você não sabe quem você é e o que deseja como poderá alcançar seu objetivo?

Como você pode passar para outras pessoas que podem ajudá-lo ou assumir seu potencial, suas habilidades? Cada ação que realizamos especialmente as mais importantes como esta, precisa de uma base sólida chamada consciência, não atenção crítica. Nisso nós, mulheres – especialmente com mais de 40 e mais de 50, somos muito boas.

Não tenha medo

Outra situação é a de ter ideias confusas, não saber muito bem quais são as suas reais aptidões e aptidões, nem como são percebidas exteriormente, estando algum tempo fora do mundo do trabalho.

E isso gera não só confusão, mas também insegurança, embora, como muitas vezes repito, mesmo depois de anos, não seja que uma pessoa não seja mais capaz de realizar as tarefas que dominava ou que de repente não seja mais criativa ou colaborativa.

Antes mesmo de partir para o ataque com a revisão dos vários materiais de inscrição ou a resposta abrangente a todos os anúncios de emprego disponíveis, vale a pena parar por um momento para refletir e prosseguir com esta auto avaliação.

O ponto de vista externo

Por falar em pessoas, uma parte da autoavaliação e do aprofundamento do autoconhecimento é também tentar compreender o que pensam os que nos rodeiam e nos conhecem bem de perto. Para voltar ao trabalho, é útil descobrir o que os outros pensam que fazemos bem ou para o que nos consideram particularmente adequados. Em suma, nossas habilidades, duras e suaves.

Frequentemente, ficamos presos em nosso pensamento fechado e míope, enquanto outros veem em nós virtudes ou vislumbres de inspiração que não podemos (mais) ver em nós mesmos.

Não há nada como uma conversa sincera com pessoas em quem você confia para obter furos interessantes: no entanto, tome cuidado com os detratores ou assassinos do entusiasmo, escolha seus interlocutores com cuidado.

Procure conselhos de pessoas em quem você confia

Reserve um tempo para pensar em quem REALMENTE conhece você e quer o melhor para você. Não escolha a colega com quem você conversou algumas vezes na cafeteira que sabe há quanto tempo e você não sabe se ela se lembra de você, nem mesmo a prima que sempre te critica pela maneira como você se veste.

Agora é a hora de ir fundo, então é preciso alguém que te conheça.

Quem em sua vida entende e valoriza suas paixões, qualidades e motivações?

Quem pode ser honesto o suficiente para ajudá-lo a entender quais serão suas próximas etapas de busca de emprego?

Você consegue pensar em uma ou duas pessoas?

Caso contrário, se ninguém realmente vier à mente, escolha alguém que seja um bom ouvinte. Ele ou ela pode ouvi-lo descrevendo o que você realmente gosta, o que tira sua energia e o que você aprecia; e provavelmente pode ajudá-lo a montar alguns novos caminhos de carreira interessantes nos quais você pode nem ter pensado. Ou para destacar algum detalhe, ou para confirmar o que você já imaginou.

Depois de identificar alguns indivíduos, crie um momento para falar com eles diretamente.

  • Use o exercício de auto avaliação em anexo e conclua-o; em seguida, compartilhe suas percepções pessoais com essa (s) pessoa (s). Pergunte o que ele pensa, muito livremente.
  • Uma mente aberta e novas ideias ou opiniões podem levar a algumas descobertas surpreendentes e até revolucionárias.
  • Uma dica: não limite suas opções muito rapidamente, ainda não é hora de escolher um objetivo profissional, mas de se conhecer.

Depois de conversar com amigos, adicione suas ideias ao seu inventário pessoal.

Graças a estes exercícios você já terá uma base para começar a sua pesquisa, para uma maior exploração de novos setores, para a revisão do currículo, ou para finalmente escrever uma carta de apresentação sincera, para personalizar seu perfil no LinkedIn e quem sabe talvez também para responder a algumas perguntas espinhosas na entrevista de emprego.

Às vezes, a pessoa que escuta ouve uma “faísca” na voz do parceiro comum ou vê um brilho em seus olhos quando ela começa a falar sobre as coisas que mais aprecia e imagina opções de carreira que parecem fundamentais para ela, isso leva a grandes confirmações, mas também para novos objetivos.

Para ter uma visão mais completa e realista de suas habilidades, é importante consultar tanto o feedback externo quanto suas auto avaliações. A combinação desses dois aspectos vai te ajudar muito.

Na verdade, há pessoas que tendem a ser bastante indulgentes, enquanto outras são extremamente rígidas consigo mesmas, em suma, algumas aumentam suas habilidades e dons pessoais em comparação com suas fraquezas, outras tendem a se concentrar em seus erros, suas deficiências e inseguranças pessoais.

Adquirir uma base sólida de consciência de si mesmo e dos próprios recursos também significará sentir-se mais seguro: qualquer feedback externo, mesmo negativo, não representará mais uma ameaça, mas também pode se traduzir em uma oportunidade de aprender, melhorar e consolidar ou se for o caso mudar ligeiramente.

Uma autoavaliação como essa o ajudará a construir uma base sólida composta de habilidades, autoestima e conhecimento de apreciação externa, então, magicamente, até mesmo as lacunas desaparecerão porque serão preenchidas por seus pontos fortes.

Em outras palavras:

  • Reserve algum tempo para fazer o exercício de auto avaliação do “Inventário Pessoal”;
  • Converse com dois parentes, amigos e/ou ex-colegas de confiança que têm meus interesses e desejo de encontrar trabalho;
  • Preencha o inventário pessoal também com suas opiniões.

Como fazer carteira de trabalho digital

Agora que você sabe como se preparar para arrumar o emprego dos sonhos, que tal aprender como fazer carteira de trabalho digital? É simples!
Antes de qualquer coisa, faça um cadastro no Portal de Serviços do Governo Federal www.acesso.gov.br e preencha um formulário. Dessa forma, o seu cadastro solicitará o número de CPF, nome completo, nome da mãe, data e local de nascimento.

Pronto! Preencha e faça a sua carteira de trabalho digital.

Baixe o aplicativo da carteira de trabalho digital e tenha a sua sempre em mãos!

LEIA OUTROS ARTIGOS DE EMPREGO NO NOSSO SITE

Até breve!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.