Quem pode sacar o FGTS

O FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) é um fundo criado pelo governo para garantir aos trabalhadores um benefício financeiro em caso de demissão sem justa causa ou aposentadoria. Qualquer trabalhador com carteira assinada pode ter direito a sacar o FGTS, desde que tenha sido contratado com carteira assinada após julho de 1990 e cumpra os requisitos estabelecidos pela legislação.

Existem algumas situações específicas em que o trabalhador também pode ter direito a sacar o FGTS, como em caso de morte, aposentadoria por invalidez ou mudança para o exterior. Além disso, é possível sacar o FGTS em caso de compra de imóvel, para financiar a construção de um imóvel ou para pagar dívidas de financiamento habitacional.

Para sacar o FGTS, o trabalhador deve entrar em contato com a Caixa Econômica Federal, que é a instituição responsável por administrar o fundo. É necessário apresentar os documentos pessoais e comprovante de vínculo empregatício, além de cumprir os requisitos estabelecidos pela legislação para cada situação específica.

O FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) é um fundo criado pelo governo para garantir o direito dos trabalhadores a um determinado valor quando há demissão sem justa causa ou aposentadoria. O FGTS também pode ser sacado em casos de morte do trabalhador, compra de imóvel, doença grave ou para financiamento de estudos.

Para sacar o FGTS, o trabalhador deve se dirigir a uma agência da Caixa Econômica Federal e apresentar os seguintes documentos:

  • Carteira de trabalho
  • RG (Registro Geral)
  • CPF (Cadastro de Pessoas Físicas)
  • Comprovante de residência

É importante lembrar que o FGTS só pode ser sacado pelo próprio trabalhador ou por seus dependentes legais em caso de morte. Em caso de dúvidas, o trabalhador pode entrar em contato com a Caixa Econômica Federal ou com o sindicato da sua categoria profissional para obter mais informações.

Leia também

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.