Quem Paga o MEI tem Direito a Quê

O Microempreendedor Individual (MEI) é uma categoria criada pelo governo brasileiro para facilitar a legalização e a gestão de pequenos negócios. Ele permite que pessoas físicas sejam registradas como microempresários, possibilitando a abertura de uma empresa com baixo custo e sem burocracia excessiva. Contudo, além de pagar a anuidade e encargos trabalhistas, quem é MEI tem direito a alguns benefícios.

Benefícios Fiscais

Isenção de impostos

O MEI é isento de alguns impostos, como Imposto de Renda, Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) e Imposto Sobre Serviços (ISS). Além disso, o MEI pode emitir nota fiscal e deduzir as despesas relacionadas à sua atividade, o que lhe permite obter créditos fiscais.

Simples Nacional

O MEI também tem a opção de optar pelo Simples Nacional, que é um sistema simplificado de tributação para microempresas e empresas de pequeno porte. Ele permite que essas empresas recolham todos os impostos (federal, estadual e municipal) em uma única guia, o que facilita a gestão tributária.

Benefícios Previdenciários

Aposentadoria

O MEI tem direito aos benefícios previdenciários, como aposentadoria, salário-maternidade, auxílio-doença e pensão por morte. Ele contribui com 11% do salário mínimo para a previdência e tem direito ao benefício ao completar 60 anos de idade (mulher) e 65 anos de idade (homem).

Seguridade Social

Além disso, como contribuinte individual, o MEI tem direito à seguridade social, incluindo assistência médica, hospitalar e odontológica.

Benefícios Trabalhistas

13º Salário

O MEI tem direito ao 13º salário, que é pago anualmente e corresponde a um salário extra.

Férias Remuneradas

O MEI também tem direito a férias remuneradas, que devem ser concedidas após um ano de trabalho. O período de férias é de 30 dias corridos e o empregador deve pagar o salário do período.

O MEI tem direito ao seguro-desemprego, benefício criado para garantir renda temporária a trabalhadores desempregados sem justa causa. Ele é concedido pelo Governo Federal e financiado pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Para ter direito ao seguro-desemprego, o MEI precisa cumprir alguns requisitos, como ter trabalhado pelo menos 12 meses nos últimos 36 meses e não ter sido demitido por justa causa. Além disso, é necessário comprovar que está desempregado e procurando emprego.

O valor e a duração do seguro-desemprego variam de acordo com o tempo de trabalho e renda do trabalhador. Em geral, o valor é equivalente a um salário mínimo e o benefício é pago por um período de até três meses.

É importante destacar que o MEI precisa estar regularizado e estar em dia com as suas obrigações fiscais e trabalhistas para ter direito ao seguro-desemprego. Além disso, é importante estar atento às regras e prazos para solicitar o benefício, pois essas regras podem mudar ao longo do tempo.

Leia também

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.