5 dicas para iniciar uma previdência privada para crianças

O tema previdência privada para menores de idade de fato não tem um conhecimento e propagação de todos, entretanto para que seu filho esteja cada vez mais seguro em relação ao futuro, considerar esse tema é algo essencial.

A preocupação dos pais com o futuro dos seus filhos é algo totalmente presente, pensando muitas vezes se seu filho irá trabalhar em uma empresa de gestão de documentos, qual faculdade irá cursar e diversas questões relacionadas ao futuro.

O mundo tem se tornado cada vez mais incerto diante de tantas inovações e de tecnologias que surgem o tempo todo, por isso se preocupar e se antecipar ao futuro dos nossos filhos é algo totalmente necessário.

Diante desse cenário, se a busca por emprego já se mostra mais complicada, a aposentadoria se tornou algo semelhante a uma missão impossível, ainda mais diante da reforma previdenciária, onde se estendeu a idade mínima e o tempo de contribuição.

Hoje para se ter ideia os nossos filhos tendem a trabalhar mais do que as pessoas trabalhavam a alguns anos atrás para ter uma aposentadoria pelo INSS, sendo de fato um desafio e tanto sobreviver e chegar bem a sua velhice.

Com isso, ao ter essas inúmeras dificuldades e desafios para conseguir se aposentar, tornou-se uma ação comum a busca pela previdência privada, sendo algo contratado desde um profissional que trabalha com monitoramento ambiental a pessoas que trabalham em fábricas.

Pensando nesse cenário, para fazer com que seus filhos tenham êxito nessa missão impossível, preparamos esse texto fazendo com que você entenda a significação da previdência, sua importância e principalmente algumas dicas para iniciar.

O que é a previdência privada?

A previdência privada e sua significação são caracterizadas por uma espécie de investimento disponibilizado para pessoas físicas, visando ter esse retorno quando se pensa a longo prazo.

Esse recurso é conhecido pela sua principal função em ser um complemento a previdência disponibilizada pelo governo, não deixando a pessoa a mercê e de fato sendo um valor a mais ao se pensar na aposentadoria.

Assim, através da sua aplicação e organização esse plano financeiro não possui ligação alguma com o Instituto Nacional do Seguro Social INSS, sendo regido e fiscalizado pela superintendência de seguros privados da Susep.

Apesar de ser uma espécie de complemento à aposentadoria, esse recurso não é necessariamente voltado a quem quer se aposentar, sendo de fato um investimento a longo prazo, tendo essa data distante para o recebimento.

Por exemplo, ao ser  MEI e ter seu pagamento através de um sistema de emissão de nota fiscal, contar com a previdência privada pode ser uma ótima opção para garantir um complemento e ter essa segurança ao pensar no futuro.

Através de um investimento, o gestor responsável por seu plano de previdência privada aplica esse montante em aplicações de baixo risco, esperando de fato que esses investimentos tenham um retorno considerável.

Dessa forma, ao chegar ao final do prazo pré-estabelecido, o investidor resgata o montante que foi apontado, juntamente com os rendimentos daquilo que foi aportado pelo gestor do plano, garantindo valores totalmente consideráveis.

Vale ressaltar também que não há idade ou comprovação de renda para a realização dos planos de previdência, por isso esse investimento pode ser uma das principais saídas para o futuro dos seus filhos.  

Importância e finalidade da previdência privada

A importância e finalidade da previdência privada está associada a uma forma de complementar a sua renda, não tendo impactos consideráveis ao se pensar no futuro, conseguindo manter os ganhos para os próximos anos.

Para se ter ideia, uma pessoa que se aposenta, por exemplo, de um trabalho de manutenção de equipamentos de medição, ao contar com a previdência privada, em média o trabalhador consegue manter cerca de 60% do nível de renda que possuía.

Dessa forma, para que se tenha uma forma de guardar dinheiro e de fato conseguir realizar esse fundo para projetos posteriores, como exemplo a faculdade dos seus filhos, uma casa e afins, realizar esse investimento é algo totalmente necessário.

Por isso, diante dessa perspectiva totalmente positiva, a previdência privada de fato tem se popularizado, ganhando cada vez mais forma e de fato sendo um investimento considerado pela população.

O crescimento da previdência privada

Investir em previdência privada é um movimento cada vez mais recorrente diante da população, sendo uma das formas de lidar com as constantes mudanças e incertezas do mercado financeiro.

De acordo com alguns dados do mercado, os montantes nessa classe de ativos da previdência privada alcançaram um nível impressionante de 61 milhões, representando um aumento de capital de 16% ao ser comparado com os anos anteriores.

Por isso, diante do cenário brasileiro e das mudanças estabelecidas na previdência social, considerar a previdência privada se tornou algo totalmente necessário, sendo uma forma de se prevenir contra as situações e momentos da economia.

Além disso, considerar a previdência privada não é algo somente para a aposentadoria, oferecendo benefícios ao se tratar de investimento e de um futuro seguro para os seus filhos.

Dessa forma, buscar uma consultoria tributaria e de fato iniciar esse investimento, é dar um passo importantíssimo em relação à educação financeira, estabelecendo um hábito totalmente saudável e necessário.

Como funciona a previdência privada para as crianças

A previdência privada quando se pensa nas crianças funciona de uma maneira bem parecida com a previdência tradicional, só tendo como mudança  ser voltada para crianças e a contratação ser realizada por pais, avós ou pessoas responsáveis.

Entretanto, por mais que a contratação seja geralmente realizada por responsáveis, isso de fato não é uma lei, assim ela pode ser realizada por tios, avós ou padrinhos que presenteiem a criança e realizem esse aporte no nome delas.

Além disso, ao presentear a criança com esse aporte pode ter certeza que esse presente será lembrado por muito tempo, garantindo uma estabilidade e segurança financeira única.

Dessa forma, ao realizar a contratação deste plano, é necessário escolher o valor da contribuição que será realizado mensalmente, além da data em que a criança terá direito a esse dinheiro.

Nesse caso, podendo até mesmo visar um futuro onde a criança já terá crescido, trabalhando por exemplo em uma assessoria contábil para abertura de empresa, deixando esse dinheiro render por anos e contar com uma fortuna totalmente considerável.

Precisa de idade mínima para a previdência privada?

A única questão em relação à idade para a contratação da previdência privada é que a criança precisa ter um CPF válido, assim essa contratação só será possível após o nascimento da criança.

Por isso, por mais que a criança tenha pouca idade de vida, já é possível realizar a contratação dessa previdência, preservando  hábitos positivos em relação ao planejamento e a economia para o futuro.

Vale ressaltar também que criar esse ambiente de controle das finanças é algo totalmente necessário para o crescimento da criança, já tendo essa educação financeira desde os primeiros momentos do seu crescimento.

Por isso, ter esse planejamento e estabilidade durante sua vida e em momentos de trabalho, por exemplo, em uma assistência técnica perícia trabalhista é algo necessário e que garante uma vida muito mais prazerosa.

Dicas para iniciar uma previdência privada para as crianças

Diante dos investimentos que podem ser realizados visando uma estabilidade e melhora no futuro dos seus filhos, a previdência privada de fato é uma das mais vantajosas e que garantem um cenário totalmente vantajoso.

Assim, como o lançamento de uma energia solar fotovoltaica está transformando a energia e sendo de fato algo determinante para o futuro, a previdência privada também  tende a transformar a vida da criança e dar esse futuro muito mais vantajoso.

Por isso, diante desse cenário, confira algumas dicas para iniciar a previdência privada e fazer com que seu filho conte com esse benefício.

1 – Avalie suas necessidades

Avalie as suas necessidades ao realizar a contração dessa previdência, optando por ser isento do imposto de renda ou a declaração IR no modelo simplificado, gerando essa vantagem através da contratação.

2 – Escolha o plano de previdência

Ao realizar a contratação da previdência privada é necessário que se escolha entre dois planos, sendo eles o PGBL (Plano Gerador de Benefícios Livres) ou o VGBL (Vida Gerador de Benefícios Livres).

3 – Defina o modelo de tributação

Como uma espécie de padrão, ao pensar nesse investimento duas tributações serão oferecidas, a regressiva e a progressiva, entretanto como a intenção vai ao encontro de uma reserva financeira para a criança, a tabela regressiva se mostrará melhor diante desse investimento.

4 – Compare as ofertas das instituições financeiras

 Se informe bem antes de realizar a contratação da previdência privada justamente para que se esteja ciente e totalmente atento às taxas inclusas, assim a melhor opção será escolhida tendo em mente esse cenário mais vantajoso.

5 – Tenha o auxílio de um profissional

Contar com o auxílio de um profissional nesse momento tende a ser algo esclarecedor, garantindo vantagens totalmente únicas através desse investimento e das ações realizadas.

Benefícios da previdência para as crianças

Como foi visto a previdência privativa de fato é um investimento certeiro ao pensar no futuro dos seus filhos e em uma estabilidade ao ser pensado no futuro, por isso confira os principais benefícios e tenha ainda mais motivos para a realização desse investimento.

  • Reserva financeira;
  • Segurança em relação à faculdade;
  • Potencial de acúmulo de capital;
  • Maior flexibilidade;
  • Benefícios tributários.

Por isso, fica totalmente claro que investir na previdência privada é algo totalmente determinante para o futuro dos nossos filhos, e para que se tenha muito mais segurança diante de cada momento.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
Sair da versão mobile