Como receber o pis

O PIS (Programa de Integração Social) é um benefício concedido pelo Governo Federal a trabalhadores que contribuem para a Previdência Social. O objetivo do PIS é ajudar os trabalhadores a terem uma renda extra para cobrir despesas básicas e contribuir para o desenvolvimento econômico do país.

Para receber o PIS, é preciso cumprir alguns requisitos básicos, como:

  • Ser trabalhador formal, ou seja, ter carteira assinada e estar registrado na Previdência Social;
  • Ter trabalhado pelo menos 30 dias com carteira assinada no ano-base;
  • Receber até dois salários mínimos mensais.

Como se inscrever no PIS

A inscrição no PIS é feita através do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). O CadÚnico é um cadastro único que reúne informações de pessoas e famílias de baixa renda, para que elas possam ser incluídas em programas sociais do Governo.

Para se inscrever no CadÚnico, é preciso comparecer a uma unidade de atendimento da Caixa Econômica Federal ou do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e levar os seguintes documentos:

  • Documento de identificação (RG, CPF, etc.);
  • Comprovante de residência;
  • Carteira de trabalho.

Como receber o PIS

Uma vez inscrito no PIS, o trabalhador pode receber o benefício de duas formas:

  1. Depósito em conta: o dinheiro é depositado diretamente na conta corrente do trabalhador, desde que ele tenha uma conta na Caixa Econômica Federal.
  2. Cartão cidadão: O dinheiro é depositado em um cartão cidadão, que é um cartão magnético parecido com um cartão de crédito. Com ele, o trabalhador pode sacar o dinheiro em qualquer caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal.

É importante lembrar que o valor do PIS varia de acordo com o salário do trabalhador e com o número de contribuições para a Previdência Social. O valor do benefício pode ser consultado no site da Caixa Econômica Federal ou no aplicativo do PIS.

Leia também

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.